O que faz um cuidador de idosos? Quais funções e quanto ganha?

Publicado por Dinake Núbia em 22/01/2020

A principal função de um cuidador de idosos é fazer companhia ao idoso(a) e atender necessidades como medicação, higiene, alimentação e outros cuidados, além de acompanhá-los em atividades físicas e de lazer.

O trabalho de um cuidador de idosos é essencial para famílias que têm algum idoso que necessita de cuidados especiais.

Funções básicas para uma pessoa na terceira idade pode se tornar um desafio dentro de casa, uma vez que agilidade, o raciocínio, o equilíbrio, a memória e a coordenação funcionam com mais lentidão e é aí que entra o trabalho de um cuidador.

Além disso, um cuidador de idosos também é indispensável para famílias que têm algum idoso com limitações de saúde, necessitando de mais atenção em casa ou até mesmo de acompanhamento em hospitais.

Em resumo, um cuidador de idosos atua como ponte entre o idoso, os familiares e os integrantes da equipe profissional de saúde, para facilitar a rotina e entre eles.

A disponibilidade também é indispensável, pois muitos idosos necessitam de cuidados 24 horas por dia.

Funções desempenhadas por um cuidador de idosos

  • Ajudar na higiene pessoal do idoso, ou seja, dar banho, escovar os dentes, trocar fraldas e outros aparelhos, caso o idoso faça uso; manter as unhas limpas e cortar a barba e etc;
  • Fazer a medicação correta do idoso;
  • Fazer companhia em atividades que tragam bem-estar e alegria ao idoso, como conversar, caminhar;
  • Ministrar as medicações necessárias de acordo com a dosagem e com os horários definidos pelo médico do idoso;
  • Ajudar o idoso com suas atividades domésticas, ajudando, inclusive, na hora de preparar e servir as refeições;
  • Zelar para que o ambiente no qual estará o idoso se mantenha limpo e organizado, prevenindo acidentes e proporcionando qualidade de vida;
  • Garantir o bem-estar do idoso de um modo geral, sendo vigilante para que ele se mantenha confortável, bem alimentado, devidamente medicado, e estimulando para que, ao mesmo tempo, mantenha sua autonomia.

O que estudar para se tornar um cuidador de idosos?

Agências e instituições oferecem treinamento e cursos específicos para cuidador de idosos, nas modalidades presencial e à distância.

No curso, o interessado aprende noções de:

  • Política Nacional do idoso e o Estatuto do Idoso;
  • Processo de Envelhecimento e conceitos de Gerontologia;
  • Humanização no atendimento a pessoa idosa;
  • Cuidados no domicílio;
  • Patologias geriátricas;
  • Prevenção de quedas e primeiros socorros;
  • Cuidados no manuseio dos medicamentos dos idosos;
  • Cuidados na nutrição do idoso;
  • Cuidados ao Paciente Idoso Terminal;
  • Atendimento em caso de parada cardiorrespiratória.

Contudo, um enfermeiro(a) também tem destaque para a vaga, devido aos conhecimentos na área da saúde.

De modo geral, por lidarem com pessoas em situação de vulnerabilidade, para ser um cuidador de idosos é preciso ter paciência, agilidade e muita atenção.

Quanto ganha um cuidador de idosos?

A remuneração de um cuidador de idosos varia de acordo coma carga horária acordada entre o contratante e o cuidador.

Mas, em média, o salário de um cuidador varia de R$ 900 A R$ 1.800. No mercado, a remuneração preponderante é de R$ 1.198.

Atualmente, para um jornada de 41 horas de trabalho, o valor pago ao profissional é de cerca de R$ 1.230,00.

Você pode testar os seus conhecimentos sobre esse tema usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!