← Mais notícias

Concurso PC SP 2022: nova autorização para 2.939 vagas

Governador João Dória renovou autorização do concurso da Polícia Civil de São Paulo. Editais com 2.939 vagas serão publicados no máximo no início de 2022.


O número de vagas continua o mesmo, 2.939
O número de vagas continua o mesmo, 2.939.

No dia 7 de outubro, foi publicado no Diário Oficial uma nova autorização do governador João Dória para o concurso PC SP 2022 (Polícia Civil de São Paulo).

Trata-se de uma nova autorização, porque em 2019 o mesmo certame já tinha sido autorizado, mas não foi realizado devido à pandemia do coronavírus.

O número de vagas continua o mesmo, 2.939 com vencimentos inicias de R$11.168,16. A distribuição das vagas e os respectivos salários é a seguinte:

Escrivão de Polícia: 1.600 vagas e remuneração de R$4.716,85;

Investigador de Polícia: 900 vagas e remuneração de R$4.716,85;

Delegado: 250 vagas e remuneração de R$11.168,14;
Médico Legista: 189 vagas e remuneração de R$9.485,61.

Quando foi o último concurso PC SP?

O último concurso PC SP foi realizado em 2018 e tiveram organização da Fundação VUNESP. A seleção teve 2.750 vagas, sendo:

250 vagas de nível superior para Delegado com remuneração de R$9.888,07;

800 vagas de nível superior para Escrivão de Polícia com remuneração de R$3.743,98;

600 vagas de nível superior para Investigador de Polícia com remuneração de R$3.743,98;

200 vagas de nível médio para Papiloscopista Policial com remuneração de R$3.589,86;

300 vagas de nível médio para Agente de Telecomunicações com remuneração de R$3.589,86;

400 vagas de nível médio para Agente Policial com remuneração de R$2.905,34;

200 vagas de nível médio para Auxiliar de Papiloscopista com remuneração de R$2.905,34.

Os candidatos foram avaliados por:

  • Prova Preambular;
  • Prova Escrita;
  • Comprovação de Idoneidade, mediante Investigação Social;
  • Exame Oral;
  • Prova de Títulos.

Como foi a prova do último concurso PC SP?

Os conteúdos programáticos não costuma apresentar grandes variações. Por isso, trazemos a estrutura da prova e os conteúdos cobrados nas provas do concurso de 2018:

Delegado: 100 questões

  • Direito Penal: 14 questões;
  • Direito Processual Penal: 14 questões;
  • Legislação Especial: 14 questões;
  • Direito Constitucional: 14 questões;
  • Direitos Humanos: 14 questões;
  • Direito Administrativo: 14 questões;
  • Direito Civil, Medicina Legal e Noções de Informática: 16 questões.

Escrivão de Polícia: 100 questões

  • Língua Portuguesa: 36 questões;
  • Noções de Direito: 30 questões;
  • Noções de Informática: 16 questões;
  • Noções de Criminologia, Noções de Lógica e Atualidades: 18 questões.
  • Investigador de Polícia: 100 vagas
  • Língua Portuguesa: 30 questões;
  • Noções de Direito: 30 questões;
  • Noções de Criminologia: 10 questões;
  • Noções de Lógica: 10 questões;
  • Noções de Informática: 10 questões;
  • Atualidades: 10 questões.

Papiloscopista Policial: 80 questões

  • Língua Portuguesa: 20 questões;
  • Noções de Direito: 5 questões;
  • Noções de Criminologia: 5 questões;
  • Noções de Medicina e Odontologia Legal: 5 questões;
  • Noções de Biologia: 5 questões;
  • Noções de Informática: 20 questões;
  • Noções de Lógica: 7 questões;
  • Noções de Identificação: 8 questões;
  • Atualidades: 5 questões.

Agente de Telecomunicações Policial: 80 questões

  • Língua Portuguesa: 30 questões;
  • Noções de Direito: 6 questões;
  • Noções de Criminologia: 4 questões;
  • Noções de Informática e Comunicação: 30 questões;
  • Noções de Lógica: 4 questões;
  • Atualidades: 6 questões.

Agente Policial: 80 questões

  • Língua Portuguesa: 20 questões;
  • Noções de Direito: 10 questões;
  • Noções de Criminologia: 10 questões;
  • Noções de Informática: 20 questões;
  • Noções de Lógica: 10;
  • Atualidades: 10 questões.

Quais serão os requisitos para o concurso PC SP 2022?

Os requisitos básicos para participação de concursos da Polícia Civil são:

Ser brasileiro nato ou naturalizado. Em caso de naturalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos;

  • Não ter antecedentes criminais;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • Estar em dia com as obrigações militares, se do sexo masculino;
  • Ter conduta irrepreensível na vida pública e privada;
  • Habilitação para a condução de veículos, no mínimo categoria B;
  • Cópia da última declaração do Imposto de Renda entregue à Secretaria da Receita Federal ou declaração pública de bens;
  • Ter plena capacidade física e mental para o exercício do cargo.
Foto de perfil Sumaia Santana
Por Sumaia Santana em 13/10/2021 15:18:57
Redatora Web
Redatora freelancer com conhecimentos em SEO para produção de textos. Experiência na criação de artigos sobre concursos públicos, saúde física e mental, alimentação, autoconhecimento, seguros, locação de imóveis, construção/reforma e materiais de construção.

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.