Quais as funções de um Engenheiro de Produção?

Publicado por Sumaia Santana em 14/05/2019

O trabalho do engenheiro de produção é verificar o processo produtivo de uma empresa para desenvolver melhorias. Mas, o engenheiro de produção se fixa no processo produtivo como um todo, analisando também os trabalhadores, os materiais usados e até o quanto de dinheiro é empregado.

Essa engenharia alia ciências humanas, métodos de administração e conceitos de economia.

As funções do engenheiro de produção variam conforme sua área de atuação, porém, as cinco atividades mais comuns são desenvolver sistemas produtivos, gerenciar matéria-prima, determinar padrões de controle de qualidade, desenvolver sistemas de controle de recursos financeiros e atuação no gerenciamento de equipamentos.

Áreas de atuação do engenheiro de produção

Esse engenheiro pode trabalhar em empresas públicas e privadas, indústrias, bancos, setor de Tecnologia da Informação, área turística, lojas varejistas e na área da agroindústria e a média salarial do engenheiro de produção no Brasil é de R$6.984,00.

Confira quais são 6 áreas de atuação da engenharia de produção:

  1. Desenvolvimento empresarial: esse ramo da engenharia de produção é para definir o esqueleto da empresa e estudar como ela será implementada;
  2. Planejamento e controle: trabalha com a escolha de matérias-primas, determinação de critérios de qualidade, cuidar da armazenagem de materiais e produtos e gerenciar a distribuição dos produtos finais;
  3. Economia empresarial: o engenheiro de produção na área de economia empresarial fará o controle de tudo do setor financeiro da empresa: custos de processos e decisões sobre onde serão aplicados os recursos;
  4. Engenharia do trabalho: aqui a missão é otimizar o trabalho. O engenheiro de produção cuidará dos processos seletivos para contratação de funcionários, treinamentos e custos para manutenção de mão de obra;
  5. Simulação de processos: especialização que usa a Tecnologia da Informação para detectar problemas e implementar soluções;
  6. Produção agroindustrial: área da engenharia da produção que cuida do gerenciamento da produção da agroindústria, atuando do armazenamento de matérias-primas, venda e distribuição de produtos.

Formação acadêmica em engenharia da produção

O curso superior em engenharia da produção tem duração de cinco anos. As disciplinas abordadas são Cálculos, Engenharia experimental, Qualidade (controle e melhoria), Gestão da Produção e Operações (manufatura e serviços), Logística e cadeia de suprimentos e Estratégias de inovação.

Para se formar, o aluno precisa comprovar que fez estágio e elaborar trabalho de conclusão de curso.

Os cursos de Pós-Graduação em engenharia da produção com duração aproximada de dois anos trazem assuntos como Gestão de Produção na Indústria, Sistemas avançados de produção, Tecnologia e inovação em sistemas de produção e também questões relacionadas à sustentabilidade.

Avançando para o Mestrado e Doutorado, algumas das disciplinas são: Administração da Manutenção e da Produção, Análise do Ciclo da Vida, Gestão de Produto, Gestão da Inovação, Gestão de Projetos, Logística e Cadeia de Suprimentos, Engenharia da Qualidade, Engenharia de Processos, entre outros.

O que estudar para concursos públicos?

Geralmente as provas caem questões de conhecimentos específicos da função, questões de Língua Portuguesa, Matemática, Raciocínio Lógico-Matemático, Informática e Atualidades.

Você pode testar os seus conhecimentos sobre esse tema usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!