Como ser Jovem Aprendiz no SENAI? Como funciona o programa?

Sumaia Santana | Profissões, Jovem Aprendiz, SENAI, Primeiro Emprego | Comentar (0)

Descubra como se candidatar às vagas de Jovem Aprendiz no SENAI, o que é o programa de Aprendizagem Industrial e os cursos oferecidos nessa modalidade.

Como ser Jovem Aprendiz no SENAI? Como funciona o programa?
Como ser Jovem Aprendiz no SENAI? Como funciona o programa?.

Neste texto você descobrirá como se tornar Jovem Aprendiz no SENAI, como funciona o programa de aprendizagem da instituição, como se inscrever e os assuntos que geralmente são abordados na prova.

Entenda o que é ser Jovem Aprendiz

O Programa Jovem Aprendiz é regulamentado pela Lei nº10.097/2000. As médias e grandes empresas podem ter em seu quadro de funcionários de 5% a 15% de aprendizes.

O objetivo é promover a iniciação profissional de adolescentes e jovens por meio da capacitação profissional. 

Os requisitos para ser Jovem Aprendiz é ter de 14 a 24 anos e estar cursando o Ensino Fundamental ou não ter concluído o Ensino Médio.

Como um dos objetivos do aprendizado é a inclusão social, o limite de 24 anos não se aplica aos jovens portadores de deficiência.

O contrato dura no máximo dois anos. O jovem trabalhador tem direitos trabalhistas, como registro em carteira, salário, 13º salário, 2% de FGTS, direitos previdenciários, férias (preferencialmente no período de recesso escolar) e vale-transporte. 

A jornada de trabalho é de 4 a 6 horas, de segunda a sexta. O limite de horas trabalhadas por dia não pode exceder 8 horas, exceto se nessas 8 horas estiverem computadas o curso profissionalizante. 

O que é Aprendizagem Industrial?

A Aprendizagem Industrial é a formação profissional que abrange cursos na área industrial. O programa é voltado para jovens de 14 a 24 anos (sem limite de idade para portadores de deficiência) que estejam no Ensino Fundamental ou Ensino Médio.

O jovem que está inserido no programa de Aprendizagem Industrial também possui registro em carteira, salário/hora de R$4,54, 13º salário, 2% de FGTS, direitos previdenciários, férias (preferencialmente no período de recesso escolar) e vale-transporte. 

Cursos profissionalizantes oferecidos pelo SENAI

A seleção e contratação de jovens aprendizes do SENAI para a Aprendizagem Industrial é feita pela indústria, os contratados são encaminhados ao SENAI para fazerem o curso profissionalizante que será meio período e eventualmente em período integral, de acordo com a oferta da instituição.

Confira alguns dos cursos oferecidos pelo SENAI na categoria Aprendizagem Industrial em São Paulo:

Alimentos e Bebidas

  • Assistente de Operações em Processos de Fabricação de Alimentos e Bebidas;
  • Auxiliar de Serviços de Alimentação;
  • Operador de Processos na Indústria de Alimentos.

Automotivo - Mecânica

  • Mecânico de Automóveis Leves;
  • Mecânico de Manutenção de Máquinas Agrícolas e Veículos Pesados;
  • Mecânico de Manutenção de Veículos Pesados e Rodoviários;
  • Mecânico de Produção Veicular;
  • Operador de Processos de Manufatura Automotiva.

Cerâmica e Afins

  • Operador Ceramista de Placas de Revestimento.

Construção Civil - Edificações

  • Construtor de Edificações.

Construção Civil - Instalações

  • Instalador Hidráulico.

Couros Calçados

  • Confeccionador de Artefatos de Couro e Sintéticos;
  • Confeccionador de Calçados.

Eletroeletrônica - Eletricidade

  • Eletricista de Manutenção Eletroeletrônica;
  • Eletricista Industrial;
  • Eletricista Instalador Industrial.

Eletroeletrônica - Eletrônica

  • Instrumentador Montador.

Gestão - Administração Industrial

  • Assistente Administrativo;
  • Assistente Técnico de Vendas.

Gestão - Gestão da Produção

  • Operador de Processos Logísticos.

Gráfica e Mídias Impressas e Digitais

Joalheria

  • Operador de Processos de Fabricação de Joias e Folheados.

