Questões de Concursos FEPESE

Resolva Questões de Concursos FEPESE Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 2 - Q23352.   Direito Constitucional - Nível Superior - Advogado - Celesc - FEPESE - 2011
  • A respeito dos direitos e garantias fundamentais, é correto afirmar:
  • 3 - Q42317.   Português - Interpretação de Textos - Nível Médio - Analista Técnico de Gestão Ambiental - FATMA - FEPESE - 2012
  • Leia o texto abaixo e responda às questões 7, 8 e 9. 

    Na Fila 

    — Olha a fila! Olha a fila! Tem gente furando aí! — Tanta pressa só pra ver um caixão… — Um caixão, não: o caixão do Dom Pedro. — Como é que eu sei que é o Dom Pedro mesmo que tá lá dentro? — A gente tem que acreditar, ora. Já se acredita em tanta coisa que o Go… — Com licença, é aqui a inauguração do Dom Pedro Segundo? — Meu filho, duas coisas. Primeiro: não é o segundo, é o primeiro. E segundo: a inauguração do viaduto foi ontem. Esta fila é para ver o caixão de Dom Pedro. — Eles inauguraram o viaduto primeiro. — Como, primeiro? — Primeiro inauguraram o viaduto e depois chegou o Dom Pedro Segundo? — Segundo, não! Primeiro. — Primeiro o quê? — O Dom Pedro! Dom Pedro Primeiro! — Primeiro chegou o Dom Pedro e depois inauguraram o viaduto. — Olha a fila! — Primeiro inauguraram o Viaduto Dom Pedro Primeiro e, segundo, chegou o Dom Pedro Primeiro em pessoa. Quer dizer, no caixão. Está claro! E eu acho que o senhor está puxando conversa para pegar lugar na fila. Não pode não. Eu cheguei primeiro. — Ouvi dizer que ele não serviu para nada. — Como, para nada? E o grito? E a Independência? — Não! O viaduto. — Ah. Não sei. Mas é bonito. Como esse negócio todo, o caixão, os restos do imperador, as bandeiras, Brasil e Portugal irmanados, essas coisas simbólicas e tal. Eu acho bacana. — Olha a fila! Vamos andar, gente. Pra frente, Brasil. — Andam dizendo que os portugueses nos enganaram, que quem está no caixão não é o Dom Pedro Primeiro, mas o D. Pedro Quarto. Nos lograram em três. — Mas é a mesma coisa! Dom Pedro era primeiro aqui e quarto em Portugal. — Então eu não compreendo por que ele quis voltar pra lá… Aqui tinha mais prestígio. — Olha o furo! — Me diga uma coisa. Quer dizer que o Dom Pedro Segundo era na verdade Dom Pedro Quinto? — Em Portugal, seria.  Não empurre. Segundo aqui e quinto em Portugal.
    Governo do Estado de Santa Catarina
    — Tem alguma coisa que ver com a diferença de horário, é?
    — Não, minha senhora. Francamente. Se a senhora entende tão pouco de História, o que está fazendo nesta fila! — Quero ver o caixão, ué! Essa badalação toda! E eu sempre gostei de velório. Só não me conformo de eles não abrirem o caixão pra gente ver a cara do moço. — Não teria nada para ver. Só osso. Ele morreu há... nem sei. Mais de cem anos. — Faz mais de cem anos que o Dom Pedro foi enforcado?! — O senhor está confundindo com Tiradentes. — Olha a fila! — Afinal, o Mártir da Independência Luso-Brasileira quem é? — É Dom Pedro Segundo. Aliás, Primeiro. Que Primeiro, é Tiradentes! Agora eu é que estou confuso! Essa fila não anda… — Aquela festa que fizeram outro dia com o Triches, os Golden Boys e a Rosemery, para quem era? — Para Tiradentes. — Mas Tiradentes não era contra os portugueses? — Era, mas faz muito tempo. Hoje Brasil e Portugal são uma coisa só. Eles podem até votar aqui. — Para governador, presidente, essas coisas… — Mais ou menos. É tudo simbólico, compreende? — Como o viaduto? — Isso. Olha a fila! 

    Luís Fernando Veríssimo
  • Assinale a alternativa correta.
  • 4 - Q42365.   Português - Nível Médio - Auxiliar de Enfermagem - SES SC - FEPESE - 2007
  • Neologismo
     
    Beijo pouco, falo menos ainda.
    Mas invento palavras
    Que traduzem a ternura mais funda
    E mais cotidiana.
    Inventei, por exemplo, o verbo teadorar.
    Intransitivo:
    Teadoro, Teodora.
     
    Manuel Bandeira. In: Poesia Completa e Prosa. Rio de Janeiro, Nova Aguilar, 1983.p.168.
  • Leia a frase abaixo:

    “(...) Mas invento palavras que traduzem a ternura mais funda (...)”,
     
    Com relação à frase de Manuel Bandeira destacada acima, responda:
    Leia a frase abaixo: 
    “(...) Mas invento palavras que traduzem a ternura mais funda (...)”,
     
    Com relação à frase de Manuel Bandeira destacada acima, responda:

    I. Em que tempo e modo está a forma  verbal invento?
    II. Qual é o gerúndio da forma verbal traduzem?
    III. Qual é o modo verbal que indica uma ação duvidosa, incerta?

