Questões de Concursos - Soldado do Corpo de Bombeiro - Exercícios com Gabarito

Questões de Concursos Públicos - Soldado do Corpo de Bombeiro - com Gabarito. Exercícios com Perguntas e Respostas, Resolvidas e Comentadas. Acesse Grátis!


Texto associado.
Tempos loucos – Parte 2

     Os adultos que educam hoje vivem na cultura que incentiva ao extremo o consumo. Somos levados a consumir de tudo um pouco: além de coisas materiais, consumimos informações, ideias, estilos de ser e de viver, conceitos que interferem na vida (qualidade de vida, por exemplo), o sexo, músicas, moda, culturas variadas, aparência do corpo, a obrigatoriedade de ser feliz etc. Até a educação escolar virou item de consumo agora. A ordem é consumir, e obedecemos muitas vezes cegamente a esse imperativo.
      Quem viveu sem usar telefone celular por muito tempo não sabe mais como seria a vida sem essa inovação tecnológica, por exemplo. O problema é que a oferta cria a demanda em sociedades consumistas, que é o caso atual, e os produtos e as ideias que o mercado oferece passam a ser considerados absolutamente necessários a partir de então.
       A questão é que temos tido comportamento exemplar de consumistas, boa parte das vezes sem crítica alguma. Não sabemos mais o que é ter uma vida simples porque almejamos ter mais, por isso trabalhamos mais etc. Vejam que a ideia de lazer, hoje, faz todo sentido para quase todos nós. Já a ideia do ócio, não. Ou seja: para descansar de uma atividade, nos ocupamos com outra. A vadiagem e a preguiça são desvalorizadas.
      Bem, é isso que temos ensinado aos mais novos, mais do que qualquer outra coisa. Quando uma criança de oito anos pede a seus pais um celular e ganha, ensinamos a consumir o que é oferecido; quando um filho pede para o pai levá‐la ao show do RBD, e este leva mesmo se considera o espetáculo ruim, ensinamos a consumir, seja qual for a estética em questão; quando um jovem pede uma roupa de marca para ir a uma festa e os pais dão, ensinamos que o que consumimos é mais importante do que o que somos.
      Não há problema em consumir; o problema passa a existir quando o consumo determina a vida. Isso é extremamente perigoso, principalmente quando os filhos chegam à adolescência. Há um mercado generoso de oferta de drogas. Ensinamos a consumir desde cedo e, nessa hora, queremos e esperamos que eles recusem essa oferta. Como?!
       Na educação, essa nossa característica leva a consequências sutis, mas decisivas na formação dos mais novos. Como exemplo, podemos lembrar que estes aprendem a avaliar as pessoas pelo que elas aparentam poder consumir e não por aquilo que são e pelas ideias que têm e que o grupo social deles é formado por pares que consomem coisas semelhantes. Não é a toa que os pequenos furtos são um fenômeno presente em todas as escolas, sejam elas públicas ou privadas.
     Nessa ideologia consumista, é importante considerar que os objetos perdem sua primeira função. Um carro deixa de ser um veículo de transporte, um telefone celular deixa de ser um meio de comunicação; ambos passam a significar status, poder de consumo, condição social, entre outras coisas.
      A educação tem o objetivo de formar pessoas autônomas e livres. Mas, sob essa cultura do consumo, esses dois conceitos se transformaram completamente e perderam o seu sentido original. Os jovens hoje acreditam que têm liberdade para escolher qualquer coisa, por exemplo. Na verdade, as escolhas que fazem estão, na maioria das vezes, determinadas pelo consumo e pela publicidade. Tempos loucos, ou não?

