O que faz um Advogado, quanto ganha e o que estudar?

Publicado por Sumaia Santana em 14/06/2019

Quando você pensa em advogado logo o imagina em um tribunal fazendo a defesa ou acusação? Mas, saiba que o trabalho desse profissional vai além.

São duas as áreas de atuação do advogado: a advocacia, defendendo os interesses de pessoas físicas e jurídicas; e a carreira jurídica, exercendo a profissão em Delegacias, na Advocacia Pública, no Ministério Público e na Magistratura.

Hoje falaremos tudo que você precisa saber sobre o trabalho do advogado.

O que é preciso para ser advogado?

É preciso cursar cinco anos da faculdade de Direito. Nos três primeiros anos são ministradas matérias teóricas como Português Jurídico, Introdução ao Direito, Sociologia.

Durante o curso, o aluno já vivencia o cotidiano da profissão em simulações de julgamentos exercendo os papeis de advogado e juiz. O curso de Direito exige estágio e trabalho de conclusão de curso.

Para trabalhar é necessário inscrição na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). O exame da OAB deverá ser feito assim que for expedido o diploma. A prova é bem complexa e aplicada em dois dias.

Na primeira etapa, o candidato responde 80 questões de múltipla escolha, quatro questões dissertativas e faz uma redação.

Qual o perfil do profissional de Direito?

Além de não se conformar com injustiças, o profissional de Direito precisa gostar de leitura e escrita, facilidade de comunicação, habilidade em fazer pesquisas e manter a calma em momentos de pressão.

No âmbito do exercício da profissão, é obrigatório manter-se atento as inovações tecnológicas. Atualmente, há uma infinidade de softwares que tornam muito mais rápida a tarefa de incluir de informações em processos e cadastrá-los. 

Gostar de cálculos também faz parte do perfil, principalmente de quem opta em trabalhar com questões de divisão de heranças e na área trabalhista.

Quanto custa o curso de Direito?

O valor da mensalidade varia conforme a instituição e a localidade. O preço começa em R$500,00 e pode ultrapassar os R$1.500,00.

Antes de decidir em qual instituição você irá estudar, analise a grade curricular, estrutura física, material didático e qualificação dos professores.

No caso de um curso de Direito é ver se a faculdade é recomendada pela OAB. A Ordem dos Advogados do Brasil tem o “Selo OAB Recomenda”. Essa certificação sai a cada três anos e em 2016, dos 1200 cursos de Direito, somente 142 têm esse selo.

Outro fator a ser observado é se você quer um determinado enfoque.

O curso de Direito da Faculdade de Mauá (Maringá/PR) é voltado para Políticas Públicas, enquanto a UNIRB (Arapiraca/AL) tem foco em Direito Público e Privado. Isso reforça a importância de analisar a grade curricular das instituições.

Quais instituições oferecem o curso?

São muitas instituições que oferecem o curso no país. Confira a lista dos 5 melhores cursos de Direito do país:

  • Universidade Federal de Santa Catarina: Florianópolis;
  • Universidade de Brasília: Brasília/DF;
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie: São Paulo/SP;
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro: Rio de Janeiro/RJ;
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro/RJ.

O que estuda no curso?

  • História do Direito;
  • Teoria Geral do Direito;
  • Linguagem Jurídica;
  • Antropologia Jurídica;
  • Ciência Política;
  • Pessoas e Bens;
  • Ética e Cidadania;
  • Ciência, Tecnologia e Sociedade no Direito.
  • Economia Política.

O que é possível fazer?

O trabalho do profissional de Direito é bastante amplo. É possível trabalhar na advocacia e na carreira jurídica. Conheça as áreas de atuação do Direito:

Advocacia: quem optar pela advocacia irá representar pessoas físicas e jurídicas. As áreas da advocacia são:

  • Direito Civil: defesa de interesses de pessoas físicas em questões de família, ações envolvendo bens e propriedades e assuntos comerciais;
  • Direito Penal e Direito Criminal: elaboração da defesa ou acusação de crimes associados a pessoas físicas ou jurídicas;
  • Direito Trabalhista e Previdenciário: o advogado trabalhista defende interesses de empresas e de trabalhadores em processos, lida com assuntos sindicais e cuida da área previdenciária;
  • Direito do Consumidor: defesa dos direitos de consumidores que se sintam lesionados por atitudes de empresas;
  • Direito Comercial: o advogado da área comercial trabalhará na abertura, funcionamento e encerramento de estabelecimentos comerciais, aplicando leis do município, estado e federação;
  • Direito Tributário: assessoria em relação a taxas, impostos e demais obrigações tributárias;
  • Direito Administrativo: trabalha com as leis que regem órgãos públicos;
  • Direito Contratual: assessoria a pessoas e empresas no desenvolvimento e assinatura de contratos;
  • Direito Digital: o trabalho do advogado na área do Direito Digital é nas relações de usuários de serviços de informática e os prestadores de serviço;
  • Direito de Propriedade Intelectual: proteger os interesses de autores de música, filmes e tudo que abrange a questão intelectual;
  • Arbitragem Internacional: atuação em questões fiscais, aduaneiras e comerciais entre empresas e governos.

Carreira Jurídica: trabalho em órgãos públicos municipais, estaduais e federais.

  • Delegacias de Polícia: emissão de documentos, investigações e inquéritos;
  • Advocacia Pública: a atuação desse advogado é na defesa de pessoas físicas que não podem arcar com honorários;
  • Ministério Público: o trabalho do advogado no Ministério Público é como Promotor de Justiça defendendo os interesses da sociedade, por meio de fiscalizações para averiguar se as leis são cumpridas ou não, investigar responsabilidades de quem não cumpre a legislação e cobrar punições. Direito do consumidor, do meio ambiente, dos portadores de necessidades das crianças e adolescentes são as principais áreas;
  • Magistratura: julgamentos e emissão de mandatos de busca, apreensão e prisão. Na Magistratura é possível atuar como Juiz de Justiça na defesa de pessoas físicas e jurídicas que tenham problemas com a justiça em assuntos de família e questões tributárias.

Quanto ganha? Salário médio

O salário médio do advogado varia conforme a área de atuação e a experiência. De acordo com estudo realizado pela empresa de recrutamento Robert Walters, a remuneração anual de um advogado júnior em 2017 foi de R$65 a R$90 mil e em 2018 de R$70 a R$95 mil.

Os advogados de nível pleno receberam em 2017 R$80 a 130 mil anuais e em 2018 R$85 a R$140 mil. Por fim, o profissional de nível sênior ganharam R$90 a R$195 mil anuais em 2017 e R$95 a R$205 mil anuais em 2018.

O que estudar para concursos de advogado?

Geralmente, os concursos públicos trazem questões de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos como Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Penal, Direito Tributário, Direito Administrativo, entre outros.

Teste seus conhecimentos: Simulados Online OAB

Existe dia do advogado?

O dia do advogado é comemorado em 11 de agosto.

A data escolhida é porque os dois primeiros cursos de Direito do Brasil, Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (São Paulo) e Faculdade de Direito de Olinda (Pernambuco) foram criados por Dom Pedro I em 11 de agosto de 1827.

Você pode testar os seus conhecimentos sobre esse tema usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!