Questões de Concursos AL RR

Resolva Questões de Concursos AL RR Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Questão 19961.   Direito Constitucional - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • Sobre as atribuições do Poder Legislativo estadual, analise os itens seguintes e marque a alternativa CORRETA:

    I- Cabe à Assembléia Legislativa, com sanção do Governador, dispor sobre todas as matérias de competência do Estado, especialmente sobre a organização administrativa do Poder Executivo, do Poder Judiciário, do Ministério Público e da Defensoria Pública, respeitada a iniciativa;
    II- Cabe à Assembléia Legislativa, com sanção do Governador, dispor sobre todas as matérias de competência do Estado, especialmente sobre a criação, transformação e extinção de cargos, empregos e funções públicos e fixação dos respectivos vencimentos, observados os parâmetros estabelecidos na Lei de Diretrizes Orçamentárias;
    III- Cabe à Assembléia Legislativa, com sanção do Governador, dispor sobre todas as matérias de competência do Estado, especialmente sobre sistema tributário, arrecadação e distribuição de rendas.
  • 2 - Questão 19932.   Atualidades - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • O ano de 2010 é um ano de eleições. O Tribunal Superior Eleitoral - TSE já definiu, inclusive, o calendário eleitoral que ocorrerá, em primeiro turno, no dia 03 de outubro e, em segundo turno, no dia 31 de outubro. Nestas datas estabelecidas pelo calendário fixado pelo TSE, o eleitor escolherá:
  • 3 - Questão 19951.   Direito Administrativo - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • O edital da licitação deverá conter em seu preâmbulo:

    I- o nome da repartição interessada e de seu setor;
    II- a modalidade;
    III- o regime de execução e o tipo da licitação;
    IV- o objeto da licitação, em descrição complexa e clara.

    Após a análise dos itens, marque a alternativa CORRETA:
  • 4 - Questão 19927.   Português - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • Jovial

           Só em teoria podemos falar no sentido “verdadeiro” das palavras. Na prática, um vocábulo terá o significado que os falantes de uma determinada época atribuírem a ele- é simples e trágico assim. Vejam o que vem acontecendo com jovial, que significava precisamente “alegre, folgazão, divertido, espirituoso”. Derivado de Júpiter (ou Jovis), (o mesmo Zeus dos gregos), este adjetivo entrou na língua por meio das duas irmãs, a Astrologia e a Astronomia, que eram muito mais próximas na Antiguidade Clássica do que hoje. Os astrônomos romanos só conheciam, além da Terra, os cinco planetas observáveis a olho nu, todos batizados com nomes do panteão divino: Júpiter, Mercúrio, Marte, Vênus e Saturno. Ao que parece, o batismo desses planetas seguiu mais ou menos um critério de comparação de sua aparência e de seu comportamento com as características de cada divindade. Mercúrio ganhou o nome do veloz mensageiro dos deuses por causa da rapidez com que se move; Júpiter recebeu o nome do deus supremo do Olimpo por seu brilho intenso e por sua trajetória peculiar, mais lenta e majestosa que a dos planetas mais próximos. E assim por diante.
           Para os romanos, as pessoas nascidas sob a influência de um planeta deveriam apresentar as características do deus correspondente. Júpiter era visto como uma divindade feliz, exuberante, alegre- daí o adjetivo jovialis, do Latim Tardio, pai de nosso jovial e avô de jovialidade e jovializar. Apreciem, prezados leitores, a clareza do bom Morais, cujo dicionário é de 1813: “Jovial- amigo de rir, e fazer rir”! E o Machado, então? O exemplo que trago, do conto Uma Noite, fala mais que qualquer dicionário: “Isidoro não se podia dizer triste, mas estava longe de ser jovial”.
            Este vocábulo e seus descendentes nada têm a ver com jovem e juventude, que vêm de família completamente diferente; no entanto, a grande semelhança entre os dois radicais (e o desconhecimento da origem mitológica de jovial) está fazendo muita gente usar um pelo outro. Todo santo dia, deparo com artigos que falam de pele jovial, roupa jovial, corte de cabelo mais jovial, onde há uma clara referência a jovem. Evolução? Não acho; a perda de uma diferença na língua sempre será um momento de luto, porque nos empobrece.

