Concurso Sargento do Exército (ESA): Saiba tudo aqui!

Veja como se inscrever e ingressar na Escola de Sargento do Exército (ESA), como é o curso de formação, o que faz, o que estudar para as provas e como é o exame de aptidão física.

Dinake Núbia Profissões, Militar Comunicar erro

Um militar de carreira, seja oficial ou sargento, é aquele que ingressa no Exército por meio de aprovação em concurso público, de âmbito nacional, conforme a faixa etária e o nível de escolaridade.

Na Escola de Sargentos das Armas (ESA) do Exército, o aprovado(a) passará por formação inicial para sargentos de carreira nas seguintes qualificações: combatente, logística técnica e aviação, música e saúde.

As primeiras três qualificações são ofertadas somente para homens e as últimas duas para ambos os sexos.

Veja também: Novos concursos abertos para sargento do Exército (Esa).

Mas o que é a ESA?

A Escola de Sargentos das Armas do Exército (ESA) é o estabelecimento de ensino de nível superior do Exército Brasileiro, responsável pela formação inicial de sargentos de carreira das Armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações.

A unidade foi criada em agosto de 1945, logo após o fim da II Guerra Mundial.

Inicialmente, a ESA ocupava a extinta Escola Militar de Realengo, no Rio de Janeiro, que formou a elite dos oficiais do Exército por quase quatro décadas.

Em 1944, a Escola Militar de Realengo deixou de existir e foi criada a Escola Militar de Resende, que sete anos depois deu lugar à Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, também no estado carioca.

Um ano antes, em 1950, a ESA foi transferida do Rio de Janeiro para a cidade de Três Corações, no Sul de Minas Gerais, onde funciona atualmente.

O estabelecimento dispõe de alojamentos, refeitórios, salas de aula, laboratório, espaço cultural, biblioteca, auditório, posto médico, capelania, parque de pontes e área esportiva que inclui ginásios, campo de futebol, pista de atletismo, piscina, campo de polo, pista hípica e pista de corda.

A ESA também possui dois campos de instrução, sendo o Campo de Instrução do Atalaia e o Campo de Instrução Moacyr Araújo Lopes, que fica a cerca de 40 quilômetros de Três Corações, em Minas Gerais.

Como se tornar um sargento do Exército (ESA)?

Há requisitos globais para qualquer área de atuação do Exército, sendo eles: ingresso mediante concurso; altura: 1,60 m para homens e 1,55 para mulheres; para Oficiais, tem que ser brasileiro nato; para Praças, tem que ser brasileiro nato ou naturalizado.

Agora, para se tornar um sargento das Armas, o candidato deve ser do sexo masculino; ter nascido entre 1º de janeiro de 1996 e 31 de dezembro de 2003; ter concluído o Ensino Médio ou estar cursando o 3º ano do Ensino Médio.

Já na Escola de Sargentos de Logística (EsLog) são aceitos candidatos de ambos os sexos. No entanto, devem ser nascidos entre 1º de janeiro de 1996 e 31 de dezembro de 2003; e terem concluído o Ensino Médio ou estar cursando o 3º ano do Ensino Médio.

Para a Escola de Sargentos de Logística - EsLog (Saúde e Músico), os requisitos são: sexo masculino ou feminino; nascidos entre 1º de janeiro de 1994 e 31 de dezembro de 2003; ter concluído o Ensino Médio e ter curso de Técnico de Enfermagem ou ser músico.

Concurso sargento do Exército (ESA): Como se inscrever?

Para se tornar um sargento das Armas, ou demais áreas, o primeiro passo é aguardar sair o edital se inscrever no concurso.

As inscrições devem ser feitas por meio de uma ficha de inscrição disponibilizada no site da Escola de Sargentos das Armas (http://www.esa.eb.mil.br/index.php/pt/), no prazo estabelecido no Calendário Anual do Concurso de Admissão.

Além do site, a ficha de inscrição pode também ser obtida via postal. Para isso, o candidato, deve fazer a solicitação junto à ESA, por meio de carta ou telefone.

O prazo para envio do formulário preenchido é o mesmo para inscrições efetuadas online. A taxa de inscrição deve conferida no edital em aberto.

Quanto ao local de prova (Exame Intelectual), o candidato deve preencher com a respectiva cidade ou local disponibilizados na Ficha de Inscrição.

