O que são Orações Coordenadas Assindéticas e Sindéticas?

Saiba o que e quais são as orações coordenadas e como elas se dividem? Dentro das orações coordenadas podemos classificar duas: as assindéticas e sindéticas. Vamos entender cada uma! 

Dinake Núbia Português, Orações Comunicar erro

Para entender as orações coordenadas assindéticas, precisamos antes compreender o que são orações coordenadas, além de lembrar que ainda existem as sindéticas. 

O que são orações coordenadas?

As orações coordenadas são independentes, não estão sintaticamente ligadas à outra, mas sim pelo sentido. A ligação se dá através de conjunções ou vírgulas, sem que se perca o sentido de cada oração.

A oração coordenada surge apenas quando há a presença de um período composto, tendo duas ou mais orações.

Exemplo de orações coordenadas:

  • O professor foi para a escola cedo e começou a dar aula
  • A menina foi na padaria e comprou dez pães
  • A mãe fez ovos para o café e para o almoço
  • A mulher acordou cedo e começou a malhar

Sentido individual de cada oração:

  • O professor foi para a escola cedo/ O professor começou a dar aula
  • A menina foi na padaria/ A menina comprou dez pães
  • A mãe fez ovos para o café/ A mãe fez ovos para o almoço
  • A mulher acordou cedo/ A mulher começou a malhar

Entretanto, dentro das orações coordenadas podemos classificar duas: as assindéticas e sindéticas. Vamos entender cada uma! 

Saiba mais: Classificação das Orações Coordenadas Assindéticas e Sindéticas.

Orações coordenadas assindéticas

No caso das orações coordenadas assindéticas elas não estão ligadas por conjunções, mas geralmente por uma vírgula, simbolizando uma pausa.

Elas são caracterizadas por um período composto justaposto, ou seja, não têm nenhuma conectivo de ligação. 

Exemplos: 

  • Meu marido não quer trabalhar, ajudar, ser alguém na vida; 
  • Chegamos em casa, comemos, conversamos, dormimos; 
  • Pegou o carro, abriu a porta, saiu. 
  • Não tem vontade de sair, comer, estudar. 

Teste seus conhecimentos: Orações Coordenadas Assindéticas - Exercícios com Gabarito.

Orações coordenadas sindéticas

Já as orações coordenadas sindéticas são um pouco mais complexas, sendo caracterizadas por um período composto, ligadas por meio de uma conjunção coordenativa.

Neste caso, dependendo dos conectivos, as orações podem ser: aditivas, adversativas, nativas, conclusivas e explicativas.

Oração coordenada sindética aditiva

Nas orações coordenadas sindéticas aditivas são transmitidas ideias de adição em relação à oração anterior.

Exemplos de conectivos que coordenam as orações aditivas:  e, nem, não só, mas também, mas ainda, como, assim, bem como. 

Exemplos: 

  • Eu e minha namorada fomos ao cinema e jantamos fora
  • Não gostava de nadar nem de jogar vôlei
  • Chegamos na cada dele e conversamos
  • Estamos à caminho, mas ainda não chegamos
  • Gosta de ficar na rua, como também gosta de estar em casa
  • Gosta de uvas, não só de laranjas
  • Não faz nem deixa ninguém fazer

Oração coordenada sindética adversativa

No caso das orações adversativas elas estabelecem uma ideia de oposição, adversidade.

Os conectivos que coordenam as orações são: mas, contudo, todavia, entretanto, porém, no entanto, ainda, assim, senão.

Exemplos: 

  • Gostaria de ter viajado, mas não tive férias
  • Elas queriam entrar, mas estava fechado
  • Ele trabalha, porém não guarda dinheiro
  • Gostaria de ter sido policial, contudo não tive oportunidade

Oração coordenada sindética nativa

As orações coordenadas sindéticas nativas estabelecem nância em relação à oração anterior.

Neste caso, é obrigatório o uso de vírgulas entre as oração, mas, caso haja apenas uma oração, o uso da vírgula é opcional. Conectivos: ou, ou… ou; ora…ora; quer…quer; seja…seja; sega...siga. 

Exemplos:

  • Ora não gosta de mim, ora não gosta
  • Fale agora ou cale-se para sempre
  • Vou conversar com ela, quer você queira, quer não
  • Faça o que ele manda ou irá ter problemas

Oração coordenada sindética conclusiva

Neste caso, as orações transmitem a ideia de conclusão em relação à oração anterior. O uso de vírgulas antes das orações é obrigatório.

Os conectivos que coordenam as orações que estabelecem conclusão são: logo, portanto, por fim, por conseguinte, então, consequentemente, por isso. 

Exemplos: 

  • São todos surdos, portanto não podem ouvir
  • Cheguei cedo, então terei que aguardar
  • Se conhecem há muito tempo, logo irão namorar
  • Ela fez um ótimo trabalho, por isso será contratada.

Oração coordenada sindética explicativa

As orações coordenadas sindéticas explicativas estabelecem explicação, além disso, é obrigatório o uso de vírgulas antes das orações.

Os conectivos usados nas orações explicativas são: isto é, ou seja, a saber, na verdade, porque, que, pois, porquanto, na verdade. 

Exemplos: 

  • Ele não atendeu o telefone, ou seja, não quer saber de nós
  • Saímos da casa, pois estava quente
  • Vou jantar agora, porque preciso dormir cedo
  • Não saí cedo da festa, na verdade saí tarde