Questões de Concursos Conceitos Fundamentais

  • Questão 20429.   Arquivologia - Nível Superior - ANTAQ - CESPE - 2009

  • Julgue os itens seguintes, relativos a conceitos fundamentais de arquivologia.

    Os arquivos de uma instituição são formados a partir da informação registrada orgânica, interna ou externa, dessa instituição.
  • Questão 20433.   Arquivologia - Nível Superior - ANTAQ - CESPE - 2009

  • Julgue os itens seguintes, relativos a conceitos fundamentais de arquivologia.

    Entre os aspectos diferenciadores de um documento de arquivo, incluem-se a heterogeneidade de seu conteúdo e a multiplicidade da informação, aspectos derivados não da proximidade com a gênese do documento, mas de sua própria gênese.
  • Questão 20428.   Arquivologia - Nível Superior - ANTAQ - CESPE - 2009

  • Com relação a conceitos fundamentais de arquivologia e tendo como referência a legislação arquivística brasileira vigente, julgue os itens a seguir.

    De acordo com os fundamentos da arquivologia, é correto que o arquivo corrente que existir na ANTAQ seja formado pelo conjunto de documentos mantidos nos diversos setores da agência para apoio às atividades cotidianas.
  • Questão 20427.   Arquivologia - Nível Superior - ANTAQ - CESPE - 2009

  • Com relação a conceitos fundamentais de arquivologia e tendo como referência a legislação arquivística brasileira vigente, julgue os itens a seguir.

    De acordo com a aplicação dos critérios elaborados por Michel Duchein e considerando as vinculações existentes entre a ANTAQ e o Ministério dos Transportes, o acervo documental que estiver presente na ANTAQ deve ser considerado um subfundo vinculado ao fundo do referido ministério.
  • Questão 20430.   Arquivologia - Nível Superior - ANTAQ - CESPE - 2009

  • Julgue os itens seguintes, relativos a conceitos fundamentais de arquivologia.

    A informação não orgânica existe exclusivamente nos setores de trabalho e sob a forma de publicações, de bancos de dados ou de dossiês temáticos.
  • Questão 30903.   Arquivologia - Nível Superior - FIOCRUZ - FGV - 2010

  • O historiador Marc Bloch, em seu livro Introdução à História, afirma:

    “Seria uma grande ilusão imaginar que a cada problema histórico corresponde um tipo único de documentos, especializado nesta função”.

    A partir desta declaração, analise as afirmativas a seguir.

    I. Não há documentos especializados para fins históricos.
    II. O historiador deve suprir a ausência de documentos;
    III. O documento deve ser tomado num sentido mais amplo.
    IV. Não há história sem documentos escritos.
    V. O monumento é mais importante para o historiador.

    Assinale:
  • Questão 30902.   Arquivologia - Nível Superior - FIOCRUZ - FGV - 2010

  • No final do século XIX, Fustel de Coulanges e outros historiadores, embebidos de um espírito positivista, passaram a considerar o documento como idêntico:
  • Questão 30900.   Arquivologia - Nível Superior - FIOCRUZ - FGV - 2010

  • Michel Duchein, Armand Camus e Pierre Daunou, os dois primeiros diretores do depósito de arquivo de Paris, conceberam um plano para tratar a massa documental como um único conjunto dividido em cinco seções metódico- cronológicas. A seção histórica era constituída por documentos considerados de interesse histórico, extraídos das demais seções.

    Sobre o mesmo assunto Malheiros da Silva acrescenta que aquela situação não tratava meramente de absorção ou de transferência de arquivos.

    Esses autores estavam se referindo à decisão que teve como consequência:
  • Questão 20431.   Arquivologia - Nível Superior - ANTAQ - CESPE - 2009

  • Julgue os itens seguintes, relativos a conceitos fundamentais de arquivologia.

    A imparcialidade, como uma das características dos registros documentais, caracteriza-se pelo fato de os documentos de arquivo não serem coletados artificialmente, mas resultarem do curso dos atos e das ações de uma administração.
  • Questão 20434.   Arquivologia - Nível Superior - ANTAQ - CESPE - 2009

  • Julgue os itens seguintes, relativos a conceitos fundamentais de arquivologia.

    O documento tomado individualmente não é testemunho completo dos atos e das ações que o geraram, visto que é na relação que ele estabelece com outros documentos e com a atividade da qual resulta que lhe são atribuídos significado e capacidade comprobatória, característica conhecida como inter-relacionamento.