Orações Subordinadas Substantivas: Classificação, Tipos e Exemplos

Publicado por Dinake Núbia em 31/03/2020

Para entender o que são as orações subordinadas substantivas, antes é preciso compreender o que são as orações subordinadas.

Classificação das orações subordinadas?

As orações subordinadas são aquelas que dependem de outra, ou seja, exercem uma função sintática.

Ela se encaixa na oração principal e funciona como adjunto adnominal.

Conforme a função desempenhada, as orações subordinadas podem ser classificadas em adverbiais, adjetivas e substantivas.

Vamos entender um pouco de cada uma delas:

Orações subordinadas adverbiais

Como o próprio nome diz, as orações subordinadas adverbiais exercem a função de verbo e são classificadas em: Causais, Comparativas, Concessivas, Condicionais, Conformativas, Consecutivas, Finais, Temporais, Proporcionais.

Orações subordinadas adjetivas

Neste caso, as orações subordinadas adjetivas exercem a função de adjetivo e são apresentadas em duas classificações, sendo: Explicativa e Restritiva. 

Classificação das orações subordinadas substantivas?

As orações subordinadas substantivas são aquelas que exercem a função de substantivo e podem ser classificadas em: subjetiva, predicativa, completiva nominal, objetiva direta, objetiva indireta e apositiva.

Cada uma das funções representa um tipo de oração, que vamos entender um pouco mais. 

Oração subordinada substantiva subjetiva

Neste caso, a oração exerce a função de sujeito do verbo. Para encontrar o sujeito da frase a seguinte pergunta deve ser respondida: “que é que?”. 

Exemplos:

  • É necessário que você se apresente ao exército na próxima semana.
  • Foi anunciado que Pedro é o vencedor do concurso. 
  • Não era permitido que os homens saíssem de casa.

Oração subordinada substantiva Predicativa

No caso da oração subordinada substantiva predicativa, a função exercida é a de predicativo do sujeito do verbo da oração principal.

O predicativo complementa o sujeito quando uma qualidade é atribuída, sendo acompanhado de um verbo de ligação.

Diante disso, a identificação pode ser feita da seguinte forma: sujeito + verbo de ligação + oração subordinada substantiva predicativa.

Exemplos:

  • A dúvida é se seriam necessários mais garçons. 
  • O bom é que ela sempre foi bem organizada. 
  • A verdade era que nós tínhamos razão.

Oração subordinada substantiva completiva nominal

A oração subordinada substantiva Completiva Nominal exerce a função de complemento de um nome, que pode ser um substantivo abstrato, um adjetivo ou um advérbio. Ela é iniciada por uma preposição. 

Exemplos:

  • Todos temos que cooperar para que a humanidade pare de destruir o planeta.
  • Tenho dúvidas de que ele termine o almoço na hora certa. 
  • Estou apto para que cuide de você. 

Oração subordinada substantiva objetiva direta

Aqui a oração exerce a função de objeto direto, complementando um verbo transitivo direto direto, que não leva preposição. 

Exemplos: 

  • Quero que você seja minha namorada. 
  • Os professores avisaram que se atrasariam.
  • Desejo que vocês sejam felizes.

Oração subordinada substantiva objetiva indireta

A oração exerce a função de objeto indireto do verbo, sendo complementado por um verbo transitivo indireto. Neste caso, a oração é sempre iniciada por uma preposição.

Exemplos:

  • O professor necessita que todos os alunos estejam presentes na aula.
  • A diretora insistiu para que todos os colaboradores estivessem na empresa. 
  • As crianças precisam de que cuidemos delas.

Oração subordinada substantiva apositiva

A oração exerce a função de aposto de qualquer termo. Ela geralmente vem depois de dois pontos, quando geralmente é usado para explicar ou especificar um termo anterior. 

Exemplos:

  • A menina deseja apenas uma coisa: que toda a família ficasse feliz. 
  • Pedi um favor a meus pais: que me esperassem. 
  • Eu tinha um sonho: que pudesse me formar em dança. 

Orações subordinadas substantivas desenvolvidas e reduzidas

Além das classificações anteriores, as orações subordinadas substantivas podem ser divididas em desenvolvidas e reduzidas. 

Orações subordinadas substantivas desenvolvidas 

Neste caso, elas são iniciadas com pronomes, conjunções ou locuções conjuntivas. Além disso, o verbo se apresenta no modo indicativo ou subjuntivo. Geralmente, elas são introduzidas  pelas conjunções integrantes “que” e “se”. 

Orações subordinadas substantivas reduzidas

Já nas orações reduzidas, elas não são introduzidas por pronomes ou conjunções, além disso, os verbos são conjugados em uma das formas nominais (infinitivo, no particípio ou no gerúndio). 

Você pode testar os seus conhecimentos sobre esse tema usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.

Comentar Dica

Para comentar esta dica é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!