Gabarito concurso Minas Gerais Administração e Serviços (MGS) 2020

A prova do Processo Seletivo Simplificado para a MGS (Minas Gerais Administração e Serviços S/A) foi aplicada hoje (15). Gabarito preliminar está previsto para sair segunda (16).

Dinake Núbia 2020-03-15 10:27:24 Minas Gerais, MGS Comunicar erro

O gabarito preliminar e o caderno de questões da prova objetiva do concurso da Minas Gerais Administração e Serviços S.A (MGS) pode ser consultado após 24 após a realização das provas, ou seja, a partir do próximo dia 16 de março.

A divulgação será feita no endereço eletrônico do o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), que organiza o certame. Consulte aqui o gabarito.

O Processo Seletivo Público Simplificado é voltado para o preenchimento de vagas e formação de cadastro de reserva.

As vagas são voltadas para profissionais com Ensino fundamental incompleto e completo; ensino médio e superior. 

A validade é de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da MGS - Minas Gerais Administração e Serviços S.A.

Recursos contra o gabarito da prova

Para apresentar recurso contra o resultado do gabarito ou de questões da prova, o candidato disporá de dois dias úteis, contados do dia seguinte à publicação.

O candidato deverá acessar o site do IBFC, na aba “Recursos” e preencher o formulário próprio disponibilizado para recurso, enviando depois eletronicamente. Estes devem ter as seguintes determinações: 

  • Ser elaborado com argumentação lógica, consistente e acrescidos de indicação da bibliografia pesquisada pelo candidato para fundamentar seu questionamento; 
  • Apresentar a fundamentação referente apenas à questão ou a etapa previamente selecionada para recurso; 
  • Um recurso por questão para cada candidato, devendo estar devidamente fundamentado.  

Caso haja anulação, os pontos referentes as questões serão atribuídos a todos os candidatos que fizeram a prova.

Se o gabarito for alterado, as provas serão corrigidas conforme o gabarito oficial definitivo. 

Próximas etapas do concurso

Além da prova objetiva, voltada para todos os cargos, o concurso é composto por análise de experiência profissional, para função de porteiro escolar; e prova prática e análise de experiência profissional, para os cargos de carpinteiro e cantineiro. 

Nos cargos que possuem mais de uma fase só serão considerados aptos para próxima etapa caso sejam aprovados na anterior.

A convocação do candidato será feita após a homologação do processo seletivo público simplificado, conforme a ordem de classificação, de acordo com a necessidade da MGS. Caso seja admitido, o candidato passará por três etapas, sendo: 

  • 1ª Etapa – Apresentação do candidato convocado: o candidato deverá comparecer em local determinado pela empresa, munido da documentação relacionada no edital; 
  • 2ª Etapa - Avaliação Médica: na avaliação médica o candidato será qualificado como apto ou inapto para o exercício da ocupação pretendida;  
  • 3ª Etapa - Assinatura de Contrato Individual de Trabalho: os candidatos serão convocados a assinarem contrato individual de trabalho no prazo a ser estipulado pela MGS. 

Requisitos para investidura

Caso seja aprovado em todas as etapas descritas no certame, o candidato será investido no cargo caso seja classificado dentro do número de vagas e que atenda aos seguintes requisitos: 

  • ter nacionalidade brasileira; 
  • estar em dia com as obrigações eleitorais, apresentando documento comprobatório; 
  • estar em dia com as obrigações militares, em caso de candidato brasileiro, se do sexo masculino, apresentando documento comprobatório; 
  • ter a idade mínima de 18 anos;
  • encontrar-se em pleno gozo de seus direitos políticos e civis; 
  • estar plenamente apto física e mentalmente para o exercício das atribuições da ocupação, que será comprovada por meio de exames médicos específicos;
  • não ter sido demitido da MGS, por justa causa, ou exonerado por processo administrativo na Administração Pública Estadual, direta ou indireta; ou não ter sido demitido, a bem do serviço público, nos últimos 5 anos;
  • comprovar a experiência de seis meses na ocupação;
  • comprovar a escolaridade exigida para a ocupação;
  • estar devidamente registrado junto ao respectivo Conselho Profissional de Classe;
  • possuir cadastro atualizado do eSocial; 
  • apresentar todos os documentos.