Aliteração e Assonância - Qual a diferença?

Por Jeniffer Elaina em 30/07/2018

Aliteração e assonância são termos que fazem parte da classe das figuras de linguagem.

  • A assonância se baseia na qualidade de repetir sons de vogais em uma determinada oração, particularmente em sílabas tônicas.
  • A aliteração, por sua vez, está ligada a repetição de sons que envolvem as consoantes presentes em uma frase, também em sílabas tônicas.

Abaixo você vai compreender melhor a diferença entre aliteração e assonância.

Aliteração

A aliteração possui uma ligação íntima com os sons e a harmonia dos textos. É caracterizada pela repetição de fonemas que se concentram nas consoantes das palavras usadas nas orações que compõem a peça.

Os sons usados para a expressão do tema podem ser similares ou exatamente iguais. Essa figura de linguagem normalmente é encontrada no início, ou no meio, dos vocábulos.

O efeito sonoro que a aliteração provoca passa ao leitor a sensação de ritmo enquanto desfruta da leitura.

Por essas características citadas é fácil perceber o porquê dessa figura de linguagem ser amplamente usada nas poesias, apesar de ser encontrada em outros estilos textuais. Veja o exemplo a seguir:

  • “Leva-lhe o vento a voz, que ao vento deita.”

Assonância

A assonância descreve uma repetição sonora que é evidenciada nos sons das vogais em uma peça de texto.

É uma figura de linguagem muita usada pelos artistas em suas composições, dessa maneira, é comum que encontre essa forma estilística nas músicas, poesias e outras expressões ligadas com a ideia de despertar sentimentos naqueles que recebem o estímulo da obra. Veja o exemplo:

  • “Berro pelo aterro
  • Pelo desterro
  • Berro por seu berro
  • Pelo seu erro”

Diferenças entre Aliteração e Assonância

Apesar da confusão que existe para distinguir essas figuras de linguagem ligadas ao som, a aliteração e a assonância possuem diferenças que podem facilmente ser explicadas.

Perceba que enquanto a aliteração é caracterizada por sons consonantais que se repetem, a assonância é focada nos sons vocálicos. Veja essa diferença nos exemplos a seguir.

  • “O pato pateta pintou o caneco.” (aliteração evidenciada no uso de “p” e “t”)
  • “Juro que não acreditei eu te estranhei
  • Me debrucei sobre teu corpo e duvidei
  • E me arrastei e te arranhei
  • E me agarrei nos teus cabelos” (assonância evidenciada na repetição da terminação vogal “ei”).

Reforçando o que foi dito até agora...

Exemplo de Aliteração

Aliteração baseia-se na repetição de fonemas e é amplamente usada por escritores que produzem poesias, mas não é específica desse tipo de obra. A redação com seu uso busca um efeito diferenciado na hora de se expressar.

A valorização do texto é algo que se procura com o uso da aliteração. Veja esse exemplo clássico:

  • “O rato roeu a roupa do rei de Roma.”

Exemplo de Assonância

A assonância é uma figura de linguagem intimamente ligada aos sons. Ela é usada para buscar uma harmonia diferenciada que abrilhante os textos. Por essa característica artística é comumente vista nas poesias.

A assonância é dita como capaz de criar uma atmosfera sensorial para os leitores. Perceba como isso acontece.

  • “Essa desmesura de paixão
  • É loucura do coração
  • Minha foz do Iguaçu
  • Pólo sul, meu azul
  • Luz do sentimento nu”

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!