Simulado IEMA ES - Conhecimentos Gerais - Advogado - 2007

Categoria: Simulados | 15 questões | Conhecimentos Gerais | Ensino Superior | Advogado | IEMA ES | CESPE

  • 0 gabaritaram
  • Difícil
  • 6 resolveram
  • barra ótimo 0 Ótimo
  • barra qtd_bom 4 Bom
  • barra ruim1 Ruim
  • barra péssimo1 Péssimo

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples, fácil e grátis!

  • Na primeira etapa da viagem que levou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a cinco países europeus, os governos brasileiro e finlandês assinaram acordo de cooperação para a redução das emissões de gases causadores do efeito estufa. O documento segue as metas definidas pelo Protocolo de Kyoto. O acordo faz parte do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL). O Brasil é, com a China e a Índia, o líder mundial de projetos MDL. A preocupação com o meio ambiente também explica o interesse da Finlândia no etanol brasileiro. O presidente Lula aproveitou a ocasião para rechaçar a principal crítica feita à produção de cana-de-açúcar. Ele também apresentou a empresários finlandeses as oportunidades que surgem na economia brasileira com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

    Correio Braziliense, 11/9/2007, p. 21 (com adaptações).

    Tendo o texto acima como referência inicial e considerando a amplitude e a diversidade dos temas por ele tratados, julgue os itens que se seguem.
  • 1 - Questão 44764.
  • A globalização caracteriza o atual estágio da economia mundial, marcado pela ampliação dos mercados.
  • 2 - Questão 44765.
  • No mundo contemporâneo, viagens de chefes de Estado e de governo tendem a assumir caráter prioritariamente econômico.
  • 3 - Questão 44766.
  • Visitada por Lula, a Finlândia é exemplo de país relativamente rico que convive com enormes problemas sociais.
  • 4 - Questão 44767.
  • O aquecimento global é uma das graves conseqüências da emissão descontrolada de gases poluentes na atmosfera.
  • 5 - Questão 44768.
  • Citado no texto, o Protocolo de Kyoto obriga os países ricos a reduzirem as emissões de gás em um período de tempo determinado.
  • 6 - Questão 44769.
  • A adesão incondicional dos Estados Unidos da América, na administração George W. Bush, ao Protocolo de Kyoto viabilizou a implantação efetiva das resoluções desse tratado.
  • 7 - Questão 44770.
  • Integrantes do G-7, China e Índia são países considerados ricos, razão pela qual devem se submeter às determinações do Protocolo de Kyoto para a redução do nível de gases poluentes que lançam na atmosfera.
  • 8 - Questão 44771.
  • O Brasil domina a tecnologia de produção do etanol, motivo pelo qual tem interesse em abrir mercados mundo afora para esse biocombustível.
  • 9 - Questão 44772.
  • A principal crítica feita à ampliação da produção da cana-de- açúcar pelo Brasil é que essa cultura ocupa espaço que deveria ser destinado à produção de alimentos.
  • 10 - Questão 44773.
  • Fidel Castro (Cuba) e Hugo Cháves (Venezuela) simbolizam o apoio incondicional latino-americano ao projeto brasileiro de produção de combustível a partir da cana-de-açúcar.
  • 11 - Questão 44774.
  • Previsto no Protocolo de Kyoto, o MDL permite aos países ricos ultrapassarem a cota fixada de emissões de gases, desde que invistam em projetos sustentáveis em países subdesenvolvidos ou emergentes.
  • 12 - Questão 44775.
  • Por deficiência técnica, o Brasil ainda não conseguiu elaborar projetos passíveis de serem financiados pelo MDL.
  • 13 - Questão 44776.
  • Em geral, projetos que recebem investimentos do MDL relacionam-se a energias renováveis e à gestão de dejetos.
  • 14 - Questão 44777.
  • O PAC consiste em um conjunto de projetos do governo federal a serem implementados com recursos exclusivamente públicos, ou seja, sem a participação de capitais privados nacionais ou externos.
  • 15 - Questão 44778.
  • Por opção estratégica, nenhum projeto integrante do PAC relaciona-se a infra-estrutura, a exemplo de portos, hidrelétricas, rodovias e ferrovias.

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.