Principais espécies da linha de evolução humana (Charles Darwin)

As principais espécies da linha de evolução humana são: o Australopitecus, o Homo Habilis, o Homo Erectus, o Homo Sapiens e o Homo Sapiens Sapiens, segundo a teoria evolutiva de Charles Darwin.

Nickolas Laprovita História, Pré História, Evolução da Espécies Comunicar erro

Principais espécies da linha de evolução humana (Charles Darwin)
Capa: Principais espécies da linha de evolução humana (Charles Darwin)

Através dos estudos sobre a humanidade no século XIX sabemos que o homem pré-histórico passou a se adaptar ao ambiente em que vivia para sobreviver.

Esse processo levou milhares de anos e ficou conhecido como evolucionismo.

O evolucionismo é uma teoria usada para explicar as diversas mudanças sofridas pelos seres vivos através do tempo. Foi alvo de muitas críticas principalmente por se opor ao criacionismo.

O Naturalista e cientista Charles Darwin

Quando pensamos em evolução das espécies um dos primeiros nomes que vem em nossas cabeças é o do naturalista e cientista inglês Charles Darwin (1808-1882) e o seu famoso livro "A Origem das Espécies" (1859).

Charles Darwin (1808-1882)
Charles Darwin (1808-1882)

Mesmo não abordando em específico os seres humanos, as ideias de Darwin serviram como fonte de inspiração para outros cientistas formulassem suas teorias sobre as a evolução dos hominídeos.

O processo evolutivo da humanidade

Ao pensar nas teorias evolutivas e a forma com que se aplicam a evolução da espécie humana, temos que entender inicialmente que ela resulta de um trabalho de adaptação e dominação da natureza.

Os hominídeos evoluíram quando buscaram a utilizar os mais variados recursos ao seu alcance para poder sobreviver às dificuldades impostas pela natureza.

É importante pensar que isso não aconteceu de forma imediata, tudo isso foi um processo lento que levou a existência de diversas variações de espécies de hominídeos.

Do Australopitecus ao Homo Sapiens Sapiens

O processo evolutivo gerou diversas características biológicas que nos diferenciavam de outros animais, assim os primeiros humanos puderam se adaptar e sobreviver ao meio em que viviam.

Dentre algumas dessas características podemos destacar o bipedismo, o uso dos polegares opositores como as mais importantes para os primeiros passos da evolução.

O bipedismo, ou seja, se locomover em duas pernas foi importante para que os primeiros hominídeos se movimentassem e ao mesmo tempo deixassem os membros superiores livres para utar outras tarefas.

Cena do filme “2001, uma Odisseia no espaço” (1968) de Stanley Kubrick, onde mostra a descoberta dos primeiros usos das ferramentas rudimentares.
Cena do filme “2001, uma Odisseia no espaço” (1968) de Stanley Kubrick, onde mostra a descoberta dos primeiros usos das ferramentas rudimentares.

Já uso dos polegares proporcionou que esses indivíduos começassem a utilizar ferramentas básicas para utar algumas funções.

Na “linha evolutiva humana” algumas dessas espécies conviveram juntas, mas que aos poucos se extinguiram enquanto outras prosperaram conforme iam dominando o meio ao seu redor.

Principais espécies da linha de evolução humana

As principais espécies da linha de evolução humana são: o Australopitecus, o Homo Habilis, o Homo Erectus, o Homo Sapiens e o Homo Sapiens Sapiens.

Australopitecus

Considerado um dos ancestrais mais antigos do homem moderno, seus principais fósseis foram achados nas regiões mais diversas áreas da África Oriental e são datados por volta de 4 milhões de anos atrás.

O andar semiereto de forma bípede e a utilização dos polegares em movimento de pinça para pegar alguns objetos como pedaços de ossos e madeira, proporcionaram os primeiros usos de “ferramentas” rudimentares para diversas funções.

Homo Habilis

Com a utilização dos polegares e dos primeiros manuseios de ferramentas rudimentares, o homo habilis foi o primeiro a produzir ferramentas mais trabalhadas de pedra.

Acredita-se que produziram as primeiras armas como arcos e lanças e as utilizaram para ajudar na caça de alimentos. Surgiram por volta de 2,5 milhões de anos no continente africano

Homo Herectos

Como seu nome já diz foi um dos primeiros da linhagem dos hominídeos a andar em uma postura totalmente ereta.

Tal facilidade de andar de forma mais ereta proporcionou que se expandisse por territórios mais geograficamente distantes que seus antecessores.

O caráter monadista desses indivíduos e a descoberta e utilização do fogo também ajudaram na sua expansão por diversos territórios do planeta.

Homo Sapiens

Considerado o ancestral mais próximo do homem moderno, o homo sapiens foi o primeiro a desenvolver uma linguagem rudimentar para se comunicar.

A produção de ferramentas para usos específicos e o desenvolvimento de alguns aspectos culturais como uma primeira organização social como famílias também marcaram seu desenvolvimento.

Homo Sapiens Sapiens

Trata-se do homem moderno, aspectos como o autoconhecimento, proporcionaram a criação de importantes aspectos culturais como a arte rupestre e as primeiras formas de escrita e principalmente a passar esses conhecimentos para outros indivíduos.

A criação da agricultura rudimentar, a domesticação de animais e a formação dos primeiros assentamentos populacionais sedentarizados foram importantes para o desenvolvimento das futuras comunidades humanas.