O que é, e o que faz um Papiloscopista?

Por Sumaia Santana em 07/03/2019

O papiloscopista é o profissional que ajuda a solucionar assassinatos, desaparecimentos, sequestros, casos de troca de bebês em maternidades, etc... Esse profissional é admitido através de concurso público e pode trabalhar tanto na esfera estadual como federal. Os locais de atuação do papiloscopista são na Polícia Civil, na Polícia Federal, Instituto Médico Legal e no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa.

Se você está sempre de olho nos concursos públicos por aqui, já se deparou com o cargo de Papiloscopista. Essa função é muito importante na segurança pública e exige conhecimentos em biologia, química e física.

O salário atrai muitos concorrentes, mas, o que tem de gente que não sabe o que faz um papiloscopista não é brincadeira! Por isso, vamos explicar as funções desse profissional, a média salarial e o que estudar para ingressar nesse campo.

O que é papiloscopia?

A papiloscopia, do grego papilla “papila” e skopêin “examinar” é a identificação por meio das impressões digitais, impressões das palmas das mãos e impressões das plantas dos pés. O uso da papiloscopia é para determinar identificação em cadáveres e também em pessoas vivas. Essa ciência começou a ser usada no Brasil pelo chefe de Gabinete de Identificação do Estado do Rio de Janeiro, Felix Pacheco, no ano de 1903.

Antes da papiloscopia, a antropometria era o meio usado para confirmação de identidade. Desenvolvida na França, no ano de 1879 por Alphonse Bertillon, a antropometria era a identificação por meio de catálogos fotográficos de sinais particulares e medidas corporais. Mas, por não se basear na ciência, a antropometria apresentava falhas.

Como é o trabalho de um papiloscopista?

O papiloscopista ajuda a solucionar assassinatos, desaparecimentos, sequestros e casos de troca de bebês em maternidades. Os locais de atuação do papiloscopista são na Polícia Civil, na Polícia Federal, Instituto Médico Legal e no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa.

O que faz um papiloscopista?

Basicamente, as funções do papiloscopista são coletar fragmentos humanos nos locais de crime, analisar esses materiais em equipamentos laboratoriais usando reagentes químicos, comparação de impressões digitais, armazenar informações em bancos de dados e produção de laudos e relatórios. O profissional que trabalha na Polícia Federal realiza também perícia em documentos.

O que precisa para trabalhar como papiloscopista?

A idade mínima é 18 anos e o salário de um papiloscopista da Polícia Civil varia de R$3.589,86 a R$8.284,55 e da Polícia Federal gira em torno de R$11.983,26. Os concursos públicos da Polícia Civil exigem ensino médio e da Polícia Federal, ensino superior em qualquer curso. Mas, independentemente da escolaridade, o candidato precisa ter bom preparo mental, porque irá lidar com cadáveres.

É necessário ainda enxergar bem, porque o cargo exige atenção redobrada aos detalhes, mãos firmes para manusear fragmentos, equipamentos e produtos químicos, boa digitação para digitar com rapidez e precisão os laudos e relatórios e ainda carteira de habilitação para conduzir viaturas policiais.

Como é a prova de papiloscopista?

A prova para o concurso de papiloscopista é composta por questões de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos. Veja como fica a composição de uma prova de concurso para papiloscopista:

Conhecimentos Básicos:

  • Língua Portuguesa, Informática, Criminologia, Legislação Especial, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Lógica, Arquivologia.

Conhecimentos Específicos

  • Biologia: Citologia, Bioquímica, Embriologia e Genética;
  • Química: Teoria Atômico Molecular, Classificação dos Materiais, Misturas, Métodos de Separação de Misturas, Radioatividade, Interações Químicas, Classificação Periódica dos Elementos Químicos, Gases, Propriedades dos Sólidos, Termoquímica, Estequiometria, Equilíbrio Químico, Cinética Química, Química Orgânica e Eletroquímica;
  • Física: Eletricidade, Ondas, Oscilações, Óptica e Espectroscópicas.

Além da Prova Objetiva, o candidato também será submetido a Testes de Aptidão Física, Avaliação Psicológica e Exames Complementares de Saúde (sangue, urina, etc.).

Teine para provas de papiloscopista:

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!