Logística - Produção

  • Auxiliar de Linha de Produção.

Logística - Suprimento

  • Almoxarife.

Madeira e Mobiliário

  • Construtor de Estofados;
  • Operador de Máquinas de Usinagem de Madeira Convencionais E A CNC;
  • Produtor Industrial de Móveis.

Metalmecânica - Mecânica

  • Ferramenteiro de Corte, Dobra e Repuxo;
  • Ferramenteiro de Moldes para Plásticos;
  • Mecânico de Manutenção;
  • Mecânico de Usinagem;
  • Mecânico de Usinagem Convencional;
  • Mecânico Industrial;
  • Montador de Máquinas e Equipamentos Industriais.

Metalmecânica - Metalurgia

  • Caldeireiro;
  • Modelador Industrial.

Metalmecânica - Soldagem

  • Soldador.

Polímeros - Plásticos

  • Operador de Injetora de Plástico;
  • Operador de Processos de Transformação de Polímeros.

Química

  • Operador de Processos Químicos.

TI - Hardware - Tecnologia da Informação

  • Operador de Suporte Técnico em Tecnologia da Informação.

Vestuário

  • Costureiro Industrial do Vestuário.

As responsabilidades dos envolvidos no Programa Jovem Aprendiz SENAI

Conheça o papel esperado do SENAI, indústria, jovem aprendiz, responsável pelo aprendiz menor de 18 anos e Ministério do Trabalho:

SENAI

  • Efetuar a matrícula dos aprendizes encaminhados pela indústria;
  • Monitorar a frequência e aproveitamento dos matriculados no curso;
  • Emitir certificado aos que obtiveram o desempenho esperado.

Indústria

  • Recrutamento e seleção de jovens para a Aprendizagem Industrial;
  • Efetuar o registro em carteira de trabalho e seguir as demais normas trabalhistas;
  • Acompanhar o trabalho do jovem aprendiz dentro da indústria;
  • Indicar um monitor para supervisionar o desempenho profissional do aprendiz. 

Jovem Aprendiz

  • Assiduidade no curso de Aprendizagem Profissional;
  • Empenho e zelo nas atividades profissionais.

Responsável pelo aprendiz menor de 18 anos

  • Assinar o contrato;
  • Acompanhar a trajetória teórica e profissional do menor sob sua responsabilidade.

Ministério do Trabalho

  • Fazer o cálculo do percentual de aprendizes que as empresas podem ter;
  • Fiscalizar as indústrias quanto ao cumprimento dos direitos trabalhistas e da legislação que rege a aprendizagem;
  • Aplicar sanções nas indústrias que não cumprirem as obrigações vigentes;
  • Fiscalizar as instalações da indústria e as instituições de ensino industrial.

Como é a prova Jovem Aprendiz do SENAI?

A prova tem aproximadamente 60 questões de múltipla escolha e, geralmente, acontece em setembro e o interessado precisa acompanhar o site do SENAI da região.

Veja quais são os assuntos abordados na prova:

  1. Matemática: Teoria dos conjuntos, Razão e proporção, Sistema decimal e medida de tempo, Relação entre ponto, reta e plano, Classificação e medidas de ângulos, Teoremas de Tales de Pitágoras, Razões trigonométricas no triângulo retângulo, Classificação e propriedades dos quadriláteros, Círculos e seus elementos, Perímetro e área das principais figuras geométricas;
  2. Português: Interpretação de textos, Pontuação, Acentuação, Encontros vocálicos e consonantais, Classes de palavras, Concordância nominal e verbal, Orações coordenadas e subordinadas, Vozes verbais (ativa, passiva e reflexiva), Crase, Pronomes oblíquos, Figuras de linguagem;
  3. Ciências naturais (Física, Química e Biologia): Substâncias simples e gasosas, Estados físicos da matéria, Diferenças entre sólidos, líquidos e gases, Transformações da energia e sua conservação, Calor e temperatura, Fontes de calor, Escalas termométricas (Celsius, Kelvin e Fahrenheit), Noções básicas de ecologia, Noções de tecidos, órgãos e sistemas, Aparelho digestivo e anexos, Higiene alimentar e doenças provocadas por parasitas.

Deixe seu comentário (0)

Seja o primeiro a comentar!