Suspenso concurso da Câmara de Rio do Sul SC 2020

Um novo cronograma com as novas datas do concurso da Câmara de Rio do Sul SC 2020 devem ser divulgadas. A decisão foi tomada devido a pandemia do novo Covid-19.

Dinake Núbia 20/04/2020 11:11:22 Santa Catarina, Câmara de Rio do Sul SC Comunicar erro

Suspenso concurso da Câmara de Rio do Sul SC 2020
Capa: Suspenso concurso da Câmara de Rio do Sul SC 2020

Foi suspenso nesta quarta-feira (15/4) o concurso público para provimento de cargos de Analista Legislativo, na área de Gestão de Contratos e de Patrimônio e Tesouraria, da Câmara Municipal de Rio do Sul, em Santa Catarina.

O motivo da suspensão do concurso é a pandemia mundial do novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com comunicado oficial publicado pela Administração, a suspensão é temporária, mas ainda não há previsão para a retomada do certame e o candidato deve estar atento a maiores informações que serão divulgadas posteriormente.

Veja na íntegra a nota divulgada pelo órgão

A Câmara Municipal de Rio do Sul/SC, representada pelo Presidente, o Senhor Cariso Sávio Giacomini, TORNA PÚBLICO o presente edital para divulgar que, tendo em vista a Pandemia do COVID-19 (Coronavírus), suspende-se temporariamente o andamento do Concurso Público 01/2020.

O Novo cronograma contendo as datas relativas ao prosseguimento e maiores informações será divulgado, oportunamente, por Edital, nos meios oficiais de publicidade deste certame.

É única e exclusiva responsabilidade do candidato acompanhar o andamento deste certame, nos termos do Edital de Abertura das Inscrições.

Concurso da Câmara de Rio do Sul SC 2020

O concurso é destinado ao cargo de Analista Legislativo, na área de Gestão de Contratos e de Patrimônio e Tesouraria, o candidato deve ter ensino superior em contabilidade e registro no respectivo órgão de Classe.

O salário oferecido é de R$ 2.958,40, para jornadas de trabalho de até 20 horas semanais.

O certame é composto por prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com questões de português, raciocínio lógico e legislação, conhecimentos gerais e específicos.

Após ser aprovado e classificado dentro do número de vagas, o candidato deve comprovar alguns requisitos no momento da posse, sendo:

  • Nacionalidade brasileira ou portuguesa, desde que o candidato esteja amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos;
  • Idade mínima de 18 anos completos;
  • Quitação das obrigações eleitorais;
  • Pleno exercício de seus direitos civis e políticos;
  • Escolaridade e/ou outros requisitos necessários para o exercício do cargo pretendido;
  • Declarar os bens e valores que constituem seu patrimônio e declarar que não percebe proventos de aposentadoria civil (servidor público civil) ou militar ou remuneração de cargo, emprego ou função pública que caracterizem acumulação ilícita, na forma estabelecida pela Constituição Federal;
  • Inscrição no PIS ou PASEP, ou, se não estiver cadastrado, negativa expedida pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, respectivamente;
  • Comprovante de residência (água, luz ou telefone fixo) atualizado e em nome próprio, ou, no caso de comprovante em nome de terceiros, declaração do titular, devidamente reconhecida em cartório, de que o candidato reside no respectivo endereço;
  • Documento de identidade, certidão de nascimento, casamento ou equivalente e cadastro de pessoa física – CPF – regularizado;
  • Aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo pretendido, e, nos casos de deficiência, que essa seja compatível com o exercício das respectivas atribuições;
  • Outros documentos que a Administração venha a solicitar quando da nomeação.

O concurso é válido por dois anos, contados da homologação do resultado final, com possibilidade de prorrogação por igual período.