    (MORENO, Claúdio. O Prazer das Palavras. p. 74)
  • “O exemplo que trago, do conto Uma Noite, fala mais que qualquer dicionário”. Um elemento coesivo é a elipse de vocábulos, no trecho transcrito ocorreu este processo com a omissão de:
  • 5 - Questão 19947.   Direito Administrativo - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • O que a Lei Federal n.° 8.666/93 regulamenta?
  • 6 - Questão 19953.   Direito Administrativo - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • Analise os conceitos apresentados nas alternativas seguintes e marque a alternativa CORRETA:
  • 7 - Questão 19944.   Conhecimentos Específicos - Regimento Interno - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • A questão deverá ser respondida observando as determinações previstas na Resolução nº 011/92 (com alterações feitas até a Resolução Legislativa n° 011/09, de 14.04.09) que aprova o Regimento Interno da Assembléia Legislativa.
  • O exercício da função legislativa da Assembléia se dá por vias de projetos de, EXCETO:
  • 8 - Questão 19939.   Informática - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • A informação no computador é organizada em pastas e arquivos. Pastas e arquivos têm nomes, e os arquivos usualmente contam com uma extensão que define o tipo de arquivo, o que dá uma idéia da sua funcionalidade. Das seguintes alternativas referentes a arquivos e pastas, selecione a CORRETA.
  • 9 - Questão 19956.   Administração Financeira e Orçamentária - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • Para quem o Poder Executivo de cada ente deverá encaminhar, até a data do envio do projeto de lei de diretrizes orçamentárias, relatório com as informações necessárias ao cumprimento do disposto no art. 45 da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), ao qual será dada ampla divulgação?
  • 10 - Questão 19922.   Português - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • Jovial

           Só em teoria podemos falar no sentido “verdadeiro” das palavras. Na prática, um vocábulo terá o significado que os falantes de uma determinada época atribuírem a ele- é simples e trágico assim. Vejam o que vem acontecendo com jovial, que significava precisamente “alegre, folgazão, divertido, espirituoso”. Derivado de Júpiter (ou Jovis), (o mesmo Zeus dos gregos), este adjetivo entrou na língua por meio das duas irmãs, a Astrologia e a Astronomia, que eram muito mais próximas na Antiguidade Clássica do que hoje. Os astrônomos romanos só conheciam, além da Terra, os cinco planetas observáveis a olho nu, todos batizados com nomes do panteão divino: Júpiter, Mercúrio, Marte, Vênus e Saturno. Ao que parece, o batismo desses planetas seguiu mais ou menos um critério de comparação de sua aparência e de seu comportamento com as características de cada divindade. Mercúrio ganhou o nome do veloz mensageiro dos deuses por causa da rapidez com que se move; Júpiter recebeu o nome do deus supremo do Olimpo por seu brilho intenso e por sua trajetória peculiar, mais lenta e majestosa que a dos planetas mais próximos. E assim por diante.
           Para os romanos, as pessoas nascidas sob a influência de um planeta deveriam apresentar as características do deus correspondente. Júpiter era visto como uma divindade feliz, exuberante, alegre- daí o adjetivo jovialis, do Latim Tardio, pai de nosso jovial e avô de jovialidade e jovializar. Apreciem, prezados leitores, a clareza do bom Morais, cujo dicionário é de 1813: “Jovial- amigo de rir, e fazer rir”! E o Machado, então? O exemplo que trago, do conto Uma Noite, fala mais que qualquer dicionário: “Isidoro não se podia dizer triste, mas estava longe de ser jovial”.
            Este vocábulo e seus descendentes nada têm a ver com jovem e juventude, que vêm de família completamente diferente; no entanto, a grande semelhança entre os dois radicais (e o desconhecimento da origem mitológica de jovial) está fazendo muita gente usar um pelo outro. Todo santo dia, deparo com artigos que falam de pele jovial, roupa jovial, corte de cabelo mais jovial, onde há uma clara referência a jovem. Evolução? Não acho; a perda de uma diferença na língua sempre será um momento de luto, porque nos empobrece.

    (MORENO, Claúdio. O Prazer das Palavras. p. 74)
  • O texto “Jovial” trata: