Questões de Concursos UFPR

Resolva Questões de Concursos UFPR Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Questão 4753 - Eca - Nível Médio - Soldado PM - Polícia Militar PR - UFPR - 2005
  • Em reportagem de Fabiana Leite, intitulada “Trabalho infantil migra para o ‘quintal’”, de 10/07/2005 para a
    Folhaonline, está descrita a seguinte situação:

    Em Franca (SP), um dos maiores pólos calçadistas do país, adolescentes migraram da indústria para oficinas de fundos de
    quintal. Clarice (nome fictício) e seus três filhos, de 10, 12 e 13 anos, chegam a passar 15 horas fazendo costura manual de
    sapatos. Juntos ganham R$ 600 por mês. "Não tem jeito. Se eles não me ajudam, passamos fome", diz ela.

    De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente:
  • 3 - Questão 30092 - Português - Interpretação de Textos - Nível Médio - Teleatendente - COPEL - UFPR - 2013
  • O texto a seguir é referência para a questão.

        Pequenas mudanças nos hábitos diários e no uso dos aparelhos eletrodomésticos podem reduzir a sua conta de luz no final do mês. A importância de controlar o consumo está não apenas em economizar dinheiro, mas também em evitar o desperdício. “Daqui a 300 anos, a vida será diferente. Nossos descendentes vão reclamar da nossa geração, que foi a primeira a conhecer o problema das mudanças climáticas e do uso da energia e ainda não deu sinais definitivos de que vai resolver o problema”, afirma Agenor Gomes Pinto Garcia, consultor em eficiência energética e autor do livro Leilão de Eficiência Energética no Brasil. Para esclarecer alguns mitos e verdades enviados pelos leitores, ((O)) Eco conversou com o professor Garcia e também com o especialista em economia de energia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), professor Gilberto Jannuzzi.

    a. É mito ou não que os aparelhos que mantemos plugados na tomada, mesmo quando desligados, continuam gastando energia?
        É verdade! O professor Jannuzzi ressalta que “a melhor opção de economia é desconectar os aparelhos da tomada, pois mesmo os melhores equipamentos, nessa situação, consomem 1 watt/hora. Cada aparelho conectado consome durante o ano todo 8,7 quilowatts. Como pagamos cerca de 40 centavos por quilowatt/hora (preço no Rio de Janeiro), isso representa um gasto próximo de 4 reais/ano por aparelho”.
        Garcia lembra que o apelido desse desperdício é “energia vampira”, e que ela já preocupa os responsáveis pelas políticas energéticas. “Cada um gasta um pouquinho, porém, como hoje em dia há muitos aparelhos, a energia gasta no total acaba sendo significativa”. Uma dica para aparelhos relacionados como, por exemplo, TV, DVD, modem de TV a cabo ou satélite, é ligá-los todos a uma só régua de tomadas. Basta desligar a régua ao fim do dia para economizar.

    b. Quando chamar o elevador, faz diferença chamar apenas um deles ou quantos houver no andar? Elevadores, afinal, gastam muita energia?
        Os especialistas garantem que faz diferença no consumo de energia chamar mais de um elevador ao mesmo tempo, e que esse gasto, por estar diluído nas contas de condomínio, passa despercebido.
        Uma boa prática é deixar só um elevador ligado durante a noite ou ter equipamentos que fazem com que só um elevador se desloque a cada chamada. Por seu lado, o usuário deve sempre evitar chamar vários elevadores ao mesmo tempo. Outra boa alternativa é usar as escadas sempre que possível, pois além de poupar energia elétrica, diminui-se o sedentarismo.

    (Flávia Morais, 28/07/11. Disponível em:  . Acesso em 03 mar. 2013). 
  • Considere o enunciado que segue: "Os especialistas garantem (...) que esse gasto, por estar diluído nas contas de condomínio, passa despercebido" (resposta à questão b).

    Assinale a alternativa em que a mudança de ordem sintática e de pontuação desse enunciado foi feita sem prejuízo gramatical e de sentido.
  • 5 - Questão 18210 - Matemática - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar PR - UFPR - 2014
  • Um kit para impressão vem com oito cartuchos de tinta, de formato idêntico, para impressora. Nesse kit há dois cartuchos de cada uma das quatro cores diferentes necessárias para uma impressora caseira (ciano, magenta, amarelo e preto). Escolhendo aleatoriamente dois cartuchos desse kit, qual a probabilidade de se obter duas cores distintas?
  • 6 - Questão 52838 - Inglês - Nível Médio - Aspirante da Polícia Militar - Polícia Militar PR - UFPR - 2018
  • O texto a seguir é referência para a questão.

