← Início

Questões de Concurso - Doenças do Colágeno - Exercícios com Gabarito

Questões de Concurso - Doenças do Colágeno com Gabarito. Exercícios com Perguntas e Respostas Resolvidas e Comentadas. Acesso Online Grátis!


A Febre Reumática possui uma distribuição universal, mas com marcada diferença nas taxas de incidência e prevalência entre os diversos países, constituindo a principal causa de cardiopatia adquirida em crianças e adultos jovens nos países em desenvolvimento.


Sobre a doença, analise as afirmativas abaixo:


I. A Febre Reumática (FR) e a Cardiopatia Reumática Crônica (CRC) são complicações não supurativas da faringoamigdalite causada pelo estreptococo beta-hemolítico do grupo A (EBGA) e decorrem de resposta imune tardia a esta infecção, em populações geneticamente predispostas.

II. O diagnóstico da Febre Reumática é clínico, não existindo sinal patognomônico ou exame específico.

III. A artrite típica da Febre Reumática evolui de forma simétrica. O quadro articular afeta preferencialmente as grandes articulações, particularmente dos membros inferiores.


Estão CORRETAS as afirmativas:

As artrites são enfermidades de natureza inflamatória que incidem especificamente nas articulações. A artrite psoriática
Sobre a artrite séptica, assinale a alternativa correta.
As manifestações neurológicas mais frequentemente encontradas no lúpus eritematoso sistêmico são decorrentes de alterações de pequenas artérias e arteríolas encefálicas e meníngeas.
Os distúrbios do sistema nervoso periférico são mais raramente vistos e, nesses casos são associados a:
Em relação aos medicamentos imunobiológicos existentes para tratamento da Artrite Reumatóide e AIJ, avalie se podemos afirmar que:

I. O risco de infecções é maior em pacientes em uso de drogas anti-TNF e DMARDS sintéticos.
II. A reativação da tuberculose latente é bem estabelecida com o uso das drogas anti-TNF, especialmente os anticorpos monoclonais.
III. Pacientes com AR têm risco menor de IAM devido ao uso de medicamentos anti-inflamatórios.
IV. A associação de DMARDS biológicos é uma possibilidade terapêutica para pacientes refratários.
V. O tocilizumabe deve ser evitado nos pacientes com a forma sistêmica da AIJ devido à alta hepatotoxicidade.
VI. Para o tratamento da uveíte associada às espondiloartrites os anticorpos monoclonais anti-TNF devem ser preferidos.

Estão corretas as afirmativas:
Assinale a alternativa que apresenta adroga modifcadora de doença que deve ser iniciada a um paciente virgem de tratamento, com diagnóstico de artrite reumatoide, salvo contraindicações:
O fenômeno de Raynaud observado em pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) pode ser definido como
No mundo inteiro, a artrite reumatoide (AR) se desenvolve em cerca de 1% da população, independentemente de raça ou país de origem, e afeta mulheres duas a três vezes mais frequentemente do que homens. Normalmente, a artrite reumatoide aparece primeiro entre os 35 e 50 anos, mas pode ocorrer em qualquer idade. É correto afirmar sobre o tratamento da AR:
I. Os inibidores da ciclo-oxigenase (COX2) (coxibes, como celecoxibe) são AINEs que atuam de forma semelhante a outros AINEs, mas são um pouco menos propensos a danificarem o estômago. No entanto, se uma pessoa também toma aspirina, é quase tão provável que ocorram lesões no estômago como com outros AINEs. Deve ser tomado cuidado com o uso de coxibes e, provavelmente, de todos os AINEs, por longos períodos ou por pessoas com fatores de risco para ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. II. A leflunomida é tomada diariamente por via oral e tem benefícios que são semelhantes aos do metotrexato, mas é mais propensa a provocar a supressão da produção de células sanguíneas na medula óssea, função hepática anormal ou inflamação dos pulmões (pneumonite). Ela não pode ser administrada ao mesmo tempo que o metotrexato. III. As combinações de medicamentos antirreumáticos modificadores da doença (DMARDs) podem ser mais eficazes do que os medicamentos tomados sozinhos. IV. Metotrexato é tomado por via oral, uma vez por semana. Ele é anti-inflamatório em doses baixas utilizado para tratar a artrite reumatoide. Ele é muito eficaz e começa a funcionar dentro de três a quatro semanas, o que é relativamente rápido para um DMARD.
A sequência correta é:
Paciente com diagnóstico de Febre Reumática, com cardite documentada, mas sem sequelas. Deve ter sua proflaxia mantida por:
São consideradas manifestações extra-articulares da artrite reumatoide, EXCETO: