← Mais notícias

Prova de Vida do INSS agora será no dia do aniversário

Por Sumaia Santana em 21/11/2021 17:08:59 | Governo, Brasil, Prova de vida, INSS

A Prova de Vida do INSS tem novo calendário e os beneficiários deverão realizar o procedimento na data do aniversário. Quem não fizer terá o benefício suspenso ou cassado.


A novidade é que agora o cidadão deverá provar que está vivo no dia do aniversário
A novidade é que agora o cidadão deverá provar que está vivo no dia do aniversário.

A prova de vida do INSS consiste em provar que o recebedor de aposentadoria, auxílio doença ou pensão por morte está vivo, podendo ser na agência bancária onde o benefício é depositado, ou então, por biometria digital ou facial, desde que essa opção esteja disponível. A prova de vida deve ser feita a cada 12 meses e tem o objetivo de evitar fraudes. 

Os brasileiros que vivem no exterior também devem fazer a prova de vida, na embaixada ou consulado, ou ainda, por meio do preenchimento de formulário específico do INSS. O modo varia conforme o país onde o beneficiário mora. Clique aqui e saiba mais sobre a prova de vida.

Em 2021, a pandemia do coronavírus fez o governo federal cancelar a prova de vida, sem o ônus do cancelamento do benefício. Mas, com o avançar da vacinação, a obrigatoriedade de realizá-lo voltou, agora, com a novidade que o cidadão deverá provar que está vivo no dia do aniversário. 

Dessa forma, quem não se apresentou ou fez biometria entre novembro/20 a dezembro/21, deve realizar o procedimento em 2022 para não perder o benefício. Confira abaixo a tabela do novo calendário da prova de vida do INSS:

Vencimento da Prova de Vida Quando o benefício será suspenso/canelado
novembro/20 a junho/21  

 janeiro/22

julho/21 e agosto/21    fevereiro/22       
setembro/21 e outubro/21   

março/22

novembro/21 e dezembro/21 abril/22

E se o segurado não puder fazer a prova de vida?

E se o segurado não puder fazer a prova de vida?

Caso a pessoa que recebe o benefício não possa comparecer à agência onde o valor é pago, os bancos deverão adotar medidas para evitar que pessoas com idade superior a 80 compareçam à instituição, ou então, priorizar ao máximo o atendimento desse público, caso o idoso dirija-se ao banco, a fim de evitar o tempo de permanência. 

Outra opção para os beneficiários com idade igual ou superior a 80 anos, com dificuldade de locomoção ou acamados é pedir a prova de vida domiciliar. Essa solicitação pode ser feita pela Central 135, cujo horário de funcionamento é de segunda a sábado das 7h às 22h, ou ainda pelo site ou aplicativo “Meu INSS”, Veja como pedir a prova de vida em domicílio on-line:

  • Aposentados e pensionistas com idade superior a 80 anos: esse público deve escolher a opção “Solicitar Prova de Vida - Maior de 80 anos”, código 4952, sigla PVIDAIDOSO;
  • Aposentados e pensionistas com dificuldade de locomoção: escolher a opção “Solicitar Prova de Vida - Dificuldade de Locomoção”, sigla PVIDADFILO.

Não fiz a prova de vida, quando meu benefício será suspenso?

Segundo o artigo 6 da portaria nº 1.366 de 14 de outubro de 2021, a partir de 6 de janeiro de 2022, as parcelas do primeiro e do segundo mês subsequente terão uma “marca de bloqueio”. Se o beneficiário não realizar a prova de vida no segundo mês de bloqueio, a aposentadoria, auxílio doença ou pensão por morte será suspenso.

Se a suspensão completar a 6 meses, a reativação do benefício poderá ser solicitada por biometria via aplicativo Meu INSS, ou então, pelo serviço Realizar Prova de Vida - Situações Excepcionais, realizado por agendamento nas agências do INSS.

Foto de perfil Sumaia Santana
Por Sumaia Santana em 21/11/2021 17:08:59
Redatora Web
Redatora freelancer com conhecimentos em SEO para produção de textos. Experiência na criação de artigos sobre concursos públicos, saúde física e mental, alimentação, autoconhecimento, seguros, locação de imóveis, construção/reforma e materiais de construção.

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.