Como usar corretamente: O que, o quê ou oque?

Publicado por Dinake Núbia em 12/02/2020

Uma das dúvidas mais comuns na Língua Portuguesa é o uso da expressão “o que”, “o quê” e “oque”.

Você sabe quando e como utilizar cada uma delas? Não se preocupe, neste post ficará tudo bem explicado e você saberá como escrever de forma correta em cada ocasião. 

Primeiramente é importante esclarecer que, de acordo com a gramática, a palavra oquenão existe. no

Então, se você escreve assim, o primeiro passo é parar, pois está errado. As outras duas formas (“o que” e “o quê) estão corretas e saberemos agora como utilizá-las. 

Pronome indefinido "que"

Antes de saber a aplicação correta em cada frase, devemos saber a origem.

O pronome indefinido “que” é referente a expressão “qual coisa” e pode ser usado principalmente em frases que contenham interrogações, de forma direta ou indireta. 

Agora sim, vamos descobrir quando usar “o que” ou “o quê”. 

Usando "o que", sem acentuação

De acordo com as normas gramaticais, a expressão “o que” sem acento é utilizada quando o pronome “o” é aplicado com o objetivo de realce.

Então, quando há este acompanhamento a frase é realçada. Geralmente, o sentido da frase permanece o mesmo. 

Veja alguns exemplos: 

  • O que ele disse sobre o filme? / Que ele disse sobre o filme? 
  • O que aconteceu enquanto estivemos fora?/ Que aconteceu enquanto estivemos fora? 
  • O que foi isso que aconteceu?/ Que foi isso que aconteceu?

Usando "o quê", com acentuação

Já a expressão “o quê”, com acentuação, também é um pronome interrogativo, porém só é aplicado no final de cada frase. 

Veja alguns exemplos: 

  • Estava lá fazendo o quê?
  • Ele disse o quê?
  • Meus amigos estão jogando o quê?

Agora que ficou claro como utilizar cada expressão, basta aplicar no dia a dia e contar aos amigos tudo que aprendeu.

Mas espere, você também sabe utilizar o porquês? Te ajudamos também.

O uso do por que, porque, por quê e porquê

Se você tinha dúvidas sobre o uso do “o que” e “o quê”, provavelmente também terá dúvidas quanto ao uso dos porquês.

Junto, separado, com acento, sem acento, calma. Aqui você vai aprender a forma correta de usá-los. 

Usando o por que, sem acentuação e separado

Desta forma, o “por que” é usado no início de frases interrogativas diretas ou no meio em caso de frases interrogativas indiretas. Deste modo, o sentido também é “por qual” e “pelo qual”. 

Veja alguns exemplos: 

  • Por que isto está tão caro? 
  • Queria saber o por que você naõ veio ontem em minha casa. 
  • Não sei o motivo por que as pessoas têm vergonha. (Não sei o motivo pelo qual as pessoas têm vergonha.)

Usando o porquê, com acentuação e junto

Já desta forma de escrita, o acento circunflexo significa “motivo” ou “razão”. Geralmente, ele aparece nas sentenças onde é precedido de artigo, pronome ou numeral. Ele é utilizado com um substantivo. 

Veja alguns exemplos: 

  • Queria entender o porquê de não ter ido na festa ontem. 
  • Você pode explicar o porquê de tanta gente perdida? 

Usando o por quê, com acentuação e separado

Essa forma de escrita deve ser usada no fim das frases interrogativas diretas ou de maneira isolada. Antes do ponto mantém o sentido interrogativo ou exclamativo.

Veja alguns exemplos: 

  • O jantar não foi servido por quê?
  • Não vai correr mais? Por quê?

Usando o porque, sem acentuação e junto

O “porque” desta forma deve ser usado em respostas, quando pode ser substituído por “pois”, “para que” e “uma vez que”. 

Veja alguns exemplos: 

  • Não fui à festa porque estava doente
  • Não preciso de mais exemplos, porque já entendi.

Você pode testar os seus conhecimentos sobre esse tema usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!