    Ancient dreams of intelligent machines: 3,000 years of robots


        The French philosopher René Descartes was reputedly fond of automata: they inspired his view that living things were biological machines that function like clockwork. Less known is a strange story that began to circulate after the philosopher’s death in 1650. This centred on Descartes’s daughter Francine, who died of scarlet fever at the age of five.
        According to the tale, a distraught Descartes had a clockwork Francine made: a walking, talking simulacrum. When Queen Christina invited the philosopher to Sweden in 1649, he sailed with the automaton concealed in a casket. Suspicious sailors forced the trunk open; when the mechanical child sat up to greet them, the horrified crew threw it overboard.
        The story is probably apocryphal. But it sums up the hopes and fears that have been associated with human-like machines for nearly three millennia. Those who build such devices do so in the hope that they will overcome natural limits – in Descartes’s case, death itself. But this very unnaturalness terrifies and repulses others. In our era of advanced robotics and artificial intelligence (AI), those polarized responses persist, with pundits and the public applauding or warning against each advance. Digging into the deep history of intelligent machines, both real and imagined, we see how these attitudes evolved: from fantasies of trusty mechanical helpers to fears that runaway advances in technology might lead to creatures that supersede humanity itself.

    (Disponível em: .)
  • In the sentence “This centred on Descartes’s daughter Francine, who died of scarlet fever …”, the underlined word refers to the:
  • 7 - Questão 30099 - Matemática - Nível Médio - Teleatendente - COPEL - UFPR - 2013
  • Sobre os números A = 1 ⁄ 3; B = √ 2; C = - (1 ⁄ 2) ; D = 1 ⁄ 5; E = π, considere as seguintes afirmativas:

    1. A > D.
    2. B < E.
    3. C = -2A.
    4. (A+D) > E/2

    Assinale a alternativa correta.
  • 8 - Questão 18218 - Geografia - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar PR - UFPR - 2014
  • Neste fim do século XX, as fronteiras econômicas se ampliam, mais áreas são ocupadas e pode-se mesmo dizer, [...], que o território brasileiro está inteiramente apropriado. Por outro lado, a natureza recuou consideravelmente, enquanto todas as formas de densidade humana ficam cada vez mais presentes. Ainda que sua distribuição seja desigual, há, em uma porção considerável do território, maior densidade técnica, acompanhada de maior densidade informacional.

    SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. O Brasil – Território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001, p. 279.

    Com base na reflexão oferecida pelo texto e no conhecimento sobre geografia do Brasil, assinale a alternativa INCORRETA.
  • 9 - Questão 18234 - História - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar PR - UFPR - 2014
  • Leia o texto abaixo sobre práticas protecionistas recentes:

    “(...) Tanto o Brasil quanto os EUA adotaram medidas protecionistas nos últimos cinco anos. As duas principais razões foram a crise econômica internacional e a concorrência da China. Do lado americano, o principal instrumento foi a concessão de subsídios. Já o Brasil fez uso de tarifas de importação, defesa comercial e requisitos de conteúdo local.”
    BONOMO, Diego. Protecionismo brasileiro e americano. Folha de S. Paulo, 10 de outubro de 2012, p. 3.

    Assinale a alternativa correta que identifica as diferenças de contexto histórico e econômico em que a prática do protecionismo foi adotada no período atual e no período da Idade Moderna europeia (século XV-XVIII).
  • 10 - Questão 30121 - Matemática - Raciocínio Matemático - Nível Médio - Técnico Administrativo - COPEL - UFPR - 2015
  • De acordo com os fabricantes de automóveis, o rendimento do álcool é de 70% em comparação ao da gasolina. Essa relação auxilia o consumidor a decidir se é mais vantajosa a utilização de álcool ou de gasolina. Nesse sentido, considere o preço do álcool e da gasolina nos seguintes postos:

    Levando em conta a relação entre o valor do álcool e da gasolina e seu rendimento, é correto afirmar que é mais vantajoso abastecer um automóvel com álcool:  

                         Posto       Preço do litro do álcool      Preço do litro da gasolina
                            A                        R$ 2,00                                  R$ 3,00
                            B                        R$ 1,90                                  R$ 2,90
                            C                        R$ 2,20                                  R$ 3,10