    Assinale a alternativa que responde corretamente as questões apresentadas.
  • 5 - Q47459.   Português - Nível Superior - Analista Técnico Administrativo - JUCESC - FEPESE - 2017
  • Leia o texto abaixo e observe suas lacunas em branco. Elas devem ser preenchidas com uma das alternativas a qual você deve escolher.

    O chefe de um escritório estava dormindo. De repente, toca o telefone,........3 horas da manhã.
    — Fulano......... que horas abre o escritório?
    — Poxa, isso é hora de ligar? Abre........ 8 horas.
    E voltou......... dormir........ 5 horas, o telefone tocou de novo:
    — Dirijo-me,com respeito,........Vossa Senhoria para solicitar a abertura do escritório, hoje, mais cedo.
    — Você de novo? Não. Não dá. Eu já disse que só abre........ 8 horas!
    E bateu o telefone. Dali......... meia hora, outro toque:
    — Estou....... implorar: abre mais cedo, por favor.
    — Mas que coisa! Por que você quer tanto isso? Quem é você?
    — Sabe o que é, senhor? Sou um cliente e fiquei preso aqui dentro, estava no banheiro e.......porta emperrou. Chamei por socorro, apelei....... tudo que pude para me fazer ouvir e foi em vão.
    Adaptado de Paulo Tadeu: Essa é boa. Novíssimas piadas para criança.

    Assinale a alternativa que completa correta e sequencialmente as lacunas do texto.
  • 6 - Q47644.   Direito Empresarial e Comercial - Nível Superior - Analista Técnico Administrativo - JUCESC - FEPESE - 2017
  • Assinale a alternativa correta sobre a sociedade por ações.
  • 8 - Q34041.   Direito Penal - Nível Médio - Técnico Administrativo - DPE SC - FEPESE - 2013
  • Assinale a alternativa correta de acordo com o Direito Penal.
  • 10 - Q6761.   Português - Nível Médio - Agente de Endemias - Prefeitura de Criciúma SC - FEPESE - 2014
  • O clima afeta seu humor?

    Chuva, calor, frio. Será que esses componentes climáticos
    têm poder no seu humor?


    Uma pesquisa da Associação Americana de Psicologia
    tenta responder essa dúvida. A pesquisa americana
    levou em consideração um grupo de adolescentes
    e suas mães. Os pesquisadores descobriram quatro
    tipos de pessoas quando o assunto é humor e clima:

    • Os não afetados. Praticamente metade
    dos voluntários está nesse grupo. Essas pessoas
    não são influenciadas por mudanças
    climáticas.

    Aqueles que amam o verão. Nesse grupo, as
    pessoas são mais felizes quando chove menos
    e faz calor (lembrando que, em geral, o verão
    brasileiro é quente e chuvoso; mas a pesquisa
    leva em consideração o verão americano). No
    entanto, as mães preferem mais o verão do
    que os ilhos. Apenas 15% dos adolescentes
    estão nesta categoria, enquanto 30% das
    mães são amantes do verão.

    Aqueles que odeiam o verão. Este é o grupo
    de pessoas das quais você menos ouve falar.
    Esse tipo de gente não gosta de calor e prefere
    quando chove ou faz frio. 27% dos adolescentes
    estudados odeiam o verão e apenas
    12% das mães se encaixam nessa categoria.

    Aqueles que odeiam a chuva. O humor
    deste grupo não se afeta com frio, calor ou
    quando está nublado; eles simplesmente
    odeiam a chuva. Eles são minoria, 8% dos
    adolescentes e 12% das mães estão nessa
    categoria.

    E você? É de qual tipo?

    Disponível em: http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/
    2012/01/19/906254/clima-afeta-seu-humor.pdf [Adaptado]
    Acesso: 15/fev/2014.
  • 1. Analise as afirmativas abaixo.

    1. No início do texto, em “Será que esses componentes climáticos têm poder no seu humor?”, o trecho sublinhado refere-se aos substantivos “Chuva, calor, frio”.

    2. No quarto parágrafo, em “as mães preferem mais o verão do que os filhos”, há uma relação de comparação.

    3. No quarto parágrafo, em “Apenas 15% dos adolescentes estão nesta categoria, enquanto 30% das mães são amantes do verão”, a conjunção sublinhada pode ser substituída por “ao passo que”, sem mudança de sentido na frase.

    4. No segundo parágrafo, em “A pesquisa americana levou em consideração um grupo de adolescentes e suas mães”, o elemento sublinhado pode ser substituído adequadamente por “as mães delas”.

    5. No quinto parágrafo, em “27% dos adolescentes estudados odeiam o verão”, a forma verbal sublinhada pode ser substituída por “odeia”, sem ferir nenhuma regra de concordância verbal. Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.