(SAYÃO, Rosely. Tempos loucos – Parte 2. Disponível em:http://blogdaroselysayao.blog.uol.com.br/arch2006‐10‐01_2006‐10‐15.html. Acesso em: dezembro de 2015.)
Examinando o trecho “A questão é que temos tido comportamento exemplar de consumistas, boa parte das vezes sem crítica alguma." (3º§) em que se manifesta uma opinião pode‐se afirmar que esse ponto de vista
Dois móveis A e B passam respectiva e simultaneamente pelas posições 41 m e 126 m de uma trajetória retilínea. Considere que o móvel A apresenta velocidade constante de 2 m/s e o móvel B se desloca em sentido oposto com velocidade constante de 3 m/s. O intervalo de tempo necessário para que esses móveis se encontrem e a posição da trajetória em que ocorre esse encontro são respectivamente:
Óxidos são compostos binários nos quais o oxigênio é o elemento mais eletronegativo. Os óxidos constituem um grupo muito numeroso. O monóxido de dinitrogênio, ou óxido nitroso (N2O) é um anestésico usado principalmente em odontologia. Um uso recente do óxido nitroso é no aumento da potência de motores de automóveis. De acordo com os óxidos, relacione adequadamente as colunas a seguir.

1. Caráter básico. 
2. Caráter anfótero. 
3. Caráter neutro. 
4. Caráter ácido.

(     ) CO, NO, N2O. 
(     ) Como regra, óxidos de elementos localizados à esquerda na tabela periódica. 
(     ) ZnO e Al2O3
(     ) Como regra, óxidos de elementos com alta eletronegatividade.

A sequência está correta em
Assinale a única frase em que a palavra destacada foi corretamente grafada.
       Seis espécies de aves australianas são declaradas extintas
                 Espécies poderiam ter sido facilmente salvas


      Uma equipe de ornitólogos da Charles Darwin University, no norte da Austrália, declarou a extinção de seis espécies de aves nativas. Segundo o professor de conhecimentos tropicais, Stephen Garnett, esses animais poderiam, facilmente, ter sido salvos.
      “Infelizmente, não há sinal de mais nenhum indivíduo”, lamenta Garnett. As espécies foram dizimadas após a chegada dos colonizadores europeus à Austrália. Seus hábitats foram desmatados ou contaminados por espécies exóticas invasoras. O controle do manejo de gado e de coelhos para o abate poderia ter salvado essas aves do fim.

                 John Platt. Internet: (com adaptações).

Com base na situação descrita acima e em conhecimentos a ela correlatos, julgue o próximo item.

Infere-se do texto que a extinção de espécies está sempre relacionada à ocupação humana de territórios.
De acordo com a norma-padrão, apenas uma das frases abaixo está correta quanto à concordância verbal. Assinale-a.
Um dos assuntos do debate da atualidade tem sido a clonagem humana, que foi tema, inclusive, de folhetim exibido na tevê.

Acerca desse tema científico e de seus vários desdobramentos, julgue o próximo item.

Clonagem pode ser definida como produção de indivíduos geneticamente iguais.
       Sobreviventes da gripe H1N1 têm a chave para nova vacina

      Conforme relatos de cientistas, as pessoas que se recuperaram da gripe H1N1, a qual se tornou pandemia em 2009 e ficou conhecida como gripe suína, desenvolveram anticorpos incomuns que as protegem de diferentes cepas de gripe.
      Os especialistas surpreenderam-se ao descobrir que a imunidade dos pacientes a novas gripes poderia impulsionar as pesquisas para a produção de uma vacina universal contra uma série de cepas que existiram por décadas, destacou o estudo publicado no Journal of Experimental Medicine.
      Cientistas dos Estados Unidos examinaram nove pacientes que haviam adoecido no ano anterior e descobriram neles anticorpos que, testados em ratos, os protegeram de uma dose letal de, pelo menos, outras três cepas de gripe, inclusive da aviária.

               Internet:(com adaptações).

Com base nas informações acima e nos conhecimentos a elas correlatos, julgue o item seguinte.

Todos os vírus possuem um único tipo de material genético.
Um dos assuntos do debate da atualidade tem sido a clonagem humana, que foi tema, inclusive, de folhetim exibido na tevê.

Acerca desse tema científico e de seus vários desdobramentos, julgue o próximo item.

A clonagem pode ser realizada em células eucarióticas, mas não, em células procarióticas.
Um dos assuntos do debate da atualidade tem sido a clonagem humana, que foi tema, inclusive, de folhetim exibido na tevê.

Acerca desse tema científico e de seus vários desdobramentos, julgue o próximo item.

No processo de clonagem, não se utilizam células de tecidos diferenciados.