Questões de História e Geografia de Estados e Municípios para Concursos

Resolva Questões de História e Geografia de Estados e Municípios para Concursos Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Q37246.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Médio - Técnico Judiciário - TJ RO - FGV - 2015
  • “ m sua terceira visita à Amazônia desde que assumiu a pasta, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, anunciou apoio à implementação da Hidrovia do Rio Madeira, que cortará os estados de Rondônia e do Amazonas.
    Orçada em R$ 40 milhões – preço equivalente a apenas 40 km de rodovia -, a hidrovia terá uma extensão de 1.076 km. Jaques Wagner acredita que o momento é adequado para o governo federal investir no transporte hidroviário. "O custo do transporte nas hidrovias é mais barato e na Amazônia não temos estradas", disse o ministro.”

    (Disponível em http://www.brasil.gov.br/defesa-eseguranca/2015/04/ministerio-defesa-apoia-hidrovia-de-1-076-km-no-rio-madeira)

    A importância do investimento na implementação da hidrovia mencionada no texto está relacionada principalmente:
  • 4 - Q41908.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar MA - FGV - 2012
  • “O Maranhão passou a ser o primeiro estado brasileiro em número de conflitos agrários. Essa é a constatação da Comissão Pastoral da Terra (CPT), que (...) divulgou oficialmente no estado o seu 27º relatório anual sobre o tema. De acordo com a CPT, no ano passado, no Maranhão, foram registrados 251 casos de conflitos por terra, envolvendo 64.394 pessoas.” (g1.globo.com)

    Com relação às raízes históricas da violência no campo no Estado do Maranhão, analise as afirmativas a seguir. 

    I. No início da década de 1970, com o intuito de estimular a ocupação da região, o governo do Maranhão criou a
    Companhia Maranhense de Colonização (COMARCO), concedendo incentivos fiscais a grandes grupos empresariais, para a aquisição de vastas extensões territoriais a preços simbólicos, o que intensificou os conflitos de terra e a violência no campo.
    II. Para viabilizar a implantação do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), o governo maranhense assinou, a favor da União, o decreto de desapropriação de terras ocupadas por comunidades quilombolas, gerando conflitos fundiários que continuam, ainda hoje, em disputa judicial.
    III. Com o avanço do agronegócio na primeira década do século XXI, criou-se uma nova fronteira agrícola na região de MAPITOBA (parte do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia), o que valorizou a terra e aumentou os conflitos com os posseiros tradicionais.

    Assinale:
  • 5 - Q24036.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Superior - Auditor - CGE MT - FMP - 2015
  • Tendo em vista a fundação de Cuiabá e a ocupação do Mato Grosso considere as seguintes assertivas.

    I - A cidade de Cuiabá, além de outras cidades do Mato Grosso, foi fundada na época da descoberta do ouro e diamantes nessa região.
    II - Com o esgotamento da atividade extrativa, a área citada passou por um longo período de estagnação econômica.
    III - As principais atividades econômicas dos povoados mato-grossenses, pós época aurífera, eram a pecuária extensiva, a extração rudimentar de madeira e a pequena agricultura de alimentos.
    IV - A fundação de Rondonópolis, nas proximidades de Cuiabá, no final do século XIX, reforçou a posição da capital mato-grossense.

    Estão corretas apenas:
  • 7 - Q17515.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar PB - 2008
  • “Alguns historiadores taxaram esse movimento de Revolução dos Padres, devido ao grande numero de religiosos que a integraram. Na Paraíba, as coisas tiveram essa mesma feição, explicável pelo preparo intelectual dos sacerdotes, aptos à assimilação das idéias liberais. Além da Paraíba, o movimento teve a adesão de Alagoas, Rio Grande do Norte e Ceará.” MELLO, J. Otávio de A. História da Paraíba. A UNIÃO, João Pessoa, 2002, p. 102.

    O texto refere-se à:
  • 8 - Q49898.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar PE - UPENET - 2016
  • Alguns estudos justificam que o nome do Estado de Pernambuco provém da derivação do tupi, que significa „furo de mar‟. Outros indicam que o significado seja „mar comprido‟. Ambas as etimologias associam Pernambuco às influências marinhas.
    Considerando as características gerais do clima de Pernambuco, analise as proposições abaixo: 

    I. A porção leste do Estado de Pernambuco apresenta menores amplitudes térmicas em decorrência do seu limite com o Oceano Pacífico que apresenta as maiores cotas pluviométricas. Na porção oeste, as amplitudes térmicas são maiores.
    II. O regime anual de precipitações pluviométricas no semiárido é menor que no litoral, porém tal regime apresenta distribuição mais homogênea no semiárido, em decorrência da Frente Polar Atlântica e de suas maiores chuvas que ocorrem entre o outono e o inverno.
    III. Os brejos de altitude apresentam índices pluviométricos mais elevados do que em outras regiões do semiárido em decorrência de suas altitudes e chuvas orográficas, como nos Municípios de Triunfo e Garanhuns.
    IV. Em linhas gerais, Pernambuco apresenta climas quentes em decorrência da ação da latitude e modestas cotas altimétricas. As porções com temperaturas mais amenas são as superfícies de cimeira. 

    Estão CORRETAS apenas 
  • 10 - Q37248.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Médio - Técnico Judiciário - TJ RO - FGV - 2015
  • A utilização da mão de obra escrava na região norte durante o período colonial brasileiro foi constante. Porém, a população frequentemente usada nesse processo escravista foi a indígena, e não a população negra. Sobre esse aspecto da escravidão na região norte ao longo do período colonial, é correto afirmar que: