← Mais dicas

Biomedicina: o que faz, cursos, mercado, onde estudar e salários

Por Sumaia Santana em 04/12/2020 10:45:52 | Profissões, Cursos, Biomedicina, Biomédico

O que é preciso para ser biomédico? Descubra tudo sobre o curso superior em Biomedicina, as áreas de atuação, qual o salário médio da carreira e o que cai nas provas de concursos públicos.


Biomedicina: o que faz, cursos, mercado, onde estudar e salários
Biomedicina: o que faz, cursos, mercado, onde estudar e salários.

A biomedicina é a ciência dedicada a identificação e estudo dos microorganismos causadores de patologias, análise de materiais para diagnósticos e o desenvolvimento e aprimoramento de vacinas e remédios para seres humanos e animais.

Descubra mais sobre a biomedicina, como se tornar biomédico, como é o curso, as áreas de atuação e qual o salário.

O que é preciso estudar para se tornar biomédico?

A lei que regulamenta a profissão de biomédico, Lei nº 6.684 de 3 de setembro de 1979 estabelece que é obrigatório ter diploma de nível superior em Biomedicina em instituição de ensino reconhecida pelo MEC e também registro no Conselho Regional de Biomedicina onde irá atuar.

O curso de Biomedicina é do tipo bacharelado e tem duração de 4 anos.

Embora a nomenclatura Biomedicina seja mais vista, algumas universidades oferecem o curso como Ciências Biomédicas (nome até 1966), caso da USP de Ribeirão Preto (SP), ou ainda Ciências Biológicas - Modalidade Médica.

Independentemente do nome, o aluno cursa disciplinas teóricas ligadas à Biologia e práticas em laboratório.

Confira algumas das matérias ministradas no curso de Biomedicina:

  • Estrutura e Função Humana;
  • Análises Clínicas;
  • Citologia;
  • Farmacologia;
  • Biossegurança;
  • Bioética;
  • Hemoterapia e Banco de Sangue;
  • Bioestatística e Epidemiologia;
  • Parasitologia;
  • Microbiologia;
  • Processos biológicos e biomédicos;
  • Processos moleculares e genéticos.

A grade curricular varia, mas a estrutura não foge das disciplinas ligadas à Biologia e Química. Algumas universidades ainda abordam o curso sob diferentes ênfases.

Na Faculdade de Ciências Biomédicas da USP de Ribeirão Preto,os 5 semestres são o “Ciclo Básico” com disciplinas como:

  • Fundamentos da Física;
  • Química e Matemática para Análise de Fenômenos Biológicos;
  • Tópicos em Biotecnologia, Biomoléculas;
  • Função dos Sistemas Biológicos.

Após esse “Ciclo Básico” o aluno escolhe entre focar o restante do curso entre Biotecnologia em Saúde ou Ciências Básicas da Saúde.

Mesmo com todas as particularidades dos cursos de Biomedicina, a obtenção do título de bacharel em Biomédico está condicionado ao nível de aproveitamento estipulado pela instituição no estágio supervisionado, além da aprovação no TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

Onde fazer cursos de Biomedicina?

Confira as 10 primeiras colocadas no ranking das melhores faculdades de Biomedicina segundo o Ranking Universitário Folha 2019:

  1. Universidade de São Paulo (USP);
  2. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  3. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP);
  4. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  5. Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP);
  6. Universidade Federal de Pernambuco (UFPE);
  7. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  8. Universidade Paulista (UNIP);
  9. Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC);
  10. Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Onde fazer cursos de Biomedicina no exterior?

Estados Unidos

O curso tem o nome de Biomedical Science e tem duração de quatro anos. O aluno tem aulas de microbiologia, biologia, biofísica, zootecnia, entre outras.

As especializações em Biomedicina nos Estados Unidos são nas áreas de Genética Humana, Microbiologia, Neurobiologia, Imunologia, Biologia do câncer, entre outras. 

Inglaterra

Também chamado de Biomedical Science, o curso da Inglaterra tem duração de três anos se for cursado em tempo integral ou de seis a sete anos se o aluno optar pelo meio período. 

Bélgica

Com o nome de Biomedical Sciences, a graduação tem duração de três anos e as disciplinas são focadas na fisiopatologia das doenças humanas e estratégias diagnósticas e terapêuticas.

Austrália

O nome do curso é Bachelor of Biomedicine e a duração é de três anos no período integral e de seis a sete anos em meio período.

As matérias são focadas nos assuntos sobre estruturas e funções do corpo e as influências ambientais e genéticas nas doenças. 

Após o 3º ano, o aluno tem opção de cursar um ano de Bachelor of Biomedicine (Honours) e quem tiver interesse na pesquisa acadêmica pode fazer a Graduate Coursework Degrees, Research Higher Degrees e o Doctor of Philosophy (PhD), este último equivale ao Doutorado aqui no Brasil.

Finlândia

Na Finlândia, o curso é chamado de Biomedical Laboratory Science e a duração é de três anos e meio. As disciplinas são divididas em temas: ambiente profissional básico, processos de exames laboratoriais, ambiente de trabalho e desenvolvimento de habilidades. 

México

A Biomedicina é algo novo no país e poucas universidades oferecem a graduação em Biomedicina e o foco é na pesquisa.

