Questões de Concursos EsPCEx

Resolva Questões de Concursos EsPCEx Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 11 - Questão 11502 - Matemática - Nível Médio - Cadete do Exército - EsPCEx - EB - 2013
  • Uma indústria produz mensalmente x lotes de um produto. O valor mensal resultante da venda deste produto é V(x) = 3x2 – 12x e o custo mensal da produção é dado por C(x) = 5x2 – 40 x – 40. Sabendo que o lucro é obtido pela diferença entre o valor resultante das vendas e o custo da produção, então o número de lotes mensais que essa indústria deve vender para obter lucro máximo é igual a:
  • 12 - Questão 11480 - Geografia - Nível Médio - Cadete do Exército - EsPCEx - EB - 2013
  • “A África desafia a lei da transição demográfica.” (Mundo – Geografia e Política Internacional, Ano II, nº 5, p.9, apud MAGNOLI & ARAÚJO, 2005, p.143).

    A falta de investimentos nos países da África subsaariana tem acarretado grande atraso no processo de transição demográfica desses países. Esse atraso é caracterizado pela(s).
  • 13 - Questão 52635 - Português - Interpretação de Textos - Nível Médio - Cadete do Exército - EsPCEx - EB - 2018
  • Política pública de saneamento básico: as bases do saneamento como direito de cidadania e os debates sobre novos modelos de gestão

    Ana Lucia Britto
    Professora Associada do PROURB-FAU-UFRJ
    Pesquisadora do INCT Observatório das Metrópoles

        A Assembleia Geral da ONU reconheceu em 2010 que o acesso à água potável e ao esgotamento sanitário é indispensável para o pleno gozo do direito à vida. É preciso, para tanto, fazê-lo de modo financeiramente acessível e com qualidade para todos, sem discriminação. Também obriga os Estados a eliminarem progressivamente as desigualdades na distribuição de água e esgoto entre populações das zonas rurais ou urbanas, ricas ou pobres.
        No Brasil, dados do Ministério das Cidades indicam que cerca de 35 milhões de brasileiros não são atendidos com abastecimento de água potável, mais da metade da população não tem acesso à coleta de esgoto, e apenas 39% de todo o esgoto gerado são tratados. Aproximadamente 70% da população que compõe o déficit de acesso ao abastecimento de água possuem renda domiciliar mensal de até ½ salário mínimo por morador, ou seja, apresentam baixa capacidade de pagamento, o que coloca em pauta o tema do saneamento financeiramente acessível.
        Desde 2007, quando foi criado o Ministério das Cidades, identificam-se avanços importantes na busca de diminuir o déficit já crônico em saneamento e pode-se caminhar alguns passos em direção à garantia do acesso a esses serviços como direito social. Nesse sentido destacamos as Conferências das Cidades e a criação da Secretaria de Saneamento e do Conselho Nacional das Cidades, que deram à política urbana uma base de participação e controle social.
        Houve também, até 2014, uma progressiva ampliação de recursos para o setor, sobretudo a partir do PAC 1 e PAC 2; a instituição de um marco regulatório (Lei 11.445/2007 e seu decreto de regulamentação) e de um Plano Nacional para o setor, o PLANSAB, construído com amplo debate popular, legitimado pelos Conselhos Nacionais das Cidades, de Saúde e de Meio Ambiente, e aprovado por decreto presidencial em novembro de 2013.
        Esse marco legal e institucional traz aspectos essenciais para que a gestão dos serviços seja pautada por uma visão de saneamento como direito de cidadania: a) articulação da política de saneamento com as políticas de desenvolvimento urbano e regional, de habitação, de combate à pobreza e de sua erradicação, de proteção ambiental, de promoção da saúde; e b) a transparência das ações, baseada em sistemas de informações e processos decisórios participativos institucionalizados.
        A Lei 11.445/2007 reforça a necessidade de planejamento para o saneamento, por meio da obrigatoriedade de planos municipais de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgotos, drenagem e manejo de águas pluviais, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos. Esses planos são obrigatórios para que possam ser estabelecidos contratos de delegação da prestação de serviços e para que possam ser acessados recursos do governo federal (OGU, FGTS e FAT), com prazo final para sua elaboração terminando em 2017. A Lei reforça também a participação e o controle social, através de diferentes mecanismos como: audiências públicas, definição de conselho municipal responsável pelo acompanhamento e fiscalização da política de saneamento, sendo que a definição desse conselho também é condição para que possam ser acessados recursos do governo federal.
        O marco legal introduz também a obrigatoriedade da regulação da prestação dos serviços de saneamento, visando à garantia do cumprimento das condições e metas estabelecidas nos contratos, à prevenção e à repressão ao abuso do poder econômico, reconhecendo que os serviços de saneamento são prestados em caráter de monopólio, o que significa que os usuários estão submetidos às atividades de um único prestador.

