Simulado UFF - Veterinária - Médico Veterinário - 2017

Categoria: Simulados | 24 questões | Veterinária | Ensino Superior | Médico Veterinário | UFF | COSEAC

  • 0 gabaritaram
  • Difícil
  • 2 resolveram
  • barra ótimo 0 Ótimo
  • barra qtd_bom 1 Bom
  • barra ruim1 Ruim
  • barra péssimo0 Péssimo

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples, fácil e grátis!

  • 1 - Questão 46170.
  • A pesquisa científica avança vertiginosamente, e aquelas experimentais, com os chamados “animais de laboratório”, têm hoje o seu uso legalmente disciplinado pelas CEUAs (Comissões de Ética no Uso de Animais). Assim, algumas espécies são de indivíduos “roedores”, como:
  • 2 - Questão 46171.
  • A prática da “eutanásia”, que é a indução tecnicamente consciente do óbito (morte), implica em diversas técnicas preconizadas para tal, como:
  • 3 - Questão 46172.
  • No “manejo” de animais, os ambientes em geral, mas principalmente os biotérios, os ambulatórios e laboratórios, devem estar rigorosamente higienizados. Isto inclui desinfecção de todas as áreas do ambiente de trabalho e dos materiais utilizados na rotina. A desinfecção compreende um(a):
  • 4 - Questão 46173.
  • A contenção é uma prática importante e comum no manejo de animais domésticos, de laboratório e selvagens. Num camundongo, a manobra inicial realizada consiste em:
  • 5 - Questão 46174.
  • A cobaia é conhecida por muitos como símbolo representativo dos animais de laboratório. Sua correta posição taxonômica é:
  • 6 - Questão 46175.
  • Os ratos silvestres são os hospedeiros naturais do hantavírus. O homem é infectado ao inalar a poeira formada a partir do ressecamento da urina e das fezes dos roedores. Nos casos mais graves o doente sofre de:
  • 7 - Questão 46176.
  • Uma das espécies comuns de animais de laboratório, a cobaia, não sintetiza a vitamina C devido: 
  • 8 - Questão 46177.
  • Em biossegurança, o descarte de carcaças é um ato que requer grande senso de responsabilidade por parte do profissional que o está executando. Sendo assim, as carcaças podem ter os seguintes destinos:
  • 9 - Questão 46178.
  • A mixomatose é uma doença fatal, causada por um vírus do grupo da varíola, que tem um artrópode como vetor. Sobre esta doença, pode-se afirmar que:
  • 10 - Questão 46179.
  • Sobre histopatologia, recomenda-se para uma perfeita colheita de amostras teciduais:
  • 11 - Questão 46180.
  • Quanto à anquilose, pode-se afirmar que:
  • 12 - Questão 46181.
  • A raiva é uma enfermidade infectocontagiosa aguda, quase sempre fatal, caracterizada principalmente por apresentar agressividade, ora paresia ora paralisia. Quanto à etiologia, pode-se afirmar que é causada por um:
  • 13 - Questão 46182.
  • A febre aftosa é uma doença viral causada por um aftovírus da família Picornaviridae, altamente contagiosa, que afeta animais de casco fendido. A febre aftosa se caracteriza por:
  • 14 - Questão 46183.
  • Corpos estranhos são ocasionalmente encontrados nos pré-estômagos dos ruminantes. As concreções formadas a partir de pelos e fibras vegetais são, respectivamente:
  • 15 - Questão 46184.
  • A paratuberculose foi descrita em numerosas espécies de ruminantes, tendo como agente etiológico o Mycobacterium paratuberculosis. Também conhecida como doença de Johne, no gado, é uma doença caracterizada por:
  • 16 - Questão 46185.
  • O tipo de necrose da tuberculose é:
  • 17 - Questão 46186.
  • Nas necropsias em animais, deve-se observar o seguinte procedimento:
  • 18 - Questão 46187.
  • A porcentagem de animais afetados/doentes em qualquer época corresponde à:
  • 19 - Questão 46188.
  • O registro continuado de uma doença ou agente etiológico, numa mesma população e numa mesma área geográfica, é uma:
  • 20 - Questão 46189.
  • A anemia infecciosa equina (AIE) é enfermidade infectocontagiosa dos equídeos, caracterizada principalmente por períodos febris e anemia que se desenvolvem com intermitência. Sobre esta doença pode-se afirmar que:
  • 21 - Questão 46190.
  • Doença infecciosa produzida pelo Bacillus anthracis, que afeta sobretudo mamíferos e evolui geralmente de forma aguda e mortal com o quadro de septicemia, caracterizada principalmente por infiltrados sero-hemorrágicos no conjuntivo subcutâneo e subseroso. Esta doença é:
  • 22 - Questão 46191.
  • “A peste suína clássica” PS , ou “cólera dos porcos”, ou “febre do suíno”, é uma doença febril altamente contagiosa que acomete porcos e javalis. A doença é causada por um vírus RNA que pertence à família Flaviviridae. A principal lesão observada nesses animais consiste em uma:
  • 23 - Questão 46192.
  • Os sinais clínicos de botulismo resultam do efeito da neurotoxina produzida pelo Clostridium botulinumsobre a junção mioneural, conduzindo à fraqueza muscular. Quanto à toxina botulínica, pode-se afirmar que atua principalmente na região:
  • 24 - Questão 46193.
  • A especificação para o leite é a de um produto de origem animal, obtido de ordenha completa e ininterrupta em excelentes condições de higiene e de vacas sadias. O produto industrializado é considerado normal com:

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.