Ação judicial PMERJ 2014 - 18, 19 ou mais de 20 pontos e zerou em história!!!

Categoria: Fórum | Assunto: Polícia Militar RJ | Comentários: 104 | Visitas: 19.725

    thiago silva de Almeida
    Iniciado por thiagosilvabjj em 06/11/2014 às 15:01:32

    Ação judicial contra a exatus, para anulação das questões !!
    Advogada vai entrar com uma ação, contra a exatus para anulação das questões que estão fora do edital ,ela cobrou 10 mil em uma ação coletiva , isto significa que quanto mais gente melhor !!!
    A advogada e da taquara Jacarepaguá !!
    Quem quiser entre em contato ate segunda de manhã !!
    Para mais informações me ligue !!!
    Galera e só ate segunda !!
    964365581 thiago

Comentários Fórum

    giovani da silva reis de almeida
    Por giovanimerengue em 04/02/2015 às 22:57:08

    Galera entrei com ação contra exautus minha audiência esta marcada para 12 / 2 / 2015 alguém tem alguma dica do que rola nessa primeira audiência?

    luan ribeiro Tavares
    Por luanrt em 04/02/2015 às 23:47:21

    Quando puder, diz o que rolou na audiência. Grato

    CHRISTIAN GONÇALVES BARBOSA
    Por deltabravo em 05/02/2015 às 08:05:27

    BOM DIA, EU ESTOU APROVADO NA PM, CONCORDO QUE SÓ PODE ABRIR UM NOVO CONCURSO QUENDO ESSE TERMINAR, E PELO VISTO VAI DEMORAR UM POUCO, PORQUE A BANCA ESTÁ ENROLANDO MUITO PRA DAR O RESULTADO DO PSICOTÉCNICO. A MELHOR ESCOLHA DE VCS É ESTUDAR PARA O PRÓXIMO CONCURSO. MAS DESEJO BOA SORTE NA JUSTIÇA .

    mara alayde gomes
    Por mara13830 em 06/02/2015 às 15:55:20

    Precisando de ajuda.. pow. Tem como passar para 20 pontos estando com 16.? 995666022

    mara alayde gomes
    Por mara13830 em 06/02/2015 às 15:58:24

    .Socorro!!!

    ricardo junior
    Por ricardojrw28 em 09/02/2015 às 12:44:05

    As informações aqui contidas não produzem efeitos legais.
    Somente a publicação no DJERJ oficializa despachos e decisões e estabelece prazos.

    Processo No 0395264-75.2014.8.19.0001


    TJ/RJ - 09/02/2015 12:20:49 - Primeira instância - Distribuído em 28/10/2014

    Processo eletrônico - clique aqui para visualizar. Pesquisar processo eletrônico


    Comarca da Capital 9ª Vara de Fazenda Pública
    Cartório da 9ª Vara da Fazenda Pública

    Endereço: Av. Erasmo Braga 115 5 And. SL 511 lami I
    Bairro: Centro
    Cidade: Rio de Janeiro

    Ofício de Registro: 9º Ofício de Registro de Distribuição
    Ação: Anulação e Correção de Provas / Questões / Concurso Público / Edital

    Assunto: Anulação e Correção de Provas / Questões / Concurso Público / Edital

    Classe: Procedimento Ordinário

    Autor LUAN RENAN DA SILVA e outro(s)...
    Réu ESTADO DO RIO DE JANEIRO
    Listar todos os personagens

    Advogado(s): RJ145230 - MARCELO ALVAREZ ROCHA MEIRELLES
    RJ188957 - PRISCILLA RODRIGUES FARIAS


    Tipo do Movimento: Envio de Documento Eletrônico
    Data da remessa: 06/02/2015
    Documentos Digitados: Intimação Eletrônica - Atos do Juiz
    Intimação Eletrônica - Atos do Juiz


    Processo(s) no Tribunal de Justiça: Não há.