    FONTE: adaptado de http://www.assemae.org.br/artigos/item/1762-saneamento-basico-como-direito-de-cidadania
  • “Nesse sentido destacamos as Conferências das Cidades e a criação da Secretaria de Saneamento e do Conselho Nacional das Cidades, que deram à política urbana uma base de participação e controle social”.

    No fragmento, o pronome relativo exerce a função sintática de
  • 15 - Questão 11486 - História - Nível Médio - Cadete do Exército - EsPCEx - EB - 2013
  • “O mais duradouro movimento rebelde do Império foi a Revolução Farroupilha, ocorrida no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina entre 1835-1845. […] Em 1836, após importantes vitórias sobre as tropas legalistas, os farroupilhas proclamaram a República Rio Grandense”.

    Em 1842, Luís Alves de Lima e Silva, então Barão de Caxias, é enviado pelo Império para comandar as forças legalistas. A atuação de Caxias pacificou a região já no ano de 1845.

    Abaixo são listadas algumas medidas que poderiam ser utilizadas para solução do conflito: I-Repressão violenta com prisão e fuzilamento de todos os líderes do movimento farroupilha.

    II-Aumento de taxas de importação do charque platino para tornar o similar rio-grandense- do-sul mais competitivo no mercado nacional.

    III-Cerco impiedoso sobre as maiores cidades rebeladas provocando a morte de milhares de civis, minando a moral do inimigo e levando os insurretos à rendição.

    IV-Incorporação ao Exército Brasileiro de comandantes farroupilhas com os mesmos postos que ocupavam nas tropas rebeldes.

    V-Reconhecimento, pelo governo imperial, da liberdade dos escravos que lutaram na revolução como soldados.

    Na ocasião, Caxias propôs
  • 16 - Questão 11479 - Geografia - Nível Médio - Cadete do Exército - EsPCEx - EB - 2013
  • Sobre as vias de circulação e suas interferências, no espaço econômico dos países, pode-se afirmar que:

    I) apesar da tendência de forte crescimento do modal rodoviário em países de dimensões continentais, as ferrovias continuam a deslocar parcela significativa das cargas.

    II) os elevados custos de deslocamento por via aérea fazem com que o volume e o valor monetário das mercadorias transportadas sejam desprezíveis em relação ao transportado pelos demais modais de transporte.

    III) a fim de aumentar a velocidade e reduzir os custos de deslocamento, observa-se que os sistemas de transporte modernos caracterizam-se pela complementariedade entre os diferentes modais de transporte.

    IV) a rugosidade espacial representada por ferrovias arcaicas, que dão acesso aos portos de um país, reduz o poder de consumo de sua população.

    V) a opção do governo brasileiro pelo transporte rodoviário justifica-se pelo fato de as ferro- vias e hidrovias serem lentas e inadequadas para o transporte de cargas a longas distâncias.

    Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.
  • 18 - Questão 52802 - História - Nível Médio - Cadete do Exército - EsPCEx - EB - 2018
  • No início do século XX, os trabalhadores brasileiros se organizaram para defenderem seus direitos. Duas ideologias oriundas do século XIX predominavam nesta época: o comunismo e o anarquismo. Avalie as afirmações abaixo.

    I- Defendia a conquista do Estado e o estabelecimento de uma ditadura.
    II- Era contraria a existência do Estado.
    III- Valorizava o partido politico como meio de organizar as lutas.
    IV- Não concordava com as eleições pois viam nestas um meio de manipulação do povo.

    A opção que apresenta os fatos relacionados à doutrina do Anarquismo é
  • 19 - Questão 52778 - Matemática - Nível Médio - Cadete do Exército - EsPCEx - EB - 2018
  • Enrico guardou moedas em um cofrinho por um certo período de tempo e, ao abri-lo, constatou que:

    I. o cofrinho contém apenas moedas de R$ 0,25, R$ 0,50 e R$ 1,00.
    II. a probabilidade de retirar uma moeda de R$ 0,25 é o triplo da probabilidade de retirar uma moeda de R$ 0,50.
    III. se forem retiradas 21 moedas de R$ 0,25 desse cofrinho, a probabilidade de retirar uma moeda de R$ 0,50 passa a ser 9/40.
    IV. se forem retiradas 9 moedas de R$ 0,50 desse cofrinho, a probabilidade de retirar uma moeda de R$ 1,00 passa a ser 1/4.

    Diante dessas constatações, podemos afirmar que a quantidade de moedas de R$ 0,25 nesse cofrinho era
  • 20 - Questão 52800 - História - Nível Médio - Cadete do Exército - EsPCEx - EB - 2018
  • Em 1834, numa tentativa de harmonizar as diversas forças em conflito no País, grupos políticos, como o dos moderados, promoveram uma reforma na Constituição do Império, mediante a promulgação do Ato Adicional. Observe os enunciados abaixo.

    I- Criação do Conselho de Estado.
    II- Criação das Assembleias Legislativas provinciais.
    III- A regência deixava de ser trina para se tornar una.
    IV- Fundação do Clube da Maioridade.

    Assinale a opção em as afirmativas estão relacionadas ao Ato Adicional.