← Mais dicas

Ciência da Computação: O que é, o que faz, e o que estuda?

Por Sumaia Santana em 12/12/2020 11:28:35 | Profissões, Tecnologia da Informação, TI

Descubra como é a graduação, as melhores faculdades e especializações, as áreas de atuação, quanto ganha o profissional formado em Ciência da Computação e o que estudar para concursos.


A Ciência da Computação estuda as ferramentas e metodologias utilizadas para a produção de aplicativos, computadores, smartphones e tablets.

O mercado de trabalho para o cientista da computação é bastante amplo e não para de crescer; e os salários são muito atrativos.

Descubra como é a graduação, as áreas de atuação e quanto ganha o profissional formado em Ciência da Computação.

Para trabalhar com Ciência da Computação é preciso ter superior completo expedido por instituição reconhecida pelo MEC, de acordo com o Projeto de Lei 5101 de abril de 2016 do Deputado Federal Expedito Júnior, cujo objetivo que regulamenta o trabalho na Ciência da Computação, Análise de Sistemas e Processamento de Dados.

Como é a faculdade de Ciência da Computação?

O curso superior em Ciência da Computação é do tipo bacharelado presencial ou à distância. A duração é de 8 semestres (4 anos), mesclando disciplinas teóricas da área da Matemática e também práticas em laboratório.

Conheça a grade curricular do curso de Ciência da Computação da faculdade Impacta que é especializada em cursos de Tecnologia:

1º Semestre

  • Arquitetura de Computadores: 80 horas;
  • Fundamentos da Ciência da Computação: 80 horas;
  • Linguagem de Programação: 80 horas;
  • Lógica de Programação: 80 horas;
  • Soft Skills: 80 horas.

2º Semestre

  • Álgebra Linear: 80 horas;
  • Engenharia de Software: 80 horas;
  • Matemática para Computação: 80 horas;
  • Sistemas Operacionais: 80 horas
  • Técnicas de Programação: 80 horas.

3º Semestre

  • Algoritmos e Estrutura de Dados: 80 horas;
  • Análise e Projeto de Algoritmos: 80 horas;
  • Cibersegurança: 80 horas;
  • Rede de Computadores: 80 horas;
  • Sistemas Distribuídos: 80 horas.

4º Semestre

  • Banco de Dados: 80 horas;
  • Cálculo Diferencial e Integral Aplicado: 80 horas;
  • Computação em Nuvem: 80 horas;
  • Linguagem Orientada a Objetos: 80 horas;
  • Teoria da Computação: 80 horas.

5º Semestre

  • Análise Exploratória de Dados: 80 horas;
  • Inteligência Computacional: 80 horas;
  • Paradigmas de Programação: 80 horas;
  • Teoria dos Grafos: 80 horas;
  • Estágio Supervisionado: 80 horas.

6º Semestre

  • Compiladores: 80 horas;
  • Inferência Estatística: 80 horas;
  • Computação Gráfica e RA/RV: 80 horas;
  • Redes Móveis e Inteligentes: 80 horas;
  • Estágio Supervisionado: 80 horas.

7º Semestre

  • Desenvolvimento para Big Data: 80 horas;
  • Machine Learning: 80 horas;
  • UX e Design Thinking: 80 horas;
  • Trabalho de Curso de CC: 80 horas;
  • Estágio Supervisionado: 80 horas.

8º Semestre

  • Ciência de Dados: 80 horas:
  • Data Visualization: 80 horas
  • Processamento de Imagens e Visão Computacional: 80 horas.
  • Atividades Complementares: 80 horas;
  • Trabalho de Curso de CC: 200 horas;
  • Estágio Supervisionado: 80 horas.

Melhores faculdades de Ciência da Computação

O Ranking Universitário Folha 2018 tem a lista com mais de 100 instituições e nós separamos os 10 melhores cursos de Ciência da Computação do Brasil:

  1. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);
  2. Universidade de São Paulo (USP);
  3. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  4. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  5. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  6. Universidade Federal de Pernambuco (UFPE);
  7. Universidade de Santa Catarina (UFSC);
  8. Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR;
  9. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO);
  10. Universidade de Brasília (UNB).

Especializações em Ciência da Computação

Pós-Graduação em Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais

O programa de pós-graduação em Ciência da Computação da UFMG tem duração mínima de 360 horas e é um lato sensu, ou seja, voltado para o mercado de trabalho.

