O que é o Fies e como funciona? Quem tem direito?

Fies é um programa do Governo Federal criado em 1999 ainda sob o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Saiba o que é o Fies, como funciona, como fazer financiamento e quem tem direito.

Publicado por Rafael Thomas em 14/11/2019 às 11:09:13

O que é o Fies e como funciona? Quem tem direito?

O que é o Fies?

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa do Governo Federal criado em 1999 ainda sob o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O objetivo do novo programa era substituir o Programa de Crédito Educativo – PCE/CREDUC.

A função do Fies é financiar os custos do curso de graduação para os alunos que não tem condição financeira para arcar com os valores das universidades privadas.  

Desde 2010 o programa passou a aderir um novo formato.

O Agente Operador do Programa passou a ser o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que pôde oferecer aos alunos juros anuais mais baixos em torno de 3,4%.

O Financiamento é aberto a cada início de semestre para os alunos que desejarem solicitar o programa para concluir sua graduação.

O Fies já auxiliou mais de dois milhões de brasileiros a conseguir cursar a graduação. Porém, nos últimos anos as regras para participar do Programa ficaram restritas e o número de financiamentos reduziu.

Como fazer para ter direito ao Fies?

A cada início de semestre, o programa abre as inscrições para os candidatos que desejam obter financiamento estudantil. Os escolhidos são custeados com suas mensalidades pelo Governo Federal até a formatura.

Ao término da graduação o aluno começa a pagar o financiamento em parcelas mensais.

O aluno para solicitar o financiamento precisa estar matriculado em uma instituição de ensino superior privada, que seja cadastrada no Fies e com boa avaliação no Ministério da Educação (MEC).

Ter alcançado no mínimo 450 pontos na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não ter zerado na redação.

A renda familiar bruta precisa ser no máximo de três salários mínimos por pessoa.

Existem algumas restrições para participar do Programa como:

  • Estar com a matrícula da faculdade trancada,
  • já ter sido financiado pelo Fies,
  • ter o benefício integral da bolsa do ProUni ou ter bolsa parcial do ProUni em outro curso que não seja o inscrito no Fies.

ProUni: Saiba o que é, como entrar e como funciona.

Para ter direito ao Fies o governo solicita que o aluno tenha um fiador.

Porém ele abre mão disso em casos onde os alunos sejam bolsistas parciais do ProUni, estudantes onde a renda bruta familiar seja de até 1,5 salário mínimo por pessoa ou alunos dos cursos de licenciatura.

Qualquer curso pode ser financiado pelo Fies, desde que a nota mínima no MEC seja de 3 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES)

Como é feito o financiamento do Fies?

O fies pode ser financiado em algumas etapas. A primeira é durante o curso. Enquanto cursa a graduação cabe ao aluno pagar o valor dos encargos operacionais presentes no contrato.

Também cabe ao estudante custear integralmente o seguro de vida obrigatório para a contratação do programa.

A segunda fase é a de amortização. Até o ano de 2017 o programa possuía carência de 18 meses para começar a pagar, mas a partir de 2018 ela não existe mais.

Sendo assim a partir da formatura os alunos já iniciam o pagamento do valor que foi financiado pelo governo.

Caso o formando não tenha renda em um dos momentos da quitação, as prestações mensais serão cobradas no valor mínimo. O aluno tem até 14 anos para pagar o financiamento total.

Veja as condições para se inscrever no Fies:

As inscrições são feitas em quatro passos:

1° Passo: Inscrição no Sistema de Seleção do Fies (Fies Seleção)

O aluno deverá fazer a inscrição no Site do Fies com os dados solicitados. Depois de preencher a ficha cadastral o aluno criará uma senha e receberá a confirmação do cadastro no próprio e-mail.

A partir daí, o estudante acessará o FIES Seleção e fará sua inscrição informando seus dados pessoais, do seu curso e instituição.

2° Passo: Inscrição no SisFIES

Assim que for pré-selecionado o aluno se inscreverá no SisFIES e terá 5 dias corridos para escolher o tipo de financiamento que deseja.

3º Passo: Validação das informações

Depois de concluída a inscrição no SisFIES, as informações deverão ser validadas na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), em até 10 dias.

O órgão é que validará a veracidade das informações fornecidas pelo aluno.

4º Passo: Contratação do financiamento

O último passo é feito depois das validações confirmadas. O aluno e o seu fiador, caso seja necessário, terão 10 dias para formalizar a contratação do financiamento.

Para mais informações acesse o próprio site do Fies clicando aqui.

Lembrando que você pode testar seus conhecimentos sobre vários assuntos usando nossos simulados. É totalmente online e gratuito. Treine quantas vezes quiser! Acesse os Simulados Gabarite.