    Localização na serventia: Aguardando Ofício de Baixa


    Processo nº:
    0513225-37.2014.8.19.0001

    Tipo do Movimento:
    Decisão

    Descrição:
    Trata-se de mandado de segurança impetrado por JORGE LUIS MOREIRA DA CONCEIÇÃO em face de ato praticado pelo Presidente da Comissão do Concurso Público do Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, sob a alegação de que o impetrante está sendo prejudicado em razão de a banca examinadora não ter atribuído a pontuação referente à anulação de 04 questões da prova objetiva do Concurso Público CFSD/PMERJ-2014, sendo que 02 questões foram anuladas por determinação judicial por não estarem previstas no programa editalício do certame e as outras 02 questões foram anuladas face à interposição de recursos administrativos. Portanto, requer o impetrante a revisão da nota de corte, tendo em vista a anulação das questões supracitadas, bem como a reclassificação do impetrante e consequente prosseguimento nas demais etapas do concurso. A priori, a demanda merece a oitiva da autoridade dita coatora, antes de qualquer decisão liminar, em homenagem ao princípio do contraditório. Assim, notifique-se a autoridade impetrada para prestar as informações no prazo de 10 dias. Intime-se o Estado, por meio da PGE, para impugnar o feito, se assim desejar. Após, ao MP.

    mateus Pimenta
    Por mateuscbv em 19/02/2015 às 09:39:23

    Bom dia pessoal!

    Também entrei na justiça, pois fiz 22 pontos, porém serei história. Esse e meu processo.

    As informações aqui contidas não produzem efeitos legais.Somente a publicação no DJERJ oficializa despachos e decisões e estabelece prazos.

    Processo No 0005851-74.2014.8.19.0050

    TJ/RJ - 19/02/2015 09:37:15 - Primeira instância - Distribuído em 21/10/2014


    Comarca da Capital 7ª Vara de Fazenda Pública
    Cartório da 7ª Vara da Fazenda Pública

    Endereço:Av. Erasmo Braga 115 503 - Lâm:1
    Bairro:Castelo
    Cidade:Rio de Janeiro

    Ofício de Registro:9º Ofício de Registro de Distribuição
    Assunto:Anulação e Correção de Provas / Questões / Concurso Público / Edital; Liminar

    Classe:Mandado de Segurança - CPC

    Aviso ao advogado:MS 6

    Impetrante MATEUS PIMENTA FAGUNDES
    Impetrado PRESIDENTE DA COMISSÃO DO CONCURSO PUBLICO CFSD/PMERJ - 2014 DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO e outro(s)...
    Listar todos os personagens

    Advogado(s): TJ000002 - DEFENSOR PÚBLICO


    Tipo do Movimento: Recebimento
    Data de Recebimento: 09/02/2015

    Tipo do Movimento: Despacho - Proferido despacho de mero expediente
    Data Despacho: 06/02/2015
    Descrição: 1- Defiro a JG; 2- Ao MP. Após, voltem imediatamente conclusos.
    Documentos Digitados: Despacho / Sentença / Decisão

    Tipo do Movimento: Conclusão ao Juiz
    Data da conclusão: 06/02/2015
    Juiz: EDUARDO ANTONIO KLAUSNER


    Processo(s) no Tribunal de Justiça: Não há.

    Localização na serventia: Retorno da Conclusão ao Juiz

    ricardo junior
    Por ricardojrw28 em 23/02/2015 às 11:39:16

    nem tudo esta perdido mara13830 conversando com a advogada ela me informou que a questão de historia ela já pediu a anulação de 4 questões , por isso vc ainda tem esperança mais depende se vc zerou alguma matéria , se vc não entrou com uma liminar , vc terá que torcer se a liminar do ministério publico que ainda não foi julgada ser deferido.

    obs: com o baixo numero de aprovado , e muitos dos candidatos que fizeram a prova só para testa seus conhecimentos ,que deixaram de comparecer a convocação para o psicotécnico, e com o numero elevado de candidatos que desistiram de ingressar na pmerj pelo o motivo dos últimos acontecimentos, morte de policiais e muitos soltados reclamando da corporação esse numero será ainda maior.
    dai eles terão que rever seus conceitos as olimpíadas estão chegando e o numero de policias que hj estão na corporação não são suficiente ,que foi prometido ao comitê olímpico ,dai eles vão ter que avaliar se abriram mão dos candidatos que ficaram reprovados com conteúdo fora do edital!

    muitas pessoas falam em abrir outro concurso mais eu acho improvável pelo motivo da validade de 4 anos desse concurso, e outra o que deixaram todos surpreso foi a anulação de questões de sociologia e nenhuma de historia que esta que mais gerou polemica, e mais fácil anular as questões de historia, que abrir outro concurso.