O aluno escolhe uma das seguintes linhas de pesquisa: Sistemas Computacionais, Engenharia de Software e Linguagens de Programação, Gerenciamento de Dados e Informações, Robótica, Visual Computacional e Processamento Gráfico, Inteligência Artificial, Otimização ou Teoria.

Mestrado e Doutorado Acadêmico em Ciência da Computação Instituto de Computação UNICAMP

O mestrado e doutorado em Ciência da Computação da UNICAMP é do tipo stricto sensu, voltado para docência e pesquisa com duração de dois anos. O curso tem disciplinas como Teoria dos Grafos, Engenharia de Software, Algoritmos em Grafos, Complexidade de Algoritmos, entre outras.

Mestrado e Doutorado em Ciência da Computação Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo

O mestrado e doutorado do IME-USP tem disciplinas como Linguística Computacional, Algoritmos de Aproximação, Linguagens, Autômatos e Computabilidade, Visão e Processamento de Imagens, entre outras.

Áreas de atuação e quanto ganha

Conheça 7 áreas de atuação do bacharel em Ciência da Computação e qual o salário médio do profissional:

  1. Banco de dados: profissional dessa área desenvolve programas para organizar e indexar dados e informações;
  2. Desenvolvimento de aplicativos: engloba desenvolvimento de aplicativos de smartphones e computadores;
  3. Arquiteto de software: desenvolvimento da infraestrutura e os sistemas que o software precisará para funcionar;
  4. Analista de sistemas: realiza os documentos e modelos que possibilitam a criação do software;
  5. Gerente de TI: profissional responsável pelo gerenciamento dos projetos de desenvolvimento de softwares, assumindo o controle da equipe;
  6. Marketing e vendas: além da comercialização de software e hardware, esse profissional também realiza análise de produtos para lançamentos;
  7. Suporte técnico: manutenção de redes e sistemas e também orientação na hora da compra de programas e equipamentos.

Em relação ao salário do bacharel em Ciência da Computação, um estagiário ganha em média R$1.415,04, o Analista de Sistemas recebe aproximadamente R$5.700,00 e o salário de um Gerente de Suporte Técnico de Tecnologia da Informação é de R$7.500,00. Já a remuneração de um professor é a partir de R$10.000,00.

O que estudar para provas de concursos?

Geralmente, os conhecimentos específicos cobrados nos concursos públicos na área de Ciência da Computação são:

  • Desenvolvimento de Sistemas: JavaScript, HTML 5P, Programação PHP, Arquitetura de Software, Análise estática de código fonte, Arquitetura orientada à serviços, Engenharia de Software;
  • Banco de Dados: Conceitos básicos, Estrutura de dados, Modelagem e normalização de dados, Administração de dados e de banco de dados, Microsoft SQL Server;
  • Inteligência de negócios (Business Intelligence): Conceitos, fundamentos, características, técnicas e métodos, Sistemas de suporte à decisão e gestão de conteúdo, Mapeamento de fontes de dados;
  • Segurança da Informação: Políticas de segurança da informação, Procedimentos de segurança e conceitos gerais de gerenciamento, Normas ISO 27001 e ISO 27002, Criptografia, Planejamento, identificação e análise de riscos;
  • Suporte e infraestrutura: Administração de sistemas operacionais (Linux, Unix e Windows Desktop e Server), Arquitetura de hardware de servidores, Virtualização, Consolidação de servidores, Active Directory (Windows), SAMBA (Linux);
  • Administração de Redes: Procedimentos de segurança, Vulnerabilidade e ataque a sistemas computacionais, Criptografia, processos criptográficos, sistemas de criptografia, estrutura de certificação e certificação digital, Redes geograficamente distribuídas;
  • Gestão e governança de Tecnologia da Informação: Gerenciamento de projetos, Gestão de riscos, Governança de TI (COBIT 5), Gerenciamento de Serviços (ITIL v4), Qualidade de software. 
Foto de perfil Sumaia Santana
Por Sumaia Santana em 12/12/2020 11:28:35
Redatora Web
Redatora freelancer com conhecimentos em SEO para produção de textos. Experiência na criação de artigos sobre concursos públicos, saúde física e mental, alimentação, autoconhecimento, seguros, locação de imóveis, construção/reforma e materiais de construção.

Deixe seu comentário (0)

Seja o primeiro a comentar!