Questões de CODJERJ para Concursos

Resolva Questões de CODJERJ para Concursos Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas Online com Gabarito.

Aviso legal: Resolva as questões por simulado. Por lá você tem estatísticas de resolução.

  • Questão 2444.   Organização Judiciária - CODJERJ - Nível Médio - Técnico Judiciário - TJ RJ - CESPE
  • Acerca do CODJERJ, assinale a opção correta.
  • Questão 2722.   Organização Judiciária - CODJERJ - Nível Médio - Agente Socioeducativo - Degase - CEPERJ
  • Texto anexado à questão Texto anexado à questão
  • O artigo 98 estabelece que, salvo por motivo de prestação de serviço militar, para acompanhar o cônjuge, para desempenho de mandato legislativo ou executivo, ou ainda em caso de doença, a juízo da junta médica, o funcionário só poderá permanecer de licença pelo prazo máximo de:
  • Questão 2445.   Organização Judiciária - CODJERJ - Nível Médio - Técnico Judiciário - TJ RJ - CESPE
  • O CODJERJ define os critérios para a criação de novas varas. Analise os seguintes exemplos:

    I – Na comarca de Magé, foram criadas varas regionais em Inhomirim.

    II – Em outra comarca, foi criada uma nova vara cível com competência idêntica à da outra vara cível existente.

    III – Em uma terceira comarca, foi criada uma vara da Infância e da Juventude para desempenho de competência que antes era atribuída também à vara de Família.

    Assinale a alternativa que reflete, na ordem de apresentação, os critérios adotados, nos exemplos acima, para a criação das novas varas:
  • Questão 2442.   Organização Judiciária - CODJERJ - Nível Médio - Técnico Judiciário - TJ RJ - CESPE
  • Compete ao presidente do TJRJ
  • Questão 2441.   Organização Judiciária - CODJERJ - Nível Médio - Técnico Judiciário - TJ RJ - CESPE
  • As questões de 1 a 6 deverão ser respondidas tendo como base o CODJERJ.

    Assinale a opção em que todas as comarcas listadas são comarcas de primeira entrância.
  • Questão 2443.   Organização Judiciária - CODJERJ - Nível Médio - Técnico Judiciário - TJ RJ - CESPE
  • A respeito dos escreventes, julgue os itens a seguir.

    I - Nas serventias, ou nos cartórios não oficializados - segundo a Lei n.º 489/1964 -, a lotação ou designação de escreventes só será feita com a anuência escrita dos respectivos titulares.

    II - Aos escreventes auxiliares incumbe executar os serviços de expediente e, além de outras que lhes forem cometidas, exercer as funções de protocolista, rasista, arquivista, almoxarife e datilógrafo.

    III  - A distribuição dos cargos de escrevente juramentado e escrevente auxiliar, pelos diversos cartórios ou serventias de justiça, será feita pelo 2.º vice-presidente do TJRJ, de acordo com as necessidades do serviço e obedecidos os limites máximos de lotação fixados em lei.

    IV Aos escreventes, em geral, incumbe praticar os atos e executar os trabalhos relativos à sua função e de que forem encarregados pelos serventuários a que estiverem subordinados.

    V - Os escreventes juramentados podem praticar todos os atos que incumbem ao titular da serventia - salvo os que devam ser realizados por este pessoalmente - e escrever todos os termos e atos que, quando necessários à fé pública, caibam ao titular subscrever.

    A quantidade de itens certos é igual a