    Obs: a informação que eu tenho que não é oficial e que o concurso esta paralisado por que a presidente bloqueou a verba para contratação de 6.000 policiais do rio.

    ricardo junior
    Por ricardojrw28 em 24/02/2015 às 13:46:30

    boa tarde a todos vamos divulgar ESSA EXCELENTE NOTICIA do fórum do nosso amigo GABRIELBZ
    QUE FOI NOTICIADO NO EXTRA.COM

    A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, através do Núcleo de Fazenda Pública, entrou na quinta-feira, 12, com ação civil pública na 10ª Vara de Fazenda Pública da Capital, para requerer a anulação das questões de n.°22, 24 e 25 da prova verde objetiva de História do concurso público de admissão ao curso de formação de soldados da Polícia Militar, realizado em 31 de agosto de 2014.
    O concurso oferece seis mil vagas e cerca de 100 mil candidatos participaram do processo seletivo que cobrou conhecimento nas disciplinas Língua Portuguesa, Informática, História, Geografia, Sociologia, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos.
    De acordo com a coordenadora do Núcleo de Fazenda Pública, defensora pública Samantha Monteiro, na questão 22, que tinha como tema a Batalha de Jenipapo, o gabarito oficial apontou como correta a opção “b”, que continha a complementação “considerado fundamental no processo de independência e consolidação do território brasileiro” em relação ao confronto de Jenipapo.
    Mas, segundo a coordenadora, o tema na questão não é citado em nenhum dos três livros indicados no edital pela banca. “Nem como importante no processo de independência nem em qualquer outro tema da história do Brasil, sem contar o fato de que a Batalha de Jenipapo não foi um conflito determinante para o processo de independência, o que também retira o tema de qualquer vinculação ao edital”, argumentou a defensora pública.
    A defensora pública Samantha Monteiro pede a anulação da questão 24 por não se enquadrar no conteúdo programático definido pelo edital. “Já na questão 25 a alternativa “b” adequa-se perfeitamente à questão formulada, havendo duas respostas possíveis para a mesma, o que ofende o item 9.2.2 do edital, que determina a existência de uma única resposta correta”, explica.
    Questões polêmicas
    As falhas de fiscalização deixaram os candidatos indignados na época. Em setembro do ano passado, após o vazamento de fotos do cartão-resposta nas redes sociais e também de críticas dos candidatos aos enunciados das questões do concurso, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) negou que as provas do concurso público seriam canceladas. Na época, a instituição afirmou que não havia nenhum indício de fraude que justificasse o cancelamento do exame.
    A Polícia Militar garantiu, também no ano passado, que os problemas que podem ter ocorrido, tanto na segurança quanto na organização do concurso, seriam devidamente cobrados da empresa Exatus. Se as irregularidades forem comprovadas, poderão ser aplicadas punições que vão desde a advertência até a suspensão por tempo determinado de organizar novos concursos.


    Leia mais: http://extra.globo.com/emprego/concursos/defensoria-publica-entra-com-acao-para-anular-questoes-do-concurso-da-policia-militar-15384472.html#ixzz3SfblDfvX

    Rodrigo M
    Por rodrigomendoncatst em 25/02/2015 às 08:50:29

    Prezados bom dia!
    Alguém sabe se foi anulada questão de legislação de transito?

    thiago messias de Souza andrieta
    Por thiagoandrieta em 25/02/2015 às 09:46:45

    Bom dia amigos.
    Para as olimpíadas a polícia precisa de um certo contingente, boatos que rolam é q faltam 16000 esse concurso não vai entrar nem 6000, ou seja, cai faltar gente. Acredito q anulem essa q questão de história, pq vai custar muito menos pra PM do que abrir outro concurso, sem falar da demora. Isso é o que eu acho, mas se a PM quiser abrir outro concurso não se enganem, ela vai abrir é só vcs verem teve concurso 2008,2009 e 2010 lê lá o edital, a validade tbm era de 2 anos podendo prorrogar por mais 2 e os concursos foram um atrás do outro. Mas acho mais provável anularem e chamarem essa galera. Abraços.

