Simulado CRESS PR - Português - Assistente Administrativo - 2015

Categoria: Simulados | Questões: 5 | Disciplina: Português | Ensino: Médio | Cargo: Assistente Administrativo | Órgão: CRESS PR | Banca: QUADRIX

  • 1 gabaritaram
  • Regular
  • 33 resolveram
barra ótimo 7 Ótimo
barra bom 9 Bom
barra ruim 16 Ruim
barra péssimo 1 Péssimo

    Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples, fácil e grátis!

  • Conselho Europeu pede divisão de refugiados entre países da UE 

           O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, convocou os estados membros da UE a aceitar dividir o acolhimento de ao menos 100 mil refugiados, para aliviar a pressão sobre os países na linha de frente da crise migratória.
           "Aceitar mais refugiados é um importante gesto de solidariedade real. Uma divisão justa de ao menos 100.000 refugiados entre os Estados da UE é o que precisamos agora", disse Tusk em uma coletiva de imprensa junto ao primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban.
          Vários países europeus já rejeitaram quotas de divisão de refugiados – e com números muito inferiores aos 100.000 – e em uma cúpula em junho acordaram apenas acolher voluntariamente 32.000 pessoas procedentes de Síria e Eritreia, menos dos 40.000 propostos pela Comissão Europeia em maio. 
          Na mesma entrevista, Orban disse que a crise de migrantes não é um problema europeu, mas alemão, ao defender a política de seu governo para enfrentar a onda de refugiados que passa por seu país rumo à Alemanha.
          "O problema não é um problema europeu, é um problema alemão", disse Orban em uma coletiva de imprensa em Bruxelas.
          "Ninguém quer ficar na Hungria, na Eslováquia, na Estônia, na Polônia. Todos querem ir à Alemanha. Nosso trabalho consiste apenas em registrá-los, e faremos isso", afirmou em uma coletiva de imprensa com o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz.
          "Os húngaros, os europeus têm medo, porque é possível ver que os líderes europeus (...) não são capazes de controlar a situação", acrescentou o primeiro-ministro, cujo país é criticado por ter erguido uma cerca metálica em sua fronteira com a Sérvia.
          "Peço que Schulz diga aos deputados europeus que parem de criticar a Hungria, porque está fazendo o que é obrigada a fazer", afirmou Orban. 

    (g1.globo.com/)
  • 1 - Questão 31679.
  • Observe as seguintes comparações, entre o texto lido e aquele encontrado em relatórios e projetos.

    I. O texto apresentado é jornalístico; portanto, extremamente pessoal e intimista, assim como deve ser o desenvolvimento textual de um relatório.
    II. Não há qualquer diferença entre a linguagem do texto acima, chamado de “documental", e aquela de um relatório – ambas são arcaizantes e obscuras, por sua natureza.
    III. A linguagem da reportagem acima é oposta àquela encontrada em relatórios – esta tem, como característica principal, a subjetividade; aquela, a imprecisão semântica.
    IV. Tanto o texto apresentado (jornalístico) quanto aquele de um relatório pertencem à mesma tipologia: ambos são dissertativos e sempre puramente argumentativos.

    Está correto o que se afirma exatamente em:
  • 2 - Questão 31680.
  • No título do texto aparece a expressão “divisão de refugiados”. Pode-se notar que, nesse caso, o termo “de refugiados” liga-se, diretamente, a “divisão”, que, por sua vez, é um nome. Logo, pode-se afirmar que, sintaticamente, “de refugiados” exerce função sintática de:
  • 3 - Questão 31681.
  • A regra de acentuação que justifica o uso do acento agudo em “países” é a mesma que justificaria seu uso em “rainha”, não fosse o caso de, nesta última palavra, a sílaba “i” ser seguida, na sílaba seguinte, de “nh”. Qual é, portanto, a regra que justifica a acentuação em “países”?
  • 4 - Questão 31682.
  • Analise as afirmativas a seguir:

    I. A forma verbal “acordaram”, em destaque no texto, aparece na terceira pessoa do singular.
    II. O verbo “acordar” tem apenas um sentido possível.
    III. Um dos sentidos do verbo “acordar” é o de “despertar”, mas esse não é o sentido que a forma verbal assume no texto.

    Está correto o que se afirma em:
  • 5 - Questão 31683.
  • Em “Ninguém quer ficar na Hungria”, pode-se afirmar que:

+Simulados CRESS PR

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.