Ortodontista: O que faz, como se tornar e o que estudar?

Publicado por Sumaia Santana em 26/06/2019

Ortodontia é uma especialidade da odontologia e o ortodontista diagnostica e trata problemas causados pelo posicionamento errado dos dentes e dos ossos da mandíbula.

A correção é feita com aparelhos ortodônticos e a decisão de qual aparelho o paciente usará é tomada por meio de fotos e radiografias.

Hoje, falaremos tudo sobre a profissão de ortodontista!

Como se tornar um ortodontista?

É preciso cursar cinco anos da faculdade de Odontologia. A graduação tem disciplinas como Cirurgia Oral, Clínica de Diagnóstico Bucal, Tratamento adulto, infantil e idoso, Gestão, Ética profissional, Odontologia Restauradora, entre outras.

O aluno pratica os ensinamentos em Clínicas Escola. Estágio e trabalho de conclusão de curso são obrigatórios. Além do diploma, o registro no CRO (Conselho Regional de Odontologia) é obrigatório.

Agora, para ser um ortodontista é preciso fazer três anos de especialização em ortodontista. A especialização tem aulas teóricas com discussões de casos, exposições de casos com recursos audiovisuais e aulas práticas em laboratórios e clínicas.

Quanto custa a especialização em ortodontia?

O valor da mensalidade da especialização em ortodontia começa em R$1.500,00. O preço pode aumentar conforme a infraestrutura, qualificação dos professores e localização.

Outra diferença em relação aos valores é que algumas instituições cobram matrícula e outras não.

Quais instituições oferecem o curso?

muitas instituições que oferecem o curso, confira algumas delas:

  • Associação Brasileira de Odontologia: Seção São Paulo/SP;
  • Sociedade Paulista de Ortodontia: São Paulo/SP;
  • Senac: São Paulo/SP;
  • Universidade Metodista: São Paulo/SP;
  • Universidade de Santo Amaro: São Paulo/SP, Campus Interlagos.

O que estuda no curso?

  • Desenvolvimento da dentição e oclusão;
  • Construção de aparelhos fixos e móveis;
  • Emergência em odontologia;
  • Diagnóstico e planejamento de tratamento ortodôntico;
  • Documentação de tratamento ortodôntico;
  • Ética e legislação;
  • Tratamentos ortodônticos com e sem extração dentária;
  • Cirurgia ortognática;
  • Deontologia;
  • Ortopedia dos maxilares;
  • Metodologia de pesquisa;
  • Trabalho de conclusão de curso.

Qual perfil do ortodontista?

O perfil do ortodontista é que tenha equilíbrio emocional para lidar com as dúvidas, medos, angústias e expectativas dos pacientes.

Ele precisa ter habilidades em comunicação para orientar seus pacientes de forma clara e explicar a importância de seguir o tratamento. Estar em constante busca por evoluções tecnológicas também é algo fundamental.

Onde pode atuar?

São três áreas de atuação da ortodontia: preventiva, interceptativa e corretiva. Todas tratam dos mesmos problemas, mas, cada uma exige tratamentos diferenciados.

As diferenças entre os ramos da ortodontia são que as duas primeiras áreas são destinadas às crianças e a última para adolescentes e adultos.

A ortodontia preventiva consiste em prevenir problemas de crescimento ósseo com aparelhos móveis.  

A ortodontia interceptativa é para corrigir o mau posicionamento da língua, ossos e dentes e também dificuldades respiratórias com aparelhos fixos ou móveis.

Por fim, a ortodontia corretiva é para corrigir a posição dos dentes e estruturas ósseas com aparelhos fixos e móveis e até com cirurgias.

O mercado de trabalho

O mercado de trabalho para ortodontistas é bastante favorável. Como os tratamentos dentários estão mais acessíveis não é difícil para o profissional encontrar trabalho.

Os ortodontistas podem trabalhar em consultórios particulares, clínicas, na saúde pública e também como funcionário público no Exército e na Aeronáutica.

Quanto ganha um ortodentista?

O salário de um ortodontista é a partir de R$5.500,00. Porém, a remuneração varia conforme o local de trabalho, experiência e formação acadêmica do profissional.

O que estudar para concursos de ortodontista?

Os concursos públicos para ortodontistas trazem questões de Língua Portuguesa (Interpretação de textos, Gramática e Redação) e Conhecimentos Específicos do cargo. Confira a relação de alguns dos assuntos que são abordados na maioria dos processos seletivos:

  • Conhecimentos Gerais: Interpretação de textos, Tipos e gêneros textuais, Denotação e  conotação, Funções da linguagem, Acentuação, Ortografia, Pontuação, Crase, Classes de palavras (artigo, substantivo, verbo, advérbio, conjunção, preposição, numeral, pronome), Tempos e modos verbais, Emprego dos pronomes, Concordância nominal e verbal, Regência nominal e verbal;
  • Conhecimentos Específicos: Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofaciais, Dentística, Endodontia, Ortodontia, Periodontia, Odontologia Para Pacientes com Necessidades Especiais e Radiologia Odontológica e Imagionologia.

Teste seus conhecimentos: Resolva simulado para ortodentista

Existe dia do ortodontista?

O dia do ortodontista é comemorado em 20 de setembro. Existe também o dia da saúde ortodôntica, comemorado em 15 de maio.

Esta última data foi definida pela World Federation of Othodontists (WFO) no 4th International Orthodontic Congress que aconteceu em São Francisco (Estados Unidos).

Você pode testar os seus conhecimentos sobre esse tema usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!