Questões de Pediatria e Neonatologia para Concursos

Resolva Questões de Pediatria e Neonatologia para Concursos Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 3 - Q44278.   Medicina - Pediatria e Neonatologia - Nível Superior - Médico Infectologista - HUB - CESPE - 2010
  • Acerca de alterações glicêmicas na infância, julgue os itens que se seguem.
    Considere a seguinte situação hipotética.

    Um menino com oito anos de idade apresenta índice de massa corporal e circunferência abdominal acima do percentil 95 para a idade e taxa de glicemia de jejum de 111 mg/dL.
    Nesse caso, a criança apresenta síndrome metabólica e diabetes melito do tipo 2.
  • 7 - Q47086.   Medicina - Pediatria e Neonatologia - Nível Superior - Médico Pediatra - ISGH - INSTITUTO PRÓ-MUNICÍPIO - 2015
  • Menina de 12 anos já diagnosticada com Lúpus Eritematoso Sistêmicos, em uso de prednisona, 2mg; kg; dia, há 45 dias, com doença controlada. Há quatro dias com episódios de vômitos, não conseguindo ingerir a medicação. Afebril, estado geral regular e com pulsos finos, PA abaixo de percentil 3, FR=30 irp, FC= 120bpm, sem rigidez de nuca, glicose de 32 mg/dl, Na= 122 mEq/L, K=6,7 mEq/L. O melhor diagnóstico é:
  • 9 - Q47071.   Medicina - Pediatria e Neonatologia - Nível Superior - Médico Pediatra - ISGH - INSTITUTO PRÓ-MUNICÍPIO - 2015
  • Recém-Nascido (RN) a termo na sala de parto, a mãe apresenta HbsAG positivo. A conduta inicial para este RN é:
  • 10 - Q58474.   Medicina - Pediatria e Neonatologia - Nível Superior - Médico infectologista - HUB - CESPE - 2010
  • A respeito de crises convulsivas na infância, julgue o próximo item. Considere a seguinte situação hipotética.

    Uma mãe relatou que sua filha de 1 ano de idade sofrera convulsão generalizada de curta duração em vigência de um quadro febril (temperatura axilar de 39 ºC). No momento do exame clínico, a menina não apresentou mais o quadro descrito pela mãe, que consistiu no primeiro episódio de convulsão da criança. Nesse caso clínico, é indicado o tratamento profilático com benzodiazepínicos até os cinco anos de idade.