Confira o gabarito do concurso para Vigilante da DGAP-GO 2019

Dinake Núbia 01/12/2019 10:18:06 Goiás, Gabaritos, SEAP GO Erramos?

O concurso prevê o preenchimento de mais de duas mil vagas. O resultado final do processo seletivo está previsto para o dia 20 de dezembro de 2019.

Confira o gabarito do concurso para Vigilante da DGAP-GO 2019
Capa: Confira o gabarito do concurso para Vigilante da DGAP-GO 2019

O gabarito preliminar das provas objetivas do Concurso Vigilante Penitenciário da Diretoria Geral de Administração Penitenciária de Goiás (DGAP-GO) estará disponível a partir desta segunda-feira (2/11), no site da Escola do Governo. 

No total, 2.524 vagas estão sendo oferecidas para o cargo de Vigilante Penitenciário Temporário (VPT), distribuídas por Regionais.

A remuneração é de R$ 1.950,46, composto de vencimento e gratificação de risco de vida e de auxílio-alimentação. 

Recursos contra resultado do gabarito

Os candidatos que desejarem apresentar interposição de recursos contra o resultado do gabarito disporão do dia 3 e 4 de dezembro, devendo ser feito exclusivamente também pelo site, no painel do candidato. 

Para apresentar o recurso, o candidato deve fundamentar, argumentar com precisão lógica, consistente, concisa e instruir o recurso, devidamente, com material bibliográfico apto ao embasamento, quando for o caso, e com a indicação precisa daquilo em que se julgar prejudicado.

Classificação no processo seletivo

A prova objetiva é a única fase do processo, sendo de caráter eliminatório e classificatório e seu valor total é de 30 pontos.

O resultado será obtido pelo somatório da multiplicação do número de questões marcadas corretamente pelo valor da respectiva questão.

Será considerado eliminado do processo seletivo o candidato que não obtiver pelo menos 50% de rendimento na prova objetiva. 

A classificação no processo seletivo obedecerá à ordem decrescente da pontuação da prova objetiva, dentro do número de vagas oferecidas.

Para a formação do cadastro reserva será feita com os candidatos que não forem aprovados dentro do número de vagas oferecidas e que não tiverem sido eliminados do Processo Seletivo. 

Caso haja empate na classificação final terá preferência o candidato com idade igual ou superior a 60 anos. Persistindo o empate, prevalecerão os seguintes critérios, sucessivamente:

Requisitos para nomeação no cargo

Após ser aprovado e classificado no concurso, o candidato deverá apresentar, no momento da convocação, os documentos que comprovem atendimento aos seguintes requisitos: 

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado; 
  • ter idade mínima de 18 anos; 
  • estar em gozo dos direitos políticos e eleitorais; 
  • estar quite com o Serviço Militar (sexo masculino); 
  • possuir Ensino Médio ou equivalente concluído, comprovado mediante diploma ou certificado expedido por entidade reconhecida pelo MEC;
  • apresentar os documentos solicitados no ato de convocação;
  • ter sido recomendado pela Diretoria-Geral de Administração Penitenciária após a Investigação de Vida Pregressa;
  • não ter sido responsabilizado ou condenado pela prática de infração penal, civil ou administrativa nas situações descritas pela legislação eleitoral, que configurem hipóteses de inelegibilidade;
  • não ter sido responsável por atos julgados irregulares por decisão definitiva do Tribunal de Contas da União, do Tribunal de Contas do Estado ou do Município, ou, ainda, por Conselho de Contas de Município;
  • não haver sofrido sanção impeditiva do exercício de cargo/emprego público;
  • não ter sido condenado em processo criminal, por sentença penal transitada em julgado; 
  • não participar de Gerência ou da Administração de empresa industrial ou comercial, exceto as de caráter cultural ou educacional;
  • entre outras determinações previstas no edital.

A lotação dos candidatos aprovados poderá ser feita em qualquer cidade pertencente à regional, podendo ser feita conforme a necessidade e conveniência da administração.

O prazo de validade do Processo Seletivo é de um ano, contado a partir da data de homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período. 

Durante este período de vigência, o servidor poderá ser transferido para qualquer município, de acordo com interesse da DGAP-GO.