O inscrito deve-se atentar se você estará na cidade que escolheu para realizar a prova na data prevista conforme Calendário Anual do Concurso de Admissão.

Como são as provas de sargento do Exército (ESA)?

A avaliação para se tornar um sargento das Armas é constituída por diferentes fases, todas de caráter classificatório, sendo elas: Exame intelectual; valoração de títulos; inspeção de saúde (IS); e exame de aptidão física preliminar (EAFP), de caráter eliminatório, para os candidatos aprovados no exame intelectual e aptos na inspeção de saúde.

O Exame Intelectual para sargento das Armas é composto por questões de Matemática (12 questões objetivas área 1 e 08 questões objetivas área 2 e 3); Português (12 questões objetivas área 1 e 08 questões objetivas área 2 e 3); História e Geografia do Brasil (12 questões objetivas área 1, sendo 6 de cada disciplina, e 08 questões objetivas área 2 e 3, sendo 4 de cada disciplina); Inglês (4 questões objetivas).

Estude aqui: Resolva simulados para concursos de sargento do exército (ESA).

Além disso, a prova contém uma questão discursiva, onde deve ser feita uma redação com o mínimo de 20 e máxima de 30 linhas, sem contar o título.

Nesta etapa serão considerados aspectos como: interpretação, reflexão, não desvio ou fuga parcial do tema; estrutura dissertativa com introdução, desenvolvimento e conclusão, sem características de texto de relato; utilização da norma culta da língua; construção de períodos gramaticalmente íntegros, coesos, coerentes e claros; e estética do texto.

Exame de aptidão física sargento do Exército (ESA)

São convocados para o Exame de Aptidão Física todos os candidatos considerados aptos, com base no exame intelectual e na inspeção de saúde.

É considerado desistente e eliminado o pré-aprovado que deixar de se apresentar em horário e local determinado para a realização do Exame de Aptidão Física. Esta fase ocorre em dois dias.

Veja também: Como são as Provas de Capacitação Física em concursos?

Munido do próprio traje desportivo, o candidato deve realizar as seguintes atividades: abdominal supra; flexão de braços sobre o solo; corrida de 12 minutos; e flexão de braços na barra fixa.

No primeiro dia do exame, são avaliadas a corrida de 12 minutos e a flexão de braço na barra fixa. No segundo dia, o teste de abdominal supra e flexão de braços sobre o solo.

O candidato tem duas tentativas para cada tarefa, com intervalo de 1 hora para flexão de braços na barra fixa, abdominal supra e flexão de braços sobre o solo; para a corrida, o intervalo será de 48 horas; a segunda tentativa da corrida ocorre no dia seguinte ao 2ª dia do exame.

Curso de formação sargento do Exército (ESA)

A formação de um sargento do Exército Brasileiro é dividido em dois períodos, sendo o Básico e o de Qualificação.

No curso, os sargentos em formação aprenderão, de forma prática e simultânea, a assumirem cargos de chefia e serem executantes. Todo o processo ocorre em regime de internato. 

Ao final do curso, o formando(a) é declarado 3º Sargento de Carreira Combatente do Exército Brasileiro e ocupará os cargos previstos nos Quadro de Organização da Força Terrestre. Confira abaixo o cronograma de atividades dos períodos Básico e de Qualificação:

Local de formação sargento do Exército (ESA)

O período Básico, o primeiro passo para a formação de um sargento, tem duração de 34 semanas, no entanto, com a implantação do Curso de Tecnólogo, o período básico passa ter duração de aproximadamente 48 semanas.

Nesta modalidade, o militar passa por 13 Organizações Militares de Corpo de Tropa (OMCT), supervisionadas pela ESA.

As OMCT estão localizadas nas seguintes cidades:

  • Campo Grande (MS): 20º Regimento de Cavalaria Blindado (RCB)
  • Jundiaí (SP): 12º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC)
  • Rio de Janeiro (RJ): 1º Grupo de Artilharia Antiaérea (GAAAe)
  • Jataí (GO): 41º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz)
  • Pouso Alegre (MG): 14º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC)
  • Fortaleza (CE): 23º Batalhão de Caçadores (BC)
  • Alegrete (RS): 6º Regimento de Cavalaria Blindado (RCB)
  • Blumenau (SC): 23º Batalhão de Infantaria (BI)
  • Juiz de Fora (MG): 10° Batalhão de Infantaria Leve - Montanha (BI)
  • Juiz de Fora (MG): 4º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC)
  • Itajubá (MG): 4º Batalhão de Engenharia de Combate (4º BE Cmb)
  • Pirassununga (SP): 13° Regimento de Cavalaria Mecanizado (RC Mec)
  • Natal (RN): 16º Batalhão de Infantaria Motorizado (BI Mtz)

Período de qualificação sargento do Exército (ESA)

Passado o período básico, o aluno(a) escolhe sua qualificação militar de Sargentos, com base no mérito intelectual.

