Regra Gramatical: Quando usar a Letra S ou Z?

Categoria: Resumos | Disciplina: Português | Visitas: 32.263

Um dos erros que soam mais feios na língua portuguesa é a troca da letra S pelo Z ou vice-versa, pois o S, em algumas situações, assume o mesmo som de Z, o que pode causar certa confusão, como em:

Exemplos:

  • Análise;
  • Asa;
  • Poesia;
  • Amnésia;
  • Duquesa, etc.

Sabemos que uma das melhores formas de não cometer esse erro é lendo mais e escrevendo mais. Porém, existem algumas regras que podem ajudar muito na hora da dúvida. Veja.

Usa-se a letra "S":

1 - Nos sufixos  -osa, -oso, que formam adjetivos.

Exemplos:

  • Gostoso/ gostosa;
  • Teimoso/teimosa; 
  • Famoso/famosa; 
  • Honroso/ honrosa; 
  • Horroroso/ horrorosa. 

2 - Em derivados de outras palavras que têm S no radical.

Exemplos:

  • Asa /asinha; 
  • análise/analisar; 

3 - Nos sufixos -ês e -esa, em caso de palavras que indicam origem, nacionalidade ou título.

Exemplos:

  • Escocês/ escocesa;
  • Burguês/ burguesa;
  • Polonês/ polonesa;
  • Freguês/ freguesa.

4 - Ocorrência após ditongos.

Exemplos:

  • Repouso;
  • Pouso;
  • Pausa;
  • Coisa.

5 - Nos sufixos de origem grega -ese, -isa, -osa.

Exemplos:

  • Profetisa;
  • Arquidiocese;
  • Viscosa;
  • Virose;
  • Tese.

6 - Em alguns nomes próprios conhecidos.

Exemplos:

  • Luísa;
  • Baltasar;
  • Teresa;
  • Sousa;
  • Isabel;
  • Tomás.

7 - Em algumas flexões dos verbos pôr e querer (que muitas pessoas erram).

Exemplos:

  • Pus; puseste; pôs, pusemos; pusestes; puseram;
  • Quis; quiseste; quis; quisemos; quisestes, quiseram.

8 - Em algumas outras palavras (daí, a importância da leitura e escrita).

Exemplos:

  • Besouro,
  • despesa,
  • freguesia,
  • Ásia,
  • presídio,
  • raposa,
  • vaso,
  • maisena,
  • tesouro, etc.

Usa-se a letra "Z":

1 - Nos sufixos -ez e -eza presentes em substantivos abstratos originados de adjetivos, como:

Exemplos:

  • Triste/ tristeza;
  • Bonito/ boniteza;
  • Nobre/ nobreza;
  • Macio/ maciez;
  • Duro/ dureza;
  • Fazenda/ fazendeiro.

2 - Em derivados de outras palavras que têm Z no radical.

Exemplos:

  • Deslize/ deslizar;
  • Razão/razoável;
  • Raiz/ enraizar; 
  • Buzina/ buzinação 
  • Vizinho/ vizinhança.

3 - Derivações com sufixos -zal, -zeiro, -zinho, -zinha, -zita, -zito.

Exemplos:

  • Cafezal;
  • Cinzeiro;
  • Fadozinho;
  • Cãozito; 
  • Avezinha.

4 - Nos sufixos -ização (na formação de substantivos) e -izar (na formação de verbos). Como em:

Exemplos:

  • Catequização/ catequizar;
  • Modernizar/ modernização;
  • Eternizar/ eternização;
  • Hospitalizar/ hospitalização.

5 - Em palavras homófonas (que são pronunciadas da mesma forma, mas são escritas de forma diferente) como:

Exemplos:

  • Cozer (cozinhar) e coser (costurar)
  • Traz ( do verbo trazer) e trás (atrás)
  • Prezar (ter consideração a )e presar (prender)
  • Noz (castanha) e nós (primeira pessoa do plural).

6 - Em palavras como (é necessário a prática de leitura e escrita para saber a grafia correta):

Exemplos:

  • Azeite;
  • prazer;
  • lazer;
  • azia;
  • amizade;
  • coalizão;
  • proeza, etc. 

Lembre-se dessas regras, mas não deixe de ler e escrever com frequência, pois nem sempre as regras se aplicam.

  • Compartilhar >>
  • ícone facebook
  • ícone google plus
  • ícone twitter

Resumos Português

Resumo Comentários:

    Diego martins do nascimento
  • Por diegoeca em 12/08/2015 às 22:02:15
  • Essas dicas são ótimas.

Comente o Resumo!

Para comentar este resumo é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É grátis!