Questões de Envenenamentos e Acidentes para Concursos

Resolva Questões de Envenenamentos e Acidentes para Concursos Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 2 - Questão 58428 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - Médico Infectologista - HUB - CESPE - 2010
  • Um homem de 28 anos de idade, vítima de atropelamento, foi socorrido por paramédicos e encaminhado ao hospital, apresentando-se letárgico, com frequência de pulso de 120 batimentos por minuto, frequência respiratória de 28 incursões por minuto e pressão arterial de 100 mmHg × 70 mmHg.

    Com relação ao caso clínico acima, julgue os itens a seguir.

    Se, durante o exame neurológico do paciente citado, verificar-se ausência de reflexos, especificamente dos reflexos sacrais, como o bulbocavernoso, tem-se indicada a presença de choque medular e o prognóstico de que o grau real da lesão anatômica pode ser menor que o inicialmente constatado.
  • 3 - Questão 58427 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - Médico Infectologista - HUB - CESPE - 2010
  • Um homem de 28 anos de idade, vítima de atropelamento, foi socorrido por paramédicos e encaminhado ao hospital, apresentando-se letárgico, com frequência de pulso de 120 batimentos por minuto, frequência respiratória de 28 incursões por minuto e pressão arterial de 100 mmHg × 70 mmHg.

    Com relação ao caso clínico acima, julgue os itens a seguir.

    O grau do nível de consciência do referido paciente deve ser avaliado rapidamente com base na escala de coma de Glasgow, na qual são pesquisadas a melhor resposta verbal, a melhor resposta motora e a abertura ocular.
  • 4 - Questão 58429 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - Médico Infectologista - HUB - CESPE - 2010
  • Um homem de 28 anos de idade, vítima de atropelamento, foi socorrido por paramédicos e encaminhado ao hospital, apresentando-se letárgico, com frequência de pulso de 120 batimentos por minuto, frequência respiratória de 28 incursões por minuto e pressão arterial de 100 mmHg × 70 mmHg.

    Com relação ao caso clínico acima, julgue os itens a seguir.

    Caso haja suspeita de pneumotórax no paciente em questão, a eventual drenagem em selo d’água deve ser postergada até que seja feita a intubação orotraqueal e o paciente tenha sido colocado em respiração mecânica.
  • 5 - Questão 60140 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - CESPE
  • Onze detentos da ala de alta periculosidade de um presídio, sofreram, segundo relato médico, intoxicação exógena por produto tóxico adicionado a refrigerante do tipo cola. As reações apresentadas pelos pacientes foram sudorese, náuseas, vômitos, salivação intensa, palidez cutânea, lacrimejamento, cólicas abdominais, visão embaçada, diarreia, cãibras e dispneia.

    Com base nessa situação hipotética, julgue os itens a seguir.

    O quadro clínico desses pacientes é compatível com o de intoxicação causada por organofosforados, inibidores habitualmente irreversíveis da enzima acetilcolinesterase.
  • 6 - Questão 60136 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - CESPE
  • No que diz respeito à toxicologia forense, julgue os itens a seguir.

    A idiossincrasia, que é um efeito inesperado do fármaco, ocorre em um pequeno percentual dos indivíduos, normalmente devido à predisposição genética. Um exemplo é a estimulação advinda do uso de sedativos benzodiazepínicos, ocasionada em alguns indivíduos.
  • 7 - Questão 60132 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - CESPE
  • Acerca das medidas que devem ser adotadas em caso de suspeita de exposição e intoxicação por monóxido de carbono, julgue o item a seguir.

    Entre as principais medidas que devem ser adotadas nos casos de suspeita de exposição e intoxicação por monóxido de carbono incluem-se a medida direta de carboxi-hemoglobina e a administração de oxigênio a 100% de concentração.
  • 8 - Questão 60138 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - CESPE
  • Um funcionário de manutenção predial caiu bruscamente de um andaime de cinco metros de altura. Ele sofreu traumatismo craniofacial e, no momento do atendimento médico, relatou dor no membro superior direito. Ao exame físico, foram constatados pressão arterial de 74 mmHg × 38 mmHg, frequência cardíaca de 124 bpm, com ritmo cardíaco regular sem sopros, e sangramento ativo no braço direito. Os demais dados do exame físico não apresentaram alterações significativas.

    Tendo em vista a necessidade de pronto-atendimento no local do acidente, julgue o próximo item.

    A primeira providência a ser tomada deve ser a estabilização manual da coluna da vítima, seguida do controle da hemorragia externa por meio da aplicação de pressão direta sobre o local. O paciente deve ser transportado em decúbito dorsal horizontal, sem elevação dos membros inferiores.
  • 9 - Questão 60139 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - CESPE
  • Onze detentos da ala de alta periculosidade de um presídio, sofreram, segundo relato médico, intoxicação exógena por produto tóxico adicionado a refrigerante do tipo cola. As reações apresentadas pelos pacientes foram sudorese, náuseas, vômitos, salivação intensa, palidez cutânea, lacrimejamento, cólicas abdominais, visão embaçada, diarreia, cãibras e dispneia.

    Com base nessa situação hipotética, julgue os itens a seguir.

    O tratamento de intoxicação causada por organofosforados ou por carbamatos é feito mediante o uso de atropina, cuja ação ocorre por um mecanismo de competição sobre os receptores nicotínicos e muscarínicos.
  • 10 - Questão 58426 - Medicina - Envenenamentos e Acidentes - Nível Superior - Médico Infectologista - HUB - CESPE - 2010
  • Um homem de 28 anos de idade, vítima de atropelamento, foi socorrido por paramédicos e encaminhado ao hospital, apresentando-se letárgico, com frequência de pulso de 120 batimentos por minuto, frequência respiratória de 28 incursões por minuto e pressão arterial de 100 mmHg × 70 mmHg.

    Com relação ao caso clínico acima, julgue os itens a seguir.

    As principais vantagens do exame ultrassonográfico em relação à tomografia computadorizada para avaliação de possível trauma abdominal no referido paciente são: menor custo e possibilidade de realização do exame na própria sala de atendimento de emergência.