Como estudar para Concurso Público do IBGE?

Por Jeniffer Elaina em 12/02/2019

Veja também:

Está à procura de uma boa vaga no serviço público federal? Que tal uma no IBGE? Acompanhe o texto e conheça 13 dicas de como estudar para concurso público do IBGE!

Estudar para concurso público do IBGE pode ser a saída para um trabalho com bom salário e estabilidade. No entanto, a tarefa é árdua, e exige planejamento. Afinal, são muitos os concorrentes, e apenas os que se sobressaem conseguem a vaga.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é uma entidade pública federal, responsável pela coleta e análise de informações estatísticas no País. Ele também produz e analisa dados geográficos, faz a implantação de informações ambientais e auxilia na tomada de decisões do Poder Público.

São vários os cargos concursados no órgão. Como o de Técnico, Analista, Tecnologista e Recenseador. Há também os de Agente Censitários (Administrativo, Regional, de Informática, Municipal ou Supervisor) e de Analista Censitário.

Os requisitos de cada seleção são variados, já que há cargos de Nível Fundamental, Médio e Superior.

Antes de iniciar os estudos, é importante que você defina a que cargo deseja concorrer. Mais do que indicar quais os requisitos e os conhecimentos necessários, essa escolha cria uma meta. Com um objetivo em mente, torna-se mais simples manter o estímulo para a preparação.

Além das provas objetivas, há cargos que requerem outras avaliações dos candidatos. Os cargos de Analista e Desenvolvimento de Sistemas, por exemplo, costumam demandar prova discursiva. Enquanto isso, um  Designer Institucional e Tecnologista geralmente passa por exames práticos.

É fundamental ter atenção ao edital do concurso. Todas as regras e especificidades de cada cargo ficam listados no documento.

Algumas seleções, porém, podem demorar a lançar seus editais, mesmo com a previsão de vagas. Neste caso, pesquise por editais antigos, para o mesmo cargo.

Assim, você já poderá começar a estudar para concurso público do IBGE. Se for o caso, então, precisará apenas adaptar o cronograma após o edital. Veja 13 dicas para você passar em no concurso do IBGE.

1. Escolha seu modo de estudo

Existem dois modos básicos de se dedicar aos estudos para um concurso: com aulas presenciais, e com aulas online. Para começar a estudar para concurso público do IBGE, então, você precisa definir como prefere conduzir a sua preparação.

De modo geral, as aulas online são indicadas para quem deseja possuir maior controle do seu cronograma. Isso porque, os conteúdos da internet podem ser facilmente acessados pelo usuário, onde e quando ele desejar.

Ainda assim, a opção requer disciplina redobrada — e por isso deve ser escolhida com sabedoria.

Material grátis para estudar:

2. Estabeleça um cronograma

Estudar para uma seleção pública também requer um cronograma. Para defini-lo, você precisará conhecer as disciplinas necessárias para a prova.

Elas aparecem no edital, e variam por cargo pretendido. Com essa informação em mãos, distribua todos os conteúdos pelo tempo ainda restante até o exame.

Quando o concurseiro investe em um curso presencial, pode complementar as aulas com este cronograma. Afinal, a divisão de matérias já terá sido definida pelos responsáveis pelo preparatório.

As aulas por conta própria ou online, porém, podem ser mais flexíveis, e requerem atenção redobrada no planejamento.

O ideal é sempre intercalar, ao menos, dois temas para estudo em um mesmo dia. Isso porque, a atenção ininterrupta a uma mesma disciplina costuma facilitar a distração. Como consequência, há maior dificuldade em apreender os conteúdos.

Lembre-se, ainda, de planejar maior tempo de dedicação para as matérias mais difíceis. As que você possui maior facilidade podem aparecer de modo mais espaçado no cronograma.

3. Defina uma rotina de estudos

Estabeleça um horário específico para os seus estudos no dia a dia. Esse cuidado evitará que você deixe a preparação de lado por outros compromissos.

Além disso, seu cérebro poderá se acostumar com a dedicação intensa, facilitando a compreensão das informações.

