Questões de Concursos - Técnico Judiciário Enfermagem - Exercícios com Gabarito

Questões de Concursos Públicos - Técnico Judiciário Enfermagem - com Gabarito. Exercícios com Perguntas e Respostas, Resolvidas e Comentadas. Acesse Grátis!


No calendário de vacinação do adulto e idoso, em 2010, o Programa Nacional de Imunização recomenda a vacinação para inúmeras doenças, inclusive

Texto associado.

Em cada um dos próximos itens, é apresentada uma situação hipotética acerca do comportamento profissional, seguida de uma assertiva a ser julgada.

Vera, servidora pública, exerce atividades de atendimento ao público em uma unidade do TRT. Vera conhece muito bem o funcionamento do seu setor de trabalho, procura manter-se atualizada com relação às inovações envolvidas em suas tarefas e está sempre bem-humorada, atendendo as pessoas com cordialidade e presteza. Nessa situação, o comportamento profissional apresentado por Vera é de alta qualidade.

Texto associado.

A atuação do profissional de enfermagem em saúde coletiva é de suma importância e deve estar fundamentada em princípios e práticas que priorizem a atenção à saúde e não à doença. Acerca
desse assunto, julgue os itens que se seguem.

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) preconiza, para prevenir as formas graves de tuberculose, a vacinação com a BCG-ID em recém-nascidos, crianças no primeiro mês de vida e gestantes.

Colaborador chega ao ambulatório do Tribunal, amparado por colegas, com dor e hematoma em membro inferior direito após ter batido fortemente com o mesmo em um móvel do recinto. O membro afetado se apresenta com pele íntegra, crepitação e deformidade, edemaciado e frio.
Nesta situação, deve-se suspeitar de

De acordo com a I Diretriz Brasileira de Diagnóstico e Tratamento da Síndrome Metabólica, dentre os fatores de risco mais importantes para a morbimortalidade relacionada às doenças crônicas não transmissíveis consideram-se

De acordo com o Ministério da Saúde, o tipo da incontinência urinária relacionado aos sintomas estão corretamente descritos em

A metformina é um medicamento indicado para os casos clínicos de

Conforme a Portaria nº 2.048/GM/2002 do Ministério da Saúde, para o transporte de um paciente com risco iminente de vida e que necessita de cuidados médicos intensivos, com materiais e equipamentos apropriados para esta função, está indicado a ambulância de

Texto associado.

O país é o mesmo. O dia, mês e ano também. Brasil,
28 de abril de 2009. No Rio Grande do Sul, o índice de chuvas
está 96% abaixo do que seria normal neste período. A taxa de
umidade despencou para menos de 20%, enquanto o saudável
é praticamente o dobro. Tudo é seca e insolação. Brasil, 28 de
abril de 2009. No Piauí os moradores enfrentam as piores
cheias dos últimos 25 anos. Chove sem parar. Cidades estão
ilhadas. Cerca de 100 mil pessoas ficaram desabrigadas.

"O tempo anda louco", eis a frase leiga e padrão que
mais se fala e mais se ouve nas queixas em relação às radicais
discrepâncias climáticas. Vale para o Norte e Nordeste do país,
vale para a região Sul também. A mais nova e polêmica
explicação para tais fenômenos é uma revolucionária teoria
sobre as chuvas, chamada "bomba biótica", e pode mudar os
conceitos da meteorologia tradicional.

Olhemos, agora, por exemplo, não para a loucura do
tempo em um único país, mas sim para a "loucura a dois".Por
que chove tanto em algumas regiões distantes da costa, como
no interior da Amazônia, enquanto países como a Austrália se
transformam em deserto? Dois cientistas russos sustentam,
embasados na metodologia da bomba biótica, que as florestas
são responsáveis pela criação dos ventos e a distribuição da
chuva ao redor do planeta - como uma espécie de coração que
bombeia a umidade. Esse modelo questiona a meteorologia
convencional, que explica a movimentação do ar sobretudo pela
diferença de temperatura entre os oceanos e a terra. Ao falarem
de chuva aqui e de seca acolá, eles acabam falando de um dos
mais atuais e globalizados temas: a devastação das matas.

Para o biogeoquímico Donato Nobre, do Instituto
Nacional de Pesquisas da Amazônia e principal proponente da
linha da bomba biótica no Brasil, somente ela é que explica com
clareza a contradição entre a seca e a aridez que estão
minguando as lavouras na região Sul e as chuvas intensas que
transbordam oNorte e o Nordeste.

De acordo, porém, com o professor americano David
Adams, da Universidade do Estado do Amazonas, os físicos
russos estão supervalorizando a força da bomba biótica.

(Adaptado de Maíra Magro. Istoé, 6/5/2009, p. 98-99)

Olhemos, agora, por exemplo... (3º parágrafo)

O verbo flexionado de forma idêntica à do grifado acima está também grifado na frase:

Ao verificar a carteira de vacinação de um indivíduo de 30 anos, o profissional identifica que o cliente nunca recebeu vacina contra difteria e tétano. A indicação correta para a vacinação dT deste indivíduo, desde então, será