Tradutor e Intérprete: O que faz, onde pode atuar e quanto ganha?

Publicado por Dinake Núbia em 10/02/2020

As áreas de tradutor e intérprete estão ligadas a Linguística, a ciência que estuda os fatos da linguagem. Ambas são valorizadas, procuradas e dispõem de vagas no mercado de trabalho.

Devemos destacar que os idiomas que mais exigem tradutores no mercado de trabalho são: Inglês, Francês, Japonês, Alemão e Italiano.

No entanto, há uma diferença básica entre as duas nomenclaturas: o tradutor trabalha com a palavra escrita e o intérprete trabalha com a palavra falada.

No caso da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), ambas traduzem o conteúdo para língua de sinais.

Ficou confuso? Então calma, porque o Gabarite vai te ajudar a entender o que faz um profissional da área e onde atuar. Confira!

Tradutor e intérprete: O que faz e onde pode atuar?

Um tradutor e intérprete é responsável pela tradução de legendas para cinema, TV, séries, documentários, livros, documentos, registros e toda escrita que precisar de tradução.

Além disso, o profissional atua em conferências, congressos, reuniões, shows e outros eventos.

Em resumo, o tradutor e intérprete transpõe o significado de textos e falas de um idioma para outro, tanto em voz quanto em texto.

Para ser um tradutor e intérprete é indispensável dominar a gramática, até mesmo as gírias e expressões, ser fluente em um ou mais idiomas e gostar de leitura, além de ter muita atenção e concentração.

Ter noções de tecnologias que envolvem a área também é um diferencial.

Como se tornar um tradutor e intérprete?

A profissão de tradutor e intérprete não é regulamentada, e, com isso, o diploma não é obrigatório. No entanto, existem vários cursos presenciais e na modalidade de Ensino a Distância (EAD) para se qualificar na área.

E vale lembrar, quanto mais qualificação melhor!

Com duração de oito semestres, o curso de Tradutor e Intérprete é composto por disciplinas como:

  • Historiografia da Tradução
  • Processo de Construção do Texto Literário
  • Educação Cultura e Sociedade
  • Teorias de Tradução
  • Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS
  • Literatura
  • Linguística
  • Gramática e Estilo
  • Terminologia
  • Sintaxe
  • Semântica
  • Tradução Simultânea
  • Tradução Consecutiva
  • Prática da Tradução
  • Prática de Versão

Ramos da profissão de tradutor e intérprete

Conforme o perfil, o tradutor pode se especializar em assuntos específicos como, por exemplo, a área Acadêmica, da Medicina, Arte, Economia, Informática, professor de Libras e etc.

Além disso, existem ramos de atuação para um tradutor e intérprete, sendo eles:

Tradução juramentada: o profissional faz traduções de documentos oficiais, como contratos, documentos escolares e estrangeiros; para atuar neste ramo, o tradutor deve ser aprovado em concurso público.

Tradução corporativa: o profissional pode atuar em empresas e instituições que necessitam de tradução em reuniões e outras atividades com pessoas do exterior.

Tradução e interpretação audiovisual: o profissional atua na tradução de games, filmes, programas e séries de TV, documentários e etc; além de legendar, neste caso, o tradutor também pode dar voz a personagens.

Tradução Literária e Editorial: o profissional faz tradução de livros, artigos, revistas e outros conteúdos escritos.

Tradução simultânea em eventos: neste ramo, o profissional atua na tradução em tempo real, seja acompanhando o estrangeiro que está participando do evento, ou em entrevistas, palestras, reuniões, seminários, premiações e outros.

Tradução de Software: o tradutor também pode realizar a tradução e adaptação de softwares e programas para computador, já que a maioria deles é de outro país. Neste caso, a função do tradutor é adaptar esses conteúdos para o nosso idioma.

Interpretação de Libras: o profissional faz a tradução da linguagem oral para a Língua Brasileira dos Sinais, ponde em obras audiovisuais, eventos, escolas, feiras, comunicados, palestras e afins.

Quanto ganha um tradutor e intérprete?

A carga horária e a remuneração do tradutor e intérprete varia de acordo com a empresa ou instituição empregadora e com a disponibilidade do profissional. No geral, os ganhos variam de R$ 1,5 mil a R$ 4 mil.

Ressaltamos que com o tempo de experiência, os ganhos de um tradutor e intérprete podem chegar aos R$ 15 mil, já que é o profissional quem faz o horário e monta uma agenda de trabalhos de acordo com sua disponibilidade.

No caso da tradução juramentada, onde é necessário ter sido aprovado em concurso, o salário é definido pelas juntas comerciais de cada estado.

Os interessados podem conferir os valores nos sites das juntas, disponíveis na Relação das Juntas Comerciais Conveniadas no site da Receita Federal.

Se você atende os requisitos para ser um tradutor e intérprete e quer saber mais sobre quanto cobrar nos trabalhos freelances, o Sindicato Nacional dos Tradutores (SINTRA) pode te ajudar.

No site www.sintra.org.br você confere uma tabela de valores cobrados por região do país.

Tradutor e intérprete de Libras: o que muda?

Diferente de um tradutor e intérprete, a profissão de um tradutor e intérprete da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) foi oficializada em 2010, pela lei 12.319/10.

Neste caso, conforme a lei, o tradutor e intérprete terá competência para realizar interpretação das duas línguas de maneira simultânea ou consecutiva e proficiência em tradução e interpretação da Libras e da Língua Portuguesa.

A formação para profissional de Libras pode ser em nível médio e deve ser realizada por meio de cursos de educação profissional, cursos de extensão universitária e cursos de formação continuada promovidos por instituições de ensino superior e instituições credenciadas por Secretarias de Educação.

Além desses locais, a lei defende que a formação de tradutor e intérprete de Libras pode ser realizada por organizações da sociedade civil representativas da comunidade surda, desde que o certificado seja validado por uma das instituições das Secretarias de Educação.

De acordo com a lei, são funções de um tradutor e intérprete de Libras:

  • Efetuar comunicação entre surdos e ouvintes, surdos e surdos, surdos e surdos-cegos, surdos-cegos e ouvintes, por meio da Libras para a língua oral e vice-versa;
  • Interpretar, em Língua Brasileira de Sinais - Língua Portuguesa, as atividades didático-pedagógicas e culturais desenvolvidas nas instituições de ensino nos níveis fundamental, médio e superior, de forma a viabilizar o acesso aos conteúdos curriculares;
  • Atuar nos processos seletivos para cursos na instituição de ensino e nos concursos públicos;
  • Atuar no apoio à acessibilidade aos serviços e às atividades-fim das instituições de ensino e repartições públicas; e
  • Prestar seus serviços em depoimentos em juízo, em órgãos administrativos ou policiais.

Você pode testar os seus conhecimentos sobre esse tema usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!