4. Estude em um espaço adequado

Sempre que possível, estude em um ambiente tranquilo e organizado. Pode ser na sala de casa, no escritório ou em uma biblioteca, por exemplo. O importante que é que você tenha facilidade em se concentrar.

5. Elimine distrações

Na hora de estudar para concurso público do IBGE, elimine fatores que possam tirar o foco do conteúdo. Ou seja, desligue a televisão, não converse com outras pessoas, limite o seu acesso à internet e, principalmente, “esqueça” seu celular.

O smartphone é um dos principais vilões para a concentração. Pense só: quantas vezes você já interrompeu uma tarefa, apenas para conferir notificações, e ficou muito mais tempo navegando?

6. Busque materiais diversos

Seu cronograma está bem definido, e seu curso preparatório tem bons conteúdos? Ótimo, mas isso não é suficiente! Você precisa pesquisar outros materiais, que potencializarão a sua preparação para as provas.

Por isso, busque por livros, textos, videoaulas e podcasts. Só não exagere, pois isso poderia dificultar a sua organização.

Veja também: Material e Apostilas para Concursos Grátis

7. Use seu tempo ocioso

Um bom concurseiro investe todo o seu tempo disponível nos seus estudos. Por isso, sempre tenha algum conteúdo à mão. Assim, você poderá utilizá-lo na hora do almoço, na academia, na fila do banco, na volta pra casa ou outros.

Podcasts, por exemplo, são ótimos para escutar enquanto você dirige ou malha.

8. Estude a Língua Portuguesa

Para estudar para concurso público do IBGE corretamente, você precisará incluir em seu cronograma  conteúdos de Língua Portuguesa.

Os temas mais recorrentes nas provas são figuras de linguagem, sintaxe, análise semântica e verbos. Assim como concordância nominal e verbal, oração, significação das palavras, conjunções, pronomes e outros.

9. Trabalhe seu Raciocínio Lógico e Quantitativo

As provas de raciocínio lógico no concurso do IBGE normalmente cobram temas como probabilidade, porcentagem, operação em conjuntos, expressões de primeiro e segundo grau, diagramas lógicos e etc.

10. Invista nas suas noções de administração

Ter noções de administração e de processos gerenciais é fundamental para a seleção deste tipo de concurso. Por isso, invista nesses conhecimentos, com bons textos e videoaulas.

11. Estude informática

Você pode ser um especialista na prática da informática, mas também precisará indicar a parte teórica dessa matéria. Por isso, não deixe os seus estudos sobre o assunto de lado.

Na seleção, costumam ser avaliados conhecimentos em internet e intranet e sobre os sistemas Windows e Linux. Nas questões objetivas, também são comuns temas como as formas de uso dos softwares e noções de segurança.

12. Dedique-se a conhecimentos específicos

Muitas das áreas de conteúdo citadas aparecem em todos os concursos do IBGE. Algumas, porém, podem ser solicitadas apenas em determinados cargos, para avaliação do conhecimento específico necessário. Assim, tenha atenção ao edital na hora de estudar para a seleção.

Além destes, podem existir outros conhecimentos específicos para cada cargo pleiteado. Caso eles apareçam no edital, dedique tempo especial a seu estudo, pois eles costumam ter grande peso sobre a nota final do exame.

13. Revise os conteúdos

Resumos e revisões são fundamentais a qualquer estudante. Por isso, durante todo o seu estudo, faça anotações sobre os conteúdos.

Elas podem aparecer em formato de mapas mentais, tópicos ou palavras-chaves — o que se mostrar mais eficaz para você. Depois, de tempos em tempos, faça revisões. Revisitar os assuntos é essencial para mantê-los “frescos” em sua mente.

O ideal é inserir esses momentos de revisão no cronograma, para que elas sejam realizadas frequentemente. A revisão também é indicada para dois ou três dias antes da prova, pois são menos “pesadas”.

Assim, o corpo consegue descansar um pouco mais antes do teste.

Agora que você já sabe como estudar para concurso público do IBGE, defina sua meta. Com o objetivo em mente, você terá muito mais facilidade em se manter focado nos conteúdos.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!