Questões de Concursos AL RR

Resolva Questões de Concursos AL RR Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 22 - Questão 19944.   Conhecimentos Específicos - Regimento Interno - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • A questão deverá ser respondida observando as determinações previstas na Resolução nº 011/92 (com alterações feitas até a Resolução Legislativa n° 011/09, de 14.04.09) que aprova o Regimento Interno da Assembléia Legislativa.
  • O exercício da função legislativa da Assembléia se dá por vias de projetos de, EXCETO:
  • 23 - Questão 19947.   Direito Administrativo - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • O que a Lei Federal n.° 8.666/93 regulamenta?
  • 24 - Questão 19949.   Direito Administrativo - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • Marque a alternativa que complete corretamente as lacunas seguintes: “É dispensável a licitação para a ___________dos diários oficiais, de formulários padronizados de uso da administração, e de edições técnicas oficiais, bem como para prestação de serviços de ____________a pessoa jurídica de direito público interno, por órgãos ou entidades que integrem a Administração ___________criados para esse fim específico;”. (Fonte: art. 24, inciso XVI da Lei n.° 8.666/93)
  • 25 - Questão 19931.   Matemática - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • Elevando-se ao quadrado o quíntuplo da raiz da equação 23t+1 .42t+3 = 83-t encontra-se o tempo, em horas, que certa quantidade de material se volatiza totalmente. Este tempo é de:
  • 26 - Questão 19937.   Informática - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • A média ponderada de três números a1, a2 e a3, com pesos b1, b2 e b3 é calculada como: ((a1*b1) + (a2*b2) + (a3*b3))/(b1+b2+b3). Considere que você precise calcular a média ponderada de três notas, cada uma com o seu peso e que, para fazer isso vai utilizar uma planilha de cálculo no Excel. Supondo que as notas se encontram nas células A1, A2 e A3 e os pesos nas células B1, B2 e B3, analise as soluções propostas e marque a alternativa CORRETA.

    I- Colocar na célula C1 a fórmula =(A1*B1+A2*B2+A3*B3)/(B1+B2+B3).

    II- Colocar na célula D1 a fórmula =A1*B1, na célula D2 a fórmula =A2*B2, na célula D3 a fórmula =A3*B3 e na célula C1 a fórmula =(D1+D2+D3)/(B1+B2+B3).

    III- Colocar na célula C1 a fórmula =(A1*B1;A2*B2;A3*B3)/(B1;B2;B3).

    IV- Colocar na célula C1 a fórmula =(A*B)/(B).

    V- Colocar na célula C1 a fórmula =soma(A1*B1;A2*B2;A3*B3)/Soma(B1:B3).
  • 27 - Questão 19945.   Conhecimentos Específicos - Regimento Interno - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • A questão deverá ser respondida observando as determinações previstas na Resolução nº 011/92 (com alterações feitas até a Resolução Legislativa n° 011/09, de 14.04.09) que aprova o Regimento Interno da Assembléia Legislativa.
  • No que consiste a “Moção”?
  • 29 - Questão 19933.   Atualidades - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • O vírus influenza H1N1, mais conhecido como “gripe suína", invadiu o Brasil de forma significativa desde o ano passado, causando enorme preocupação para a saúde dos brasileiros. Sobre o assunto, leia as afirmações seguintes e marque a alternativa CORRETA:

    I- O Ministério da Saúde iniciou no mês de março de 2010 um calendário de vacinação;
    II- No Brasil, não foram registrados ainda casos de mortes ocasionadas pela gripe suína;
    III- Uma das formas de conter a proliferação do vírus é que os brasileiros façam a sua parte, incorporando hábitos de higiene pessoal, como manter as mãos limpas, usar lenço ao tossir ou espirrar.
  • 30 - Questão 19928.   Português - Nível Médio - Assistente Legislativo - AL RR - CETAP - 2010
  • Jovial

           Só em teoria podemos falar no sentido “verdadeiro” das palavras. Na prática, um vocábulo terá o significado que os falantes de uma determinada época atribuírem a ele- é simples e trágico assim. Vejam o que vem acontecendo com jovial, que significava precisamente “alegre, folgazão, divertido, espirituoso”. Derivado de Júpiter (ou Jovis), (o mesmo Zeus dos gregos), este adjetivo entrou na língua por meio das duas irmãs, a Astrologia e a Astronomia, que eram muito mais próximas na Antiguidade Clássica do que hoje. Os astrônomos romanos só conheciam, além da Terra, os cinco planetas observáveis a olho nu, todos batizados com nomes do panteão divino: Júpiter, Mercúrio, Marte, Vênus e Saturno. Ao que parece, o batismo desses planetas seguiu mais ou menos um critério de comparação de sua aparência e de seu comportamento com as características de cada divindade. Mercúrio ganhou o nome do veloz mensageiro dos deuses por causa da rapidez com que se move; Júpiter recebeu o nome do deus supremo do Olimpo por seu brilho intenso e por sua trajetória peculiar, mais lenta e majestosa que a dos planetas mais próximos. E assim por diante.
           Para os romanos, as pessoas nascidas sob a influência de um planeta deveriam apresentar as características do deus correspondente. Júpiter era visto como uma divindade feliz, exuberante, alegre- daí o adjetivo jovialis, do Latim Tardio, pai de nosso jovial e avô de jovialidade e jovializar. Apreciem, prezados leitores, a clareza do bom Morais, cujo dicionário é de 1813: “Jovial- amigo de rir, e fazer rir”! E o Machado, então? O exemplo que trago, do conto Uma Noite, fala mais que qualquer dicionário: “Isidoro não se podia dizer triste, mas estava longe de ser jovial”.
            Este vocábulo e seus descendentes nada têm a ver com jovem e juventude, que vêm de família completamente diferente; no entanto, a grande semelhança entre os dois radicais (e o desconhecimento da origem mitológica de jovial) está fazendo muita gente usar um pelo outro. Todo santo dia, deparo com artigos que falam de pele jovial, roupa jovial, corte de cabelo mais jovial, onde há uma clara referência a jovem. Evolução? Não acho; a perda de uma diferença na língua sempre será um momento de luto, porque nos empobrece.

    (MORENO, Claúdio. O Prazer das Palavras. p. 74)
  • NÃO obedeceu à norma culta a frase: