← Mais dicas

À vontade, a vontade ou a-vontade? Usa crase, tem hífen?

Por Dinake Núbia em 01/05/2021 08:51:56 | Português, Crase, Hífen, Ortografia

À vontade, escrita sem hífen e com crase, que é a forma correta, tem o significado de confortavelmente, sem formalidade, descontração, enquanto locução adverbial.


À vontade, a vontade ou a-vontade? Usa crase, tem hífen?
À vontade, a vontade ou a-vontade? Usa crase, tem hífen?.

O uso da crase pode causar muitas dúvidas na hora de escrever. E com a locução adverbial ou substantiva à vontade não é diferente. Mas até já damos spoiler: essa é a forma correta de escrita e para completar, não tem hífen.

Para contextualizar, vamos esclarecer o que é locução adverbial, locução substantiva, hífen e crase.

Locução adverbial

Quando duas ou mais palavras se juntam, formando uma expressão com função de advérbio, elas resultam em uma locução adverbial. Para deixar mais claro, essa junção de palavras pode alterar o sentido de um verbo, de um adjetivo ou até mesmo de um advérbio.

Na maioria das vezes as locuções adverbiais são iniciadas por preposições. E nem sempre se usa o a craseado.

Exemplos:

  • a distância
  • à distância de
  • de longe
  • de perto
  • à direita
  • à esquerda
  • ao lado
  • por aqui
  • às vezes
  • à tarde
  • à noite
  • de manhã
  • de repente
  • às vezes
  • hoje em dia
  • em geral
  • em excesso
  • de todo
  • por completo
  • sem dúvida
  • com certeza

Locução substantiva

Já as locuções substantivas, como o próprio nome indica, são aquelas formadas pelo conjunto de duas ou mais palavras, com função morfológica de substantivo.

Exemplos:

  • Dona de casa
  • Fim de semana
  • Anjo da guarda
  • Juiz de futebol
  • Cesta básica
  • Sala de Jantar

E para deixar ainda mais claro, no modo geral, não se usa o hífen nas locuções substantivas.

Com a chegada no Novo Acordo Ortográfico, o hífen foi retirado de alguns substantivos compostos, que agora são classificados como locuções substantivas.

Exemplos: Passatempo, Girassol, Audiovisual.

Qual é o correto "À vontade, a vontade ou a-vontade"?

À vontade, escrita sem hífen e com crase, que é a forma correta, tem o significado de confortavelmente, sem formalidade, descontração, enquanto locução adverbial. Essa é a forma mais comum da palavra.

Por exemplo:

  • Estou à vontade na casa dos meus avós.
  • No primeiro dia de aula o Pedro se sentiu à vontade.
  • Fique à vontade em nossa casa!
  • Esteja à vontade para tomar a decisão que precisa.
  • Luiz Fernando estava à vontade na casa da sogra.

Como locução substantiva, à vontade tem o significado de descontração, naturalidade, desembaraço. À vontade, nessa modalidade mais formal, é menos usada Língua Portuguesa.

Exemplos:

  • Não tenho à vontade para falar com minha tia sobre isso
  • Quanto à vontade, hein?
  • Não fico à vontade em frente às câmeras

Quando à vontade perdeu o hífen?

A forma correta de à vontade, sem o hífen, passou a vigorar em 2009, com a implementação do Novo Acordo Ortográfico.

A partir daquele ano, nas locuções substantivas, adjetivas, pronominais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais perderam o uso do hífen.

Antes de janeiro de 2009, à vontade poderia ser usada com ou sem o hífen - as duas formas eram consideradas corretas. Exemplos de locuções que passaram a ser corretas sem o hífen:

  • à vontade
  • dia a dia
  • à toa
  • fim de semana
  • cão de guarda
  • café com leite

Para contextualizar: o hífen é um sinal gráfico, o famoso "tracinho", que desempenha funções próprias como, por exemplo, ligar palavras compostas, separar as sílabas de algum vocábulo e ligar algumas palavras que são seguidas de prefixos.

Exemplos do uso do hífen em substantivos compostos, derivação prefixal e divisão silábica:

  • matéria-prima
  • arco-íris
  • ano-luz
  • guarda-chuva
  • segunda-feira
  • recém-nascido
  • anti-higiênico
  • sobre-humano
  • mar-ga-ri-da
  • ca-ri-nho
  • micro-ondas
  • contra-ataque
  • anti-inflamatório
  • extra-hospitalar

À vontade com crase é a forma correta!

Crase é o nome que se dá para a junção da preposição a com o artigo feminino a e com o a do início de pronomes.

Em locuções adverbiais femininas que expressam ideia de tempo, lugar e modo, como à vontade, por exemplo, sempre ocorre o uso da crase.

Mais exemplos do uso correto da crase:

  • à tarde
  • à noite
  • à força
  • à esquerda
  • á direita
  • às ocultas
  • às claras
  • à procura
  • às ordens
  • às pressas
  • às vezes
  • à deriva
  • à medida que
  • à semelhança de
  • à beira de
  • à proporção que

É a crase, em à vontade, que diferencia a locução adverbial do artigo mais substantivo, a vontade.

A vontade sem crase tem qual significado?

A palavra vontade precedida do artigo a, sem crase, também existe na Língua Portuguesa. Mas é simplesmente a junção do artigo com o substantivo.

Nesse modo, ela significa desejo, ânsia, meta, objetivo, propósito. Confira abaixo alguns exemplos:

  • A vontade da Laura supera tudo!
  • A vontade de viajar é grande, mas o medo é maior.
  • A vontade de todos nós é receber a vacina.
  • Não podemos ficar à disposição, por conta de fazer suas vontades.
Foto de perfil Dinake Núbia
Por Dinake Núbia em 01/05/2021 08:51:56
Jornalista
Jornalista, apaixonada por coordenação e liderança de equipe. Experiência em jornalismo na Internet, assessoria de imprensa, edição de materiais gráficos, textos e vídeos.

Deixe seu comentário (0)

Seja o primeiro a comentar!