Qual é o aumentativo e o diminutivo de cão?

Rafael Thomas Língua Portuguesa, Aumentativo e diminutivo Erramos?

No aumentativo e diminutivo é comum os sufixos “ão” ou “ inha”, mas nem sempre é correto. Você sabe qual é o aumentativo e o diminutivo de cão? Canzarrão, canaz, cãozinho, canito, cãozito ou canicho?

Qual é o aumentativo e o diminutivo de cão?
Capa: Qual é o aumentativo e o diminutivo de cão?

Normalmente quando pensamos em alguém com um cão grande a primeira palavra que nos remete é cãozão ou cachorrão, já que optaríamos pelo sinônimo para tentar sair bem da situação.

Assim como acontece quando vemos um cão pequeno logo pensamos em cãozinho.

Geralmente algumas classes de palavras na gramática da língua portuguesa possuem algumas flexões como gênero, número e grau. O gênero é o que determina se a palavra é masculina, feminina, comum de dois ou epceno.

O número vai determinar se a palavra está no singular ou no plural e o grau dará o tamanho daquela determinada coisa descrita. Por exemplo, temos o diminutivo e o aumentativo.

Por isso, nesta dica iremos entender um pouco mais como funciona o grau nas palavras e descobrir qual é o aumentativo e o diminutivo correto da palavra cão.

Aumentativo e o diminutivo correto de cão

As flexões são um fato linguístico que dependem do conhecimento do emissor da mensagem. É muito comum quando vamos colocar um substantivo no aumentativo que a gente atribua o sufixo (ão).

Mas na verdade esta regra popular está muitas vezes em desacordo com a gramática da língua portuguesa.

Por esta razão, para que cada vez possamos escrever melhor, precisamos estar atentos a estas variações, não só para ampliarmos os nossos conhecimentos como também para não cairmos em pegadinhas de provas de concursos públicos, vestibulares e até mesmo cometer erros em redações ou questões discursivas.

Aumentativo da palavra cão

A nossa palavra em questão no momento é cão. Se você disse que o aumentativo é cãozão, sinto em lhe informar que você está errado. Na verdade o aumentativo de cão é canzarrão ou canaz.

A formação do aumentativo é feita pela junção de um sufixo no aumentativo em uma palavra no seu grau normal.

O sufixo (ão) acaba sendo o mais comum, mas existem também outros como: ão; ona; alhão; arrão; zarrão; eirão; aça; aço; ázio; uça; anzil; aréu; arra; orra; astro; az; alhaz; arraz.

Também é possível formar uma palavra no aumentativo através da junção entre o substantivo no grau normal e o adjetivo com semântica de aumentativo. Este processo é chamado de aumentativo analítico.

Neste caso podemos usar alguns adjetivos como: grande; enorme; imenso; colossal; gigantesca; desmedido; grandíssimo; descomunal; vasto. 

  • Grau normal: cão
  • Grau aumentativo sintético: canzarrão
  • Grau aumentativo analítico: cão enorme

Diminutivo da palavra cão

Assim como o grau aumentativo coloca o substantivo com a ideia de algo grande, o diminutivo tem o objetivo de colocar o substantivo como algo pequeno.

Além de dar a ideia de tamanho, o grau diminutivo pode também expressar amor e carinho, bem como menosprezo.

Assim como no aumentativo, a formação do diminutivo é feita pela junção de um sufixo no diminutivo em uma palavra no seu grau normal.

Os sufixos (inho ou inha) acabam sendo os mais comuns, mas existem também outros como:  inho/a; zinho/a; ino/a; im; acho/a; icho/a; ucho/a; ebre; eco/a; ico/a; ela; elho/a; ejo; ilho/a; ete; eto/a.

O diminutivo também pode se formar através da junção entre o substantivo no grau normal e o adjetivo com semântica de diminutivo.

Este processo é chamado de diminutivo analítico. Neste caso podemos usar alguns adjetivos como: pequeno; pequenino; mínimo; minúsculo; diminuto; miúdo; insignificante; reduzido;

  • Grau normal: cão
  • Grau diminutivo sintético: cãozinho, canito, cãozito ou canicho
  • Grau aumentativo analítico: cão pequeno