O que faz um Auxiliar Administrativo? Como se tornar um?

Publicado por Rafael Thomas em 29/10/2019

O auxiliar administrativo é uma das carreiras mais solicitadas dentro das vagas de emprego. Se pensarmos em sites de empregos, por exemplo, é possível encontrar mais de 4 mil vagas disponíveis.

O cargo é uma excelente opção para o primeiro emprego de quem deseja ingressar a carreira na área administrativa.

Ter um auxiliar administrativo é imprescindível para o bom funcionamento da instituição. O profissional que iniciar sua caminhada por este cargo deverá estar ciente que dará apoio a diferentes departamentos dentro da firma.

O problema é que muitas vezes não há uma especificação clara do que e como o profissional irá atuar. Fator que leva a inúmeras reprovações nos processos seletivos.

O que faz um Auxiliar Administrativo?

Normalmente este profissional tende a dar apoio e suporte à administração nas rotinas diárias de trabalho.

Esse apoio pode ser junto aos departamentos de compras, pessoal, logística, estoque, comunicação, marketing, financeiro , departamento pessoal, recursos humanos, etc. por esta razão o segmento da instituição pode variar a função que o auxiliar desempenhará. 

Mas existem algumas tarefas comuns a quase todos os colaboradores da área. Segundo o site Guia da Carreira as funções mais comuns são:

  • Estruturação e organização de arquivos de documentos
  • Serviços auxiliares de controle financeiro
  • Preenchimento de formulários, planilhas e outros documentos
  • Atendimento (telefone, e-mail)
  • Encaminhamento interno de clientes e visitantes da empresa
  • Recebimento de fornecedores e encaminhamento dos materiais recebidos
  • Elaboração de agendas
  • Redação e digitação de documentos e comunicados
  • Participação em reuniões de vários setores, sempre que solicitado.

Qual é o perfil para se tornar um Auxiliar Administrativo?

Muitas pessoas confundem o auxiliar administrativo com o auxiliar de escritório. Mas é preciso saber que são cargos e funções completamente diferentes. 

O auxiliar de escritório embora também dê suporte nas funções administrativas, não possui a formação técnica como acontece com o auxiliar administrativo.

O auxiliar administrativo normalmente precisa ter formação de nível médio. Mas isso não impede que o profissional  vá além e tenha um curso politécnico ou até mesmo uma graduação. 

Essa capacitação tende a valorizar o funcionário, aumentar o salário e até a chance de promoções para os cargos de assistente e até analista dentro da área.

Por ser uma profissão muito versátil, normalmente empresas buscam por profissionais com características bem marcantes.

Espera-se que o atuante seja dinâmicos, proativos, responsáveis, confiáveis, com bom relacionamento interpessoal, bom humor, simpáticos e educados para atender aos clientes internos e externos, além de facilidade para trabalhar com números e boa administração do tempo.

O campo de trabalho para o auxiliar administrativo é bem amplo. Muitas vezes a pessoa acha que ficará em um escritório fechado e com uma vida bem metódica, ledo engano.

O profissional pode atuar em fábricas, hotéis, shopping centers, restaurantes, hospitais, lojas, academias de ginástica, salões de beleza, escritórios de profissionais liberais e uma infinidade de outras opções de serviços.

O que preciso ter para me tornar um auxiliar administrativo?

Além de no mínimo ter o ensino médio, o profissional precisa estar bem familiarizado com a informática. Principalmente com o Pacote Office e em alguns casos ter nível avançado em Word e Excel.  Além de ter digitação boa e rápida.

Uma língua estrangeira também faz todo o diferencial na busca por uma vaga. Por isso, se o candidato tiver inglês, francês ou espanhol, suas chances aumentam bastante.

Vale ressaltar também que o domínio da língua portuguesa é fundamental, tanto escrita, quanto falada. O curso tecnólogo em Gestão Financeira, Gestão de RH, Logística, Secretariado ou ainda o bacharelado em Administração também e bom ter.

Hoje com a facilidade é possível fazer algumas dessas carreiras pelo sistema EAD (Educação a Distância) ou mesmo presencial. Muitas faculdades reconhecidas pelo MEC ( Ministério da Educação) oferecem excelentes cursos.

De acordo com o CBO (Código Brasileiro de Ocupações) o piso salarial mínimo é de R$1.070,82 e dependendo da região ou empresa pode chegar até R$2.197,59, sendo São Paulo o estado brasileiro que paga melhor.

Você pode testar os seus conhecimentos sobre esse tema usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!