Questões de Concursos EXATUS PR

Resolva Questões de Concursos EXATUS PR Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Q38540.   Arquitetura - Nível Superior - Analista Judiciário - TRE SC - EXATUS PR - 2015
  • Segundo a NBR 15.575, Edificações em fase de projeto devem ser orientadas conforme a implantação. Essa orientação a ser escolhida passa por uma simulação que deve ser a mais crítica do ponto de vista térmico. Como condição crítica do ponto de vista térmica, recomenda-se que:

    I - Verão: janela do dormitório ou da sala voltada para oeste e a outra parede exposta voltada para norte. Caso não seja possível, o ambiente deve ter pelo menos uma janela voltada para oeste.
    II - Inverno: janela do dormitório ou da sala de estar voltada para sul e a outra parede exposta voltada para leste. Caso não seja possível, o ambiente deve ter pelo menos uma janela voltada para sul.
    III - Obstrução no entorno: considerar que as paredes expostas e as janelas estão desobstruídas, ou seja, sem a presença de edificações ou vegetação nas proximidades que modifiquem a incidência de sol e/ou vento. Edificações de um mesmo complexo, por exemplo, um condomínio, pode ser considerado, desde que previstas para habitação no mesmo período. Esta informação deve constar na documentação de comprovação de desempenho.
    IV - Obstrução por elementos construtivos previstos na edificação: dispositivos de sombreamento (exemplos: para-sóis, marquises, beirais) não devem ser consideradas na simulação.

    Quais são as afirmativas corretas?
  • 2 - Q38576.   Português - Nível Superior - Analista Judiciário - TRE SC - EXATUS PR - 2015
  • A frase que apresenta desvio quanto à regência, de acordo com a norma culta, é:
  • 5 - Q22136.   Atendimento - Nível Médio - Técnico Bancário - BANPARÁ - EXATUS PR - 2015
  • O Decreto Federal nº. 5.296/04 regulamenta a implementação da acessibilidade arquitetônica e urbanística da lei 10.048/2000. Assim, assinale a alternativa correta: 
  • 6 - Q5631.   Português - Nível Fundamental - Agente Comunitário de Saúde - Prefeitura de Cianorte PR - EXATUS PR - 2013
  • ERA UMA VEZ UM TIRANO

         Era uma vez um reino. Ou uma república. Essa é uma das coisas que não deu para saber direito. Mas não tem muita importância. O importante é saber que era uma vez um país muito alegre e divertido, em que as pessoas davam muito palpite no jeito que queriam viver, mas também não esquentavam muito a cabeça com isso. Quem mandava era escolhido por elas – não seu se era presidente ou primeiro-ministro. Esse negócio de todo mundo dar palpite às vezes ficava parecendo uma bagunça completa, por que todo mundo todos queriam falar ao mesmo tempo, cada qual gritava mais do que o outro, às vezes até discutiam e brigavam, não era ___________ ficar sempre em ordem e tranquilidade. Mas no fim acabava dando certo. Era assim: quando tinha mais gente querendo uma coisa, era essa coisa que acabava sendo feita. E quem não estava de acordo podia chorar, resmungar, reclamar, fazer bico, chiar, gritar, espernear, mas no fundo sabia que não tinha mesmo muito jeito, a não ser convencer um monte de gente para passar para o seu lado. Era assim mesmo. Mas de vez em quando toda essa onde e bate-boca pareciam uma bagunça, lá isso pareciam.
         Foi por isso que apareceu o Tirano. Ou Deposta. Ou Ditador, tem muitos nomes. Quer dizer, um homem que não perguntou ao pessoal se podia ser presidente ou primeiro-ministro, expulsou quem tinha sido escolhido pela maioria e desandou a dar ordens e mandar em todo mundo, só porque era o mais forte. NO começo, houve até quem ficasse satisfeito com ele, pensando que estava dando um jeito no tal bagunça e que agora as pessoas iam ter ordem para trabalhar em paz. Mas como ele não ouvia palpite dos outros, foi começando a fazer besteira. Primeiro, implicou com isso de cada um ter uma ideia diferente.
        – Onde já se viu? Por isso é que fica todo mundo discutindo em vez de trabalhar. É uma perda de tempo...
        E lá veio a ordem:
        – A partir de hoje, só podem ter as minhas ideias!
        É claro que teve gente que protestou:
        – Não estou de acordo... Isso é um absurdo!
        – Quem que esse cara pensa que é? Será que ele acha que tem o rei na barriga?
        Nem faltou um mais __________ sugerindo:
        – Podemos abrir a barriga dele e ver...
    Não adiantou nada. Agora não tinha mais aquela velha bagunça. Quem não concordou, foi preso. Ou foi expulso do reino. Ou tratou de ir embora antes de ser expulso. Ou ficou bem quietinho, guardou suas ideias bem guardadas no canto mais fundo e escondido da cabeça, e saiu ______________, disfarçando, fazendo de conta que não tinha nada lá dentro.

    Era uma Vez um Tirano – Ana Maria Machado – pp. 6-7-8 – Salamandra – 2ª edição – 1982.
  • O substantivo composto que faz o plural da mesma forma que bate-boca é:
  • 7 - Q7213.   Administração - Nível Superior - Administrador - CEFET RJ - EXATUS PR - 2010
  • Existem elementos fundamentais que os gerentes precisam considerar quando projetam a estrutura de sua organização. (ROBBINS, 2000, p.171) Entre elas encontram-se:
  • 10 - Q17632.   História - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RJ - EXATUS PR - 2014
  • Leia o texto a seguir:

     “Frau Diller era uma mulher irritadiça, de óculos grossos e olhar implacável. Tinha criado esse olhar nefando para desestimular a própria ideia de alguém roubar sua loja, que ela ocupava com postura militar, voz gélida e até uma respiração que cheirava “heil Hitler”. A loja em si era branca e fria, completamente exangue. A casinha espremida ao seu lado tremia com um pouco mais de severidade do que as outras construções da Rua Himmel. Frau Diller administrava esse sentimento, servindo-o como o único produto grátis de suas instalações. Ela vivia para sua loja, e sua loja vivia para o Terceiro Reich. Mesmo quando começou o racionamento, mais para o fim do ano, sabia-se que ela vendia por baixo do pano algumas mercadorias difíceis de obter e doava o dinheiro para o Partido Nazista”.
    (ZUSAK, Markus. A menina que roubava livros. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2008. p.37.)

    O texto retrata o comportamento de uma comerciante na Alemanha nazista. Com base nos conhecimentos sobre a Segunda Guerra Mundial, assinale a alternativa incorreta: