Enem 2021: provas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro

Dinake Núbia | 09/06/2021 09:31:31 | Enem, Brasil, Redação, Prova, Edital

O possível adiamento para 2022 chegou a ser cogitado, mas o ministro da educação afirmou que as especulações eram apenas “conversas de bastidores”.

Enem 2021: provas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro
Enem 2021: provas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou na manhã desta terça-feira (1º) as datas das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021.

No Twitter, o ministro informou que as provas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro. A novidade neste ano é que as duas versões, tanto impressa quanto digital, serão realizadas no mesmo dia.

Publicação do edital ENEM 2021

O edital ainda não foi divulgado, mas a expectativa é de que seja publicado ainda nesta semana pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O custo do Enem 2021 foi estimado em R$ 700 milhões.

Veja a publicação do ministro nas redes sociais:

“Conforme eu já havia anunciado dias atrás, o Enem 2021 acontecerá e será aplicado neste ano. As provas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro, para as versões impressa e digital. É isso mesmo! A mesma prova, nas mesmas datas, para as duas modalidades. 

Os editais serão publicados pelo Inep ainda nesta semana. As inscrições poderão ser realizadas entre os dias 30 de junho e 14 de julho, pela Página do Participante. A segurança e a isonomia do Enem serão sempre mantidas pelo Inep e pelo MEC.”.

Apesar de não estar com as inscrições abertas, o prazo para pedido de isenção da taxa já foi aberto e o resultado preliminar será disponibilizado no dia 9 de junho. Como solicitar isenção de taxa de inscrição do ENEM 2021?

Do dia 14 a 18 de junho é o período para apresentar recursos. O resultado final com os pedidos aceitos será divulgado no dia 25 de junho. O Enem é o maior exame para ingresso no ensino superior do país.

As notas podem ser usadas para participação em programas como como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Corrida contra o tempo para realização do Enem 2021

Por causa do prazo, a realização do Enem 2021 pode se tornar uma verdadeira corrida contra o tempo.

O possível adiamento para 2022 chegou a ser cogitado, mas o ministro da educação afirmou que as especulações eram apenas “conversas de bastidores”.

Agora, o desafio é quanto ao cumprimento dos prazos, como as etapas de impressão e distribuição das provas, até mesmo para garantir a qualidade e segurança do exame.

Se comparado ao prazo do ano passado, as inscrições ocorreram de 11 a 22 de maio e a realização da prova estava prevista para 1º e 8 de novembro.

Entretanto, o exame só foi realizado em janeiro deste ano, o que atrasou o calendário de outros programas, como o do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (Prouni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Quem pode participar do Enem 2021

Qualquer pessoa que já concluiu o ensino médio ou está concluindo a etapa pode fazer o Enem para acesso à educação superior.

Os participantes que ainda não concluíram o ensino médio podem participar do Enem como “treineiros” e seus resultados no exame servem somente para autoavaliação de conhecimentos.

Atualmente, a aplicação do Enem ocorre em dois domingos. A versão do Enem Digital foi aplicada pela primeira vez na edição de 2020, com realização em janeiro e fevereiro de 2021.

Os participantes fazem provas de quatro áreas de conhecimento, sendo linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias, que somam 180 questões, ao todo.

Além disso, os participantes também são avaliados por meio de uma redação, que exige o desenvolvimento de um texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema.

Em 2020, o tema foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”Veja como fazer uma Redação nota 1.000 mil.

Na hora de redigir o texto da redação, o candidato deve estar atento aos casos que zeram a prova, que são:

  • Fuga total ao tema
  • Escrever texto que não seja dissertativo-argumentativo
  • Prova em branco, mesmo que o participante tenha feito a redação no rascunho
  • Textos que tenham até 7 linhas manuscritas
  • Cópia dos textos da prova de redação ou do caderno de questões sem que haja pelo menos oito linhas de produção própria do participante
  • Ofensas, xingamentos, desenhos ou outras tentativas propositais de anulação
  • Sinais gráficos ou números que não tenham função no texto
  • Parte que esteja desconectada do tema proposto
  • Assinatura, rubrica ou qualquer identificação fora do local específico 
  • Texto que tenha predominância de língua estrangeira
  • Texto ilegível

Deixe seu comentário (0)

Seja o primeiro a comentar!