A Universidad Nacional Autónoma de Mexico (UNAM), na Cidade do México tem o curso Pesquisa Biomédica Básica; outra instituição que tem o curso é a Benemérita Universidad Autónoma de Puebla na cidade de Puebla.

Em ambas instituições, a duração do curso é de cinco anos.

Embora o país tenha somente poucas universidades que tenham a graduação em Biomedicina, há muitas opções nos níveis de Mestrado e Doutorado, sendo os destaques as áreas de Bioquímica, Toxicologia, Biologia Molecular e Imunologia.

Especializações em Biomedicina

A Biomedicina é uma área bastante ampla com cerca de 37 áreas de atuação, as quais falaremos mais adiante.

Por isto mesmo existem inúmeras especializações em Biomedicina, confira dois exemplos de pós-graduações do centro de ensino do hospital Albert Einstein. 

  • A especialização Laboratório Clínico - Modalidade Hematologia é voltada para atuação em Análise Clínicas e o aluno pode escolher entre Hematologia, Microbiologia, Citogenética, Biologia Molecular e Imunoquímica. O curso tem duração de 1 ano (março-2021 a março-2022). 
  • Na especialização Biomedicina no Diagnóstico por Imagem será abordado as indicações dos exames de ressonância magnética e tomografia computadorizada, quando indicar esses exames e as formas de arquivamento. O curso tem duração de 1 ano (março-2021 a março-2022). 

Áreas de atuação da Biomedicina

O profissional pode trabalhar com análises clínicas, diagnóstico por imagem, clínicas e hospitais.

Existem cerca de 37 campos de trabalho e nós listamos 23 áreas de atuação na Biomedicina:

  1. Análise Ambiental: voltada para saneamento e meio-ambiente, essa área consiste nas análises físico-químicas e microbiológicas;
  2. Análises Bromatológicas: análise da composição química dos alimentos da produção até o caminho ao ponto de venda para garantir a qualidade;
  3. Análises Clínicas: análise de microorganismos para diagnóstico de doenças;
  4. Anatomia: estudo da forma e da estrutura dos organismos;
  5. Banco de Sangue: exames antes e depois da doação, processamento do sangue, manusear equipamentos e chefia de bancos de células-tronco, células de cordão umbilical e células para transplante de medula;
  6. Biofísica: área que usa conceitos da Física para analisar processos fisiológicos dos seres vivos;
  7. Biologia Molecular: campo dedicado a estudar o DNA e o RNA e demais itens envolvidos na transmissão de características hereditárias. Profissional atua em clínicas de fertilização para humanos e animais;
  8. Bioquímica: estudo do metabolismo de vegetais e animais para entender o metabolismo;
  9. Biotecnologia: estudo e utilização de substâncias e microorganismos para produção de remédios, alimentos e cosméticos industrializados;
  10. Citologia: estudo da estrutura e funcionamento das células;
  11. Diagnóstico por Imagem: realização e interpretação de exames como ressonância magnética e tomografia computadorizada;
  12. Embriologia: estudo dos órgãos e tecidos de humanos e animais;
  13. Farmacologia: análise da estrutura física e química dos fármacos e também seus efeitos;
  14. Genética: estuda como genes atuam na transmissão de características hereditárias;
  15. Histologia: análise de órgãos e tecidos de plantas e animais;
  16. Imunologia: área que estuda o sistema imunológico humano para desenvolvimento de remédios e vacinas;
  17. Microbiologia: análise de vírus, bactérias e fungos;
  18. Parasitologia: estudo de vegetais e animais que dependem de outros para sobreviverem;
  19. Patologia: pesquisa, diagnóstico e tratamento de doenças;
  20. Psicobiologia: análise das relações entre comportamento humano e o sistema nervoso;
  21. Reprodução Humana: atuação em bancos de sêmen, criopreservação do sêmen, biópsia embrionária e manipulação de espermatozóides e pré-embriões;
  22. Sanitarista: trabalho em órgãos de vigilância sanitária;
  23. Toxicologia: análise de substâncias em remédios, inseticidas e cosméticos que podem ser tóxicas. 

Quanto ganha o biomédico?

O salário do Biomédico varia conforme sua experiência e formação acadêmica, mas varia entre R$3.940,00 a R$8.688,00.

O que cai nas provas de concursos públicos?

Geralmente, as provas de concursos públicos para Biomédico têm questões de Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Específicos, confira:

  • Língua Portuguesa: Interpretação textual, Tipos e gêneros textuais, Tempos e modos verbais, Relações de coordenação e subordinação, Pronomes;
  • Matemática: Razões e proporções, Sistema legal de medidas, Regra de três simples e composta, Porcentagem, Razão e proporção;
  • Conhecimentos Específicos: Normas regulamentadoras e segurança do trabalho, Fatores que afetam a qualidade da imagem, Formação de imagens em ressonância magnética, Farmacologia dos meios de contraste.
Foto de perfil Sumaia Santana
Por Sumaia Santana em 04/12/2020 10:45:52
Redatora Web
Redatora freelancer com conhecimentos em SEO para produção de textos. Experiência na criação de artigos sobre concursos públicos, saúde física e mental, alimentação, autoconhecimento, seguros, locação de imóveis, construção/reforma e materiais de construção.

Deixe seu comentário (0)

Seja o primeiro a comentar!