Questões de Arquivos Permanentes para Concursos

Resolva Questões de Arquivos Permanentes para Concursos Grátis. Perguntas e Respostas Online com Gabarito.

Aviso legal: Se preferir resolva as questões por simulado. Por lá você tem estatísticas de resolução.

  • Questão 23305.   Arquivologia - Arquivos Permanentes - Nível Superior - Arquivista - CEFET RJ - CESGRANRIO - 2014
  • O arranjo de documentos é uma atividade ao mesmo tempo material e intelectual.

    Em uma instituição, antes de se proceder à ordenação dos documentos e das séries documentais, é necessário, como operação preliminar,
  • Questão 50477.   Arquivologia - Arquivos Permanentes - Nível Superior - Arquivista - MPOG - CESPE - 2015
  • A respeito das funções arquivísticas de descrição e de classificação de documentos, julgue o item subsecutivo.

    Os instrumentos de pesquisa, resultados da descrição, podem ser elaborados de forma genérica e parcial ou a partir da publicação de documentos na íntegra.
  • Questão 23306.   Arquivologia - Arquivos Permanentes - Nível Superior - Arquivista - CEFET RJ - CESGRANRIO - 2014
  • Ao desenvolver arranjo de documentos permanentes de uma empresa, um arquivista analisa o material a ser arranjado em termos de: 1- conteúdo, 2- proveniência, 3- tipo de material, 4- origens funcionais; 5- história da entidade.

    Destes, somente dois podem ser detectados por meio do exame da documentação, que são os de números
  • Questão 30882.   Arquivologia - Arquivos Permanentes - Nível Superior - Tecnologista em Saúde - FIOCRUZ - FGV - 2010
  • O processo de agrupamento dos documentos singulares em unidades significativas e o agrupamento, em relação significativa, de tais unidades entre si, é um Arranjo.

    Essa relação significativa deve ser entendida como o princípio da organicidade. Com relação às justificativas para utilizar este princípio como norteador da sistemática do arranjo, analise as afirmativas a seguir.

    I. Permite que se mantenha a integridade dos conjuntos documentais como informação;
    II. Permite que se conheçam a natureza e o significado dos documentos no seu contexto e circunstâncias.
    III. Permite que não haja critério rígido no arranjo e uniformidade na descrição.
    IV. Permite que se conheçam a espécie e o significado dos documentos no seu contexto e circunstâncias.
    V. Permite que se mantenha a acumulação dos conjuntos documentais como informação.

    Assinale: