Questões de Bombeiro Militar PE Grátis - Exercícios com Gabarito

Resolva Questões de Bombeiro Militar PE com Gabarito. Exercícios com Atividades Grátis Resolvidas e Comentadas. Teste seus conhecimentos com Perguntas e Respostas sobre o Assunto.

1Questão 36613. História, Soldado Bombeiro Militar, Bombeiro Militar PE, IPAD, Ensino Médio, 2006

O processo de independência do Brasil culminou em 1822 e pode-se dizer que este movimento

2Questão 43144. Física, Soldado do Corpo de Bombeiro, Bombeiro Militar PE, UPENET, Ensino Médio, 2017

Suponha que o preço unitário da energia elétrica cobrado pela concessionária local é de R$ 0,75/kWh. Então, uma lâmpada de 100 W, ligada a uma diferença de potencial de 220 V, em um período de 1 dia, em reais, custa

3Questão 36602. Matemática, Soldado Bombeiro Militar, Bombeiro Militar PE, IPAD, Ensino Médio, 2006

Para manter o vigor físico, a atleta Sara Dinha toma três tipos de complexos vitamínicos, o tipo A, a cada 4 dias, o tipo B, a cada 5 dias e o tipo C, a cada 6 dias. Hoje é um dia especial, pois ela tomou os três tipos de complexo vitamínico juntos. Obedecendo a essa prescrição, dentro de quantos dias Sara Dinha tomará os três tipos no mesmo dia?

4Questão 43134. Matemática, Soldado do Corpo de Bombeiro, Bombeiro Militar PE, UPENET, Ensino Médio, 2017

Qual das retas a seguir passa pelo ponto A (-2, 2) e é perpendicular à reta r: x + 3y – 5 = 0?

5Questão 36609. Matemática, Soldado Bombeiro Militar, Bombeiro Militar PE, IPAD, Ensino Médio, 2006

No último inverno, os bombeiros do Rio de Janeiro resgataram 177 pingüins nas praias cariocas, o recorde dos últimos anos. O número de pingüins que se recuperaram e foram devolvidos ao mar corresponde à metade do número de pingüins que não sobreviveram. Dos pingüins que foram resgatados no último inverno, quantos morreram?

6Questão 36625. Direito Constitucional, Direitos e Garantias Fundamentais, Soldado Bombeiro Militar, Bombeiro Militar PE, IPAD, Ensino Médio, 2006

No que se refere à inviolabilidade do lar, assinale a alternativa incorreta:

7Questão 43146. Física, Soldado do Corpo de Bombeiro, Bombeiro Militar PE, UPENET, Ensino Médio, 2017

Quando uma diferença de potencial é aplicada entre dois pontos de um condutor qualquer, um campo elétrico é estabelecido em seu interior, fazendo com que as cargas elétricas livres no condutor entrem em movimento.

Esse fluxo de carga por unidade e tempo é denominado de 

8Questão 43147. Física, Soldado do Corpo de Bombeiro, Bombeiro Militar PE, UPENET, Ensino Médio, 2017

O que quase todo mergulhador sabe é que a doença descompressiva é causada por bolhas de nitrogênio, que se expandem no sangue ou nos tecidos do corpo, causando lesões em graus variáveis. (...) De maneira simples, vamos entender como as bolhas surgem. Segundo a Lei de Henry, “A solubilidade de um gás num meio líquido é diretamente proporcional à sua pressão parcial”. Traduzindo, quanto mais pressurizado estiver o gás, mais solúvel ele fica.

Fonte: http://www.brasilmergulho.com/doenca-descompressiva/, acessado em: 20/03/17.

Considerando a densidade da água como ρ = 1 g/cm3 , o módulo da aceleração da gravidade como g = 10,0 m/s2 e a pressão atmosférica no nível da água 1 atm, analise as afirmativas abaixo e assinale a CORRETA

9Questão 36607. Matemática, Soldado Bombeiro Militar, Bombeiro Militar PE, IPAD, Ensino Médio, 2006

Em uma área de reflorestamento observou-se que os eucaliptos crescem, em média, 3 metros a cada 9 meses. Mantendo-se essa média, quanto tempo levaria uma árvore para atingir a altura média de sua idade adulta, ou seja, 18 metros?

10Questão 36599. Português, Interpretação de Textos, Bombeiro Militar, Bombeiro Militar PE, IPAD, Ensino Médio, 2006

Texto associado.
TEXTO 1 -  QUESTÕES 1, 2 e 3

Três idades

A primeira vez que te vi,
Eu era menino e tu menina.
Sorrias tanto... Havia em ti
Graça de instinto, airosa e fina.
Eras pequena, eras franzina...
(...)
Quando te vi segunda vez,
Já eras moça, e com que encanto
A adolescência em ti se fez!
Flor e botão... Sorrias tanto...
E o teu sorriso foi meu pranto...
(...)
Vejo-te agora. Oito anos faz,
Oito anos faz que não te via...
Quanta mudança o tempo traz
Em sua atroz monotonia!
Que é do teu riso de alegria?

Foi bem cruel o teu desgosto.
Essa tristeza é que mo diz...
Ele marcou sobre o teu rosto
A imperecível cicatriz:
És triste até quando sorris...

BANDEIRA, Manuel. Estrela da vida inteira. 20ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993. pp. 62-63.


TEXTO 2 - QUESTÕES 4, 5, 6 e 7

Um jogo de palavras

    Nunca a língua portuguesa esteve tão representada numa Copa do Mundo quanto nesta 18ª edição, na Alemanha. As presenças de Brasil, Angola e Portugal mobilizaram boa parte dos 205 milhões de falantes desses países.
    No Brasil, a influência do futebol é sentida na linguagem. Não só porque nosso vocabulário ficou elástico com as expressões do esporte que incorporamos no dia-a-dia. Nem pela movimentação inversa, com termos que tomam outro significado devido ao uso boleiro. O futebol está no léxico, mas também em nossa retórica, no espírito que sustenta a cultura, na música, na literatura, no cinema, enfim, na abordagem que fazemos do mundo.
    A relação criativa com as palavras é um dos diferenciais do nosso futebol. A começar pela idéia de que, quando o assunto é de fato importante para o brasileiro, como é a bola, nenhum estrangeirismo nos domina ̛ nós o dominamos. (...) Parte do inventário sociológico e cultural do país, o futebol imprime várias marcas na vida brasileira. A da linguagem não é menos notável.

Revista Língua Portuguesa Especial, Carta ao Leitor, abril 2006.
Identifique o comentário correto quanto ao emprego dos sinais de pontuação, no segundo parágrafo do texto.