    Rodrigo M
    Por rodrigomendoncatst em 27/02/2015 às 08:46:42

    Bom dia Senhores!
    Alguém sabe se foi solicitado a anulação de alguma questão de Legislação de Transito nesse Concurso da PM RJ?

    Bruno da Silva Souza
    Por brunosecprive em 17/07/2015 às 20:27:27

    Fiz 19 pontos e não zerei nenhuma, alguém na mesma situação?

    Angela Paixao
    Por angelareis em 16/08/2015 às 20:03:13

    Thiago, boa noite! Alguma novidade sobre a ação do MP? Fiz 21 pontos, mas zerei história...

    servir e proteger
    Por exaustus em 07/09/2015 às 14:23:48

    01 BOA TARDE CRIEI UM FORUM PARA MARCARMOS MANIFESTAÇÃO MAIS RAPIDO POSSIVEL POIS NO DIA 11 VÃO COMEÇAR AS CONVOCAÇÕES PARA EXAME MEDICO.
    "Candidatos prejudicados da PMERJ 2014 - Solução"

    http://www.gabarite.com.br/forum-concurso/2206-candidatos-prejudicados-da-pmerj-2014-solucao

    william ferreira dos passos
    Por wil1986 em 27/09/2015 às 10:07:16

    BOM DIA AMIGOS DO FORUM POR FAVOR ASSINEM A PETIÇÃO PUBLICA VAMOS RAPAZIADA COMUNIQUEM UNS COM OUTRO NÃO VAMOS DESISTIR .AMIGOS NOSSOS ESTÃO ARRUMANDO VARIAS FORMAS DE AJUDAR A TODOS VAMOS FAZER A NOSSA PARTE POR FAVOR ASSINEM CARA VAMOS PARA DE SER PESSIMISTA VAMOS SER POSITIVO. MEUS AMIGOS TODOS TENHA UM BOM DIA MAIS VAMOS ASSINAR A PETIÇÃO PUBLICA .AQUI ESTÁ O LINK ttp://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR85147

      RODRIGO DE SOUZA
    Por rodrigodesouza em 23/05/2016 às 07:23:52

    Esta matéria no blog www.concursopmerj.com.br fala sobre o que aconteceu e o que pode ser feito para quem foi reprovando na Prova Objetiva do Concurso PMERJ 2014. http://www.concursopmerj.com.br/exame-intelectual-no-concurso-pmerj/ | O advogado que escreveu esta matéria, Dr. Marcelo Fernandes, já teve sentença procedente. Vejam os processos: 0406340-62.2015.8.19.0001 | Tem processo que já foi enviado para fazer perícia nas Faculdade do Rio: 0418653-89.2014.8.19.0001

    JOAO PAIVA
    Por madureiraquino2016 em 24/05/2016 às 15:07:02

    Então rodrigodesouza, eu também já vi algumas publicações deste advogado, Dr. Marcelo Fernandes. O blog dele, concursopmerj.com.br é muito legal e tem alguns artigos interessantes. Fala de algumas fases do certame e os casos de sucesso da equipe em cada uma delas. Recentemente teve outra publicação no site da exatus, de mais dois convocados por ação dele, só que neste caso, no exame toxicológico. Os processos que vi foram 0345920-91.2015.8.19.0001 e 00330445-95.2015.8.19.0001. Ambos candidatos estão comparecendo do CFAP hoje, cumprindo a determinação judicial. Legal, né?

+Fórum Polícia Militar RJ

Comentar Fórum

Para comentar neste fórum é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Faça seu comentário com educação e civilidade, sem agredir ou ofender ninguém, e evite palavrões.