Simulado SES MG - Enfermagem - Médico Veterinário - 2015

Categoria: Simulados | 13 questões | Enfermagem | Ensino Superior | Médico Veterinário | SES MG | FUNCAB

  • 0 gabaritaram
  • n/d
  • 0 resolveram
  • barra ótimo 0 Ótimo
  • barra qtd_bom 0 Bom
  • barra ruim0 Ruim
  • barra péssimo0 Péssimo

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples, fácil e grátis!

  • 1 - Questão 46422.
  • O evento em que se evidenciou que as modificações propostas para o setor da saúde transcendiam os marcos de uma simples reforma administrativa e financeira foi:
  • 2 - Questão 46423.
  • O Ministério da Saúde pressupõe uma reorganização dos processos de trabalho na Atenção Primária à Saúde com o objetivo de fortalecer as ações de vigilância em saúde junto às equipes de saúde da família. Uma das estratégias indutoras é:
  • 3 - Questão 46424.
  • De acordo com a Portaria n° 1.271/2014, que define a Lista Nacional de Notificação Compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública nos serviços de saúde públicos e privados em todo o território nacional, são consideradas doenças de notificação imediata com “suspeita de disseminação intencional”:
  • 4 - Questão 46425.
  • A Secretaria de Vigilância em Saúde - SVS/MS é a gestora responsável pelo Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) em todo o país. O SINASC foi implantado oficialmente a partir de 1990, com o objetivo de coletar dados sobre os nascimentos informados em todo o território nacional e fornecer dados sobre natalidade para todos os níveis do Sistema de Saúde. Assinale a seguir a alternativa que apresenta algumas das principais variáveis presentes no SINASC:
  • 5 - Questão 46426.
  • Em 2006, os gestores do SUS assumiram o compromisso público da construção do Pacto pela Saúde/2006, com base nos princípios constitucionais do SUS e ênfase nas necessidades de saúde da população. O Pacto pela Saúde define prioridades articuladas e integradas em três componentes: Pacto pela Vida, Pacto em Defesa do SUS e Pacto de Gestão do SUS. Uma das prioridades do Pacto pela Vida é:
  • 6 - Questão 46427.
  • As ações de vigilância epidemiológica das doenças transmissíveis abrangem um grande elenco de agravos. Associe as tipologias de agravos da coluna I com as doenças na coluna II a elas relacionadas:

    Coluna I
    1. Doenças imunopreveníveis.
    2. Antropozoonoses e doenças transmitidas por vetores.
    3. Doenças de veiculação hídrica e alimentar.

    Coluna II
    ( ) leishmaniose
    ( ) sarampo
    ( ) esquistossomose
    ( ) febre tifoide
    ( ) coqueluche
    ( ) botulismo

    A única sequência correta é:
  • 7 - Questão 46428.
  • A Organização Mundial de Saúde estima que cerca de 2 bilhões de pessoas já tiveram contato com o vírus da hepatite B, contabilizando 325 milhões de portadores crônicos. Sobre as hepatites virais, é correto afirmar:
  • 8 - Questão 46429.
  • “Portugal criou um dispositivo de coordenação que está em alerta e mobilizará e ativará recursos que sejam adequados a cada situação de infecção pelo vírus do Ébola que venha a ser identificada, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS). Num comunicado publicado, a DGS garante que ainda não se verificou nenhum caso autóctone de doença por vírus Ébola em Portugal.”

    Fonte: Jornal de Noticias - Publicado em 08 ago. 2014 - Disponível em: < http://www.jn.pt/Paginalnicial/ Sociedade/Saude/lnterior.aspx?content_id=4070380>

    Com base no texto acima, pode-se afirmar que caso autóctone de uma doença é:
  • 9 - Questão 46430.
  • A vigilância de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) exige estratégias específicas, integradas e complementares entre si. Em geral, no campo das DCNT"s, a morbidade e a mortalidade refletem risco acumulado durante toda a vida e tendem a mudar lentamente, a partir de intervenções específicas, pois os eventos abordados são doenças que apresentam longos períodos de indução e latência. As DCNT"s apresentam fatores de riscos, conforme apresentado na coluna I. Estabeleça a correta correspondência com os determinantes da coluna II.

    Coluna I
    1. Fatores de risco não modificáveis
    2. Fatores de risco comportamentais
    3. Fatores de risco intermediários

    Coluna II
    ( ) tabagismo
    ( ) idade
    ( ) alimentação
    ( ) diabetes
    ( ) inatividade física

    A sequência correta é:
  • 10 - Questão 46431.
  • A Portaria n° 1.660, de 22 de julho de 2009, institui o Sistema de Notificação e Investigação em Vigilância Sanitária - VIGIPOS, no âmbito do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, como parte integrante do Sistema Único de Saúde - SUS. É atribuição dos gestores estaduais, no seu âmbito de atuação e de acordo com os Planos de Ação de Vigilância Sanitária Anuais:
  • 11 - Questão 46432.
  • A Lei Orgânica de Saúde inclui no campo de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS) a execução de ações de Vigilância Sanitária. Entende-se por Vigilância Sanitária, o conjunto de:
  • 12 - Questão 46433.
  • Assinale, a seguir, a única alternativa que contém apenas resíduos de serviços de saúde pertencentes à Classe A4.
  • 13 - Questão 46434.
  • Uma das ferramentas de trabalho mais importantes para a vigilância em saúde é a informação. A informação em saúde é a base para a gestão dos serviços, pois orienta a implantação , o acompanhamento e a avaliação dos modelos de atenção à saúde e das ações de prevenção e controle de doenças. A dinâmica das atividades da vigilância epidemiológica tem base na tríade:

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.