Mal ou Mau, Qual é a Diferença?

Categoria: Resumos | Disciplina: Português | Visitas: 12.006

Uma dúvida corriqueira quanto à ortografia são as diferenças entre o uso de mal ou mau. Isso ocorre porque mal e mau são palavras homófonas, ou seja, são pronunciadas da mesma forma, não há diferenças quando falamos, embora possuam escrita e função diferentes. 

O mesmo acontece com as palavras sinto/sinto, cassar/caçar, conselho/concelho, azar/asar e com outras palavras. Sendo assim, tanto a palavra mau quanto a palavra mal existem na língua portuguesa.

Mau ou mal qual a diferença? 

Qual delas usar? Isso dependerá da situação. Uma maneira simples e rápida de sanar a dúvida quanto ao uso de mal ou mau é pensar no seu antônimo. Assim, o antônimo de “mau” é “bom” e o antônimo de “mal” é “bem”.

Quando usar “mau” com "u"?

A palavra “mau” com "u" (do latim, malu) é um adjetivo que é antônimo de “bom”. Seus sinônimos podem ser: perverso, maligno, maléfico, feroz, duro, impiedoso, cruel, ruim, malfeitor, prejudicial, etc.

Portanto, o adjetivo “mau” deve ser utilizado para referir-se a algo ou a alguém que: comete maldades, tem atitudes grosseiras, transgride os bons costumes e o que é correto, comete crueldades e atos desumanos, comete atos impróprios, é autor de crimes hediondos, etc.

Exemplos de quando usar o adjetivo “mau”:

  • “Aquele homem tem mau caráter.”
  • “Dizem que o meu novo professor é mau com os alunos.”
  • “O patrão dela é mau.”
  • “Aquele assassino é muito mau.”

Quando o sujeito da frase é feminino, o adjetivo deve concordar com o gênero. Nesse caso, a forma correta de grafar o feminino de “mau” é “má”, que é antônimo de “boa”. Sendo assim:

  • “Dizem que a minha nova professora é com os alunos.”
  • “A patroa dela é .”
  • “Aquela assassina é muito .”

Quando usar “mal” com "l"?

A palavra “mal” com "l" (do latim, male), antônimo de “bem” pode possuir três funções gramaticais diferentes, porque funciona tanto como um substantivo, quanto um advérbio ou como uma conjunção. Portanto, assim como o adjetivo “mau”, “mal” pode ter usos diferentes.

Como substantivo, “mal” refere-se a: maldade, doença, angústia, castigo, defeito, pecado, falha, fraqueza, etc. Como advérbio, “mal” refere-se a alguma coisa que foi feita de modo: errado, insuficientemente, indelicadamente, cruelmente, bruscamente, duramente, desumanamente, etc.

Já “mal” utilizado como conjunção temporal possui o mesmo significado de “logo que” ou “assim que” e não possui antônimos.

Exemplos de quando usar “mal”:

  • Substantivo: “O mal do qual ele sofre é amor.” (Oposição: bem)
  • Advérbio: “O seu trabalho está extremamente mal feito!” (Oposição: bem)
  • Conjunção subordinativa temporal: “Mal entrei em casa e minha mãe cobrou-me uma atitude.”

Caso haja dúvidas na hora de escrever, mal ou mau, lembre-se: use sempre a oposição, ou seja, pense nos antônimos.

  • Compartilhar >>
  • ícone facebook
  • ícone google plus
  • ícone twitter

Resumos Português

Resumo Comentários:

    weberton da silva
  • Por quarenta em 19/10/2015 às 14:50:59
  • Muito boa essa dica de oposição, sempre pensar no antônimo.

Comente o Resumo!

Para comentar este resumo é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É grátis!