Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) abre processo seletivo

Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) contrata por carácter emergencial 132 profissionais de saúde para atuar durante a pandemia. Veja como se inscrever.

Dinake Núbia 2020-05-11 11:49:13 Goiás, Hugo Comunicar erro

O Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), em Goiás, abriu um processo seletivo, nesta segunda-feira (4/5), após o afastamento de 132 profissionais que foram diagnosticados ou estão com suspeita da covid-19.

A contratação é de caráter emergencial, mas não foram divulgadas quantas vagas estarão disponíveis.

As vagas disponibilizadas são para os cargos de enfermeiro, fisioterapeuta e técnico de enfermagem. A remuneração varia de de R$ 2 mil a R$ 2.450,00.

A localização do desempenho das funções é para atendimento às necessidades do Hospital Estadual de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro da Cruz - HUGO.

Inscrições Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo)

O interessado em se inscrever no processo seletivo deve mandar currículo e a documentação exigida para o e-mail processoseletivohugo@ints.org.br.

O certame é organizado pela Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde, organização social que administra o hospital. O prazo para inscrição termina no dia 6 de maio de 2020.

A documentação que deverá ser apresentada:

  • Diploma ou certificado de ensino superior;
  • Comprovante de Experiência de 6 meses de atuação em urgência e emergência; ou UTI para fisioterapia;
  • Carteira do Conselho de classe;
  • Comprovante de especialização em segurança do paciente ou Experiência de 6 meses na função: páginas da carteira de trabalho constando a informação (se tiver experiência superior ao solicitado anexar todas as páginas), ou contrato de trabalho ou declaração do contratante com carimbo e assinatura

Requisitos para contratação

O candidato selecionado deverá apresentar todos os documentos comprobatórios de que preenche todos os requisitos necessários para o desempenho da função para a qual foi convocado.

A não comprovação ou a comprovação parcial acarretará na imediata desclassificação do candidato do processo seletivo.

Afastamento de profissionais do HUGO

O processo seletivo foi aberto pois vários profissionais foram afastados de suas atividades suspensas por causa do novo coronavírus. Dos 132 servidores afastados, 56 já foram diagnosticados com a doença e 76 ainda aguardam o resulto dos exames.

Há a suspeita de que os profissionais tenham sido contaminados por pacientes que estavam com a doença, mas ainda não haviam sido diagnosticados. O motivo é que o hospital não é referência no tratamento do coronavírus.

Além disso, um caso suspeito ainda é investigado pela Secretaria de Saúde. Há a suspeita de um médico estava trabalhando mesmo depois de ter sido diagnosticado com covid-19.

Conforme informações preliminares, o médico teria toda a vestimenta necessária para prevenir o contágio, mas teria se negado a usar. Entretanto, de acordo com o hospital, o servidor foi afastado desde que apresentou sintomas.

Veja também...