Esta fase tem duração de 48 semanas e ocorre em três diferentes locais, de acordo com a área de atuação.

Na área das Armas, o período de qualificação é realizado somente na ESA; em logística, a qualificação é realizada na Escola de Sargentos de Logística (EsSLog), no estado do Rio de Janeiro; já quando a qualificação é para Aviação do Exército, a preparação ocorre no Centro de Instrução de Aviação do Exército, em Taubaté, São Paulo (CIAVEx).

Qual a função de um sargento do Exército (ESA)?

Escola de Sargentos das Armas (ESA) do Exército é onde são formados os sargentos de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações, que são as chamadas "Armas”. Esses militares atuam na linha de frente do combate.

Como nosso foco é na formação de sargento das Armas, saiba qual a função e cada área de atuação e especialização, conforme o Exército Brasileiro:

Infantaria

É a arma combatente caracterizada pelo combate a pé e aproximado; utiliza meios de transportes terrestres, aéreos e aquáticos para o seu deslocamento.

Tem como principais missões destruir ou capturar o inimigo, manter o terreno e atuar decisivamente na garantia da lei e da ordem. Além de outros atributos, o sargento infante distingue-se pela iniciativa e rusticidade.

Cavalaria

É a arma combatente das manobras rápidas e flexíveis, proteção blindada, potência de fogo e ação de choque de seus carros de combate.

A Cavalaria brasileira cumpre missões de reconhecimento e segurança empregando seus carros de combate e viaturas blindadas de transporte pessoal. O sargento cavalariano destaca-se pela iniciativa, coragem e flexibilidade.

Artilharia

É a arma combatente que presta o apoio de fogo nos campos de batalha, destruindo ou neutralizando alvos inimigos. A Artilharia brasileira é dotada de obuseiros, canhões, mísseis e lançadores múltiplos de foguetes.

Distinguido pela meticulosidade e organização, o sargento artilheiro prima pela rapidez e precisão com que executa as missões.

Engenharia

É a arma combatente que, nos campos de batalha, repara ou destrói pontes e estradas, elimina ou lança obstáculos e apoia a tropa na transposição de cursos d’água.

Em todo território nacional constrói estradas, ferrovias, pontes, açudes e barragens. O sargento engenheiro destaca-se pela sua autoconfiança e flexibilidade.

Comunicações

É a arma combatente destinada a instalar e explorar os materiais de comunicações, tais como os rádios-transmissores, telefones e computadores necessários às diversas atividades militares.

Coopera na instalação e exploração dos sistemas de comunicações nacionais. O sargento comunicante distingue-se pela responsabilidade e zelo.

Outras escolas de formação de sargentos do Exército Brasileiro

Escola de Sargentos de Logística (EsSLog)

Com sede no estado do Rio de Janeiro é o Estabelecimento de Ensino responsável pelos cursos de Formação e Aperfeiçoamento de Sargentos de Material Bélico (Manutenção de Viatura Auto, Manutenção de Armamento e Mecânico Operador), Intendência (área administrativa), Topografia, Manutenção de Comunicações (equipamento rádio) e Saúde. Esses militares atuam no apoio a equipes em combate.

A unidade também é responsável pelo Curso de Formação de Sargentos Músicos e do Curso de Especialização em Mestre de Música. Para ingressar na EsSLog, o candidato deve ser aprovado em concurso de âmbito nacional realizado pela ESA.

Centro de Aviação do Exército (CIAvEx)

Localizado em Taubaté, São Paulo, forma o sargento encarregado pela manutenção de equipamentos de aviação.

O Curso de Formação de Sargentos de Aviação é o único curso de formação que qualifica sargentos combatentes de carreira do Exército Brasileiro fora